Concurso Cultural Literário (107)

bibliagato

A Bíblia segundo o Gato responde ao longo das suas 200 páginas a todas as perguntas dos homens desde o começo da humanidade. Acabaram-se as dúvidas, chegou a luz. Com esse livro os homens vão finalmente entender o quanto é absurdo se massacrar uns aos outros há tanto tempo.

A verdade sobre tudo isso é revelada pelo Gato no décimo primeiro mandamento (o menos conhecido e sem dúvida o mais lindo): “Rirás de tudo, pois, já que vamos todos morrer mais cedo ou mais tarde, só o humor permitirá tomar um pouco de distância das vicissitudes da existência”.

Em parceria com o blog Ler é Mais, vamos sortear 4 exemplares de “A Bíblia segundo o Gato“, lançamento da Nemo.

Para concorrer, responda à pergunta: O humor tem limites? Por gentileza, use no máximo 4 linhas. Se participar na área de comentários, deixe seu e-mail de contato.  

Aproveite a oportunidade para curtir as páginas dos envolvidos nesta edição:

Participe também no Ler é Mais e aumente suas chances.

O resultado será divulgado dia 4/12 neste post.

Boa sorte! 🙂

***

Parabéns aos ganhadores: Lygia Florentino dos SantosJulielton Souza.

Por gentileza enviar seus dados completos para [email protected] em até 48 horas.

Comments

comentários

Powered by Facebook Comments

12 thoughts on “Concurso Cultural Literário (107)

  • 6 de novembro de 2014 em 18:20
    Permalink

    Não concorrendo a esse livro, mas respondendo a pergunta: sim, o humor tem limites, assim como o resto das coisas do mundo também tem. Não entendo esse pessoal que adora ir pra rua com cartazes e faixas reivindicando seus direitos de acordo com a liberdade que encontram na constituição brasileira, mas na hora, eles mesmo desrespeitam outros. Se não há regras, até matar é valido. Existe a livre expressão é claro, mas há também os direitos humanos que asseguram ao individuo ter sua crença, assim como não pode ser ofendido aquele que não tem nenhuma. Como disse Marina Silva, não se pode querer acabar uma coisa que chamam de preconceito em cima de outro preconceito.

    Resposta
  • 7 de novembro de 2014 em 19:30
    Permalink

    O humor tem limites! A partir de quando esse humor se mescla à ofensa, ao desrespeito, à difamação, ao preconceito, e todos os outros fatores que possam ferir e causar desconforto à uma pessoa, à uma comunidade, à uma etnia, à um país…

    [email protected]

    Resposta
  • 12 de novembro de 2014 em 15:13
    Permalink

    Creio que o limite do humor é o bom senso e a educação que aprendemos dentro de casa. Falar que não existe limites é dar respaldo para ofensas gratuitas e de baixo calão. Humor tem que respeitar.

    Resposta
  • 21 de novembro de 2014 em 13:07
    Permalink

    Humor não tem limites, posso fazer piadas sobre mim mesma, meus problemas e meus absurdos o quanto eu quiser (e o quanto os outros quiserem…). As instituições humanas que tentam se impor como divinas, essas sim são dignas de riso… Só não se pode brincar com os sentimentos e a dor alheios. Isso sim, é muito sem graça.

    Resposta
  • 25 de novembro de 2014 em 17:19
    Permalink

    Os limites do humor são inversamente proporcionais ao distanciamento que ele provoca às vicissitudes da existência.
    Só a zoeira não tem limites.

    Resposta
  • 27 de novembro de 2014 em 0:01
    Permalink

    Acredito que o humor tenha sim limites, porém quase tudo é permitido, pode-se fazer piada sobre orientação sexual, gênero, raça, origem, nacionalidade, status social, time de futebol, politica, e por ai vai, o que não pode, ou pelo menos não deveria poder é usar o teor cômico do humor para ofender, atacar ou humilhar alguém, fora isso, rir é sempre o melhor remédio.

    [email protected]

    Julielton Souza – Dialética Proposital

    Resposta
  • 29 de novembro de 2014 em 14:44
    Permalink

    O limite do humor depende de para quem está sendo contado um conto humorístico, piada, por exemplo, vai da compreenção do ouvinte, de até onde vai o seu intendimento de humor, lembrando que uma piada por exemplo é só um conto, não uma opnião real sobre algum fato.

    Resposta
  • 1 de dezembro de 2014 em 12:10
    Permalink

    Sim, pois devemos respeitar o espaço do outro.

    Resposta
  • 2 de dezembro de 2014 em 21:47
    Permalink

    O humor tem limites. Entretanto, eles devem advir do puro respeito – não da hipocrisia e do senso comum!

    (e-mail: [email protected])

    Resposta
  • 3 de dezembro de 2014 em 8:49
    Permalink

    O humor não deveria ter limites, as pessoas estão cada vez mais fechadas e se ofendendo por pouco, temos que entender que a vida é curta demais para se apegar em detalhes tão supérfluos, vamos viver mais e principalmente rir mais!! Sem censuras.

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *