James Franco pretende adaptar mais duas histórias de William Faulkner para o cinema

James Franco
Foto: Getty Images

O ator confessou adorar o trabalho do escritor modernista

Publicado em O Fuxico

James Franco quer dirigir mais dois filmes baseados em romances de William Faulkner. O ator e diretor de 36 anos admitiu que gostaria de adaptar mais dois romances do autor modernista depois de estrelar em The Sound and the Fury, que é baseado no livro de 1929 do escritor americano.

“Há mais dois textos do Faulkner que queremos fazer: The Hamlet e o The Bear. O The Bear vai ser difícil, porque você precisa de um urso treinado, mas hoje em dia você poderia provavelmente fazer um CGI ou uma motion capture, como em Planeta dos Macacos”, disse James ao jornal The Guardian.

Quando perguntado o motivo dessa conexão com o autor, que morreu em 1962, o belo ator respondeu: “Ele é o avô dos escritores do sul. Ele é o nosso grande escritor modernista. Ele anda de mãos dadas com James Joyce e Virginia Woolf e Marcel Proust. Ele é como a nossa versão de tudo isso. Eu acho que os melhores livros dele são As I Lay Dying e The Sound and the Fury, os dois livros que eu adaptei. O mundo dentro do filme se passa na década de 20 ou anterior, mas sua escrita é tão complexa e incomum que me permite usar muitas técnicas cinematográficas contemporâneas e estilos de edição”.

James acrescentou que o estilo de escrita modernista de William não torna seu trabalho como diretor mais complicado, mas foi rápido em apontar que não gostou deste aspecto da adaptação dos romances. “Essa é uma das razões pelas quais eu faço isso. Ele me empurra como um cineasta a encontrar soluções e técnicas cinematográficas que eu normalmente não usaria. Eu tenho que pensar, ‘como você consegue ter essa consciência?’ ou ‘como é que vamos contar essa história não-linear ?'”, disse Franco.

Comments

comentários

Powered by Facebook Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *