Ciência mostra algo surpreendente sobre a ficção literária

naom_53ce821439481

A leitura tem inúmeros benefícios e cada gênero estimula sentidos diferentes. Mas os leitores de ficção literária desenvolvem capacidades de relacionamento fora do normal.

Publicado no Notícias ao Minuto

Segundo o The Guardian, um estudo da Universidade de Emory analisou os cérebros dos leitores de ficção literária e comparou-os com o de outras pessoas que não leram este tipo de livros. Os cérebros dos leitores que leram o livro ‘Pompeii’ de Robert Harris durante um período de nove dias, mostraram mais atividade em determinadas áreas do que os que não leram.

Os investigadores descobriram conectividade intensificada no córtex temporal esquerdo, a parte do cérebro associada à compreensão da linguagem. Na pesquisa foi possível descobrir maior conectividade no sulco central do cérebro, a região sensorial primária.

Os psicólogos David Comer Kidd e Emanuele Castano provaram, que a leitura de ficção literária aumenta a capacidade de detetar e compreender as emoções das pessoas, o que proporciona que façam amizades com mais facilidade por serem mais conscientes das emoções dos outros.

Os leitores deste tipo de livros têm a capacidade de transferir a experiência da leitura de ficção para o mundo real, sendo este um salto natural. Kidd crê que “a ficção não é apenas um simulador de uma experiência social, é uma experiência social”.

Comments

comentários

Powered by Facebook Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *