Brasil é convidado de honra do Salão do Livro de Paris

É a segunda vez que o Brasil é convidado de honra, fato sem precedentes na história do salão parisiense, após uma primeira participação em 1998 Foto: reprodução
É a segunda vez que o Brasil é convidado de honra, fato sem precedentes na história do salão parisiense, após uma primeira participação em 1998 Foto: reprodução

Publicado no NE10

Dos best-seller mundiais de Paulo Coelho ao cru universo de Rodrigo Ciríaco, o Salão do Livro de Paris prestará homenagem neste mês à enorme diversidade da literatura brasileira, representada por 48 autores convidados.

“É um salão único no mundo, porque oferece a proposta mais eclética e mais ampla de livros”, afirmou o comissário geral do Salão, Bernard Morisset, ao apresentar à imprensa o evento que será aberto ao público de 20 a 23 de março.

Cerca de 200.000 visitantes são esperados na Porta de Versalles (sudoeste de Paris), onde 1.200 expositores e 30.000 profissionais da edição organizarão mais de 400 encontros e 4.700 sessões de autógrafos de livros de todos os gêneros por seus autores.

Haverá distintos eixos temáticos como a literatura jovem, culinária, viagens e aventuras, artes e direitos humanos.

Em 2014 foi a Argentina e neste ano o convidado de honra é o Brasil. Cerca de 50 autores representam segundo os organizadores “a riqueza da produção intelectual contemporânea do país”.

É a segunda vez que o Brasil é convidado de honra, fato sem precedentes na história do salão parisiense, após uma primeira participação em 1998.

Para a ocasião, está sendo preparado um pavilhão de 500 metros quadrados muito colorido. “Desta vez, os brasileiros querem colocar ênfase na presença de profissionais”, afirmou Morisset.

Comments

comentários

Powered by Facebook Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *