A cada dois dias, cinco livrarias fecham as portas na Espanha, indica estudo

55% dos cidadãos admitem que “nunca” leem ou têm hábito de ler “só às vezes”; “Essa é prova do desprestígio do livro na sociedade espanhola”, diz livreiro

13911466249_7efc920fb2_z

Publicado em Opera Mundi

Diariamente, aproximadamente 2,5 livrarias independentes encerram suas atividades por dia na Espanha, acompanhando um ritmo de queda de vendas de 18 % no setor desde 2011, reportou o El Pais nesta quarta-feira (04/03).

Os dados vêm de um estudo divulgado hoje pela CEGAL (Confederação Espanhola de Grêmios e Associações de Livreiros), que também revela que 55% dos espanhóis admitem que “nunca” leem ou têm o hábito de ler “só às vezes”.

Intitulado “Observatório da Livraria 2014”, o estudo recolheu informações de até agosto passado e inclui apenas livrarias independentes. Isto é, estabelecimentos que possam até oferecer outros serviços, mas que explorem os livros como principal fonte de lucro (ou acima de 50% das suas vendas).

Tendo em vista a categorização, o grupo notou que, em 2014, houve apenas 3.650 livrarias que atendessem a esses critérios – o que representa 686 estabelecimentos a menos se comparado a 2013. Além disso, 20% desses locais foram fundados no século 21. Das livrarias consideradas antigas, ou seja, criadas até 1940, só restam 103 no país.

“Essa é uma prova do desprestígio do livro na sociedade espanhola por sua perda de valor como elemento central da cultura”, lamenta ao veículo espanhol Juan Miguel Salvador, da livraria Diogenes e responsável pelo estudo da CEGAL.

Vários fenômenos explicam a atual situação das livrarias espanholas. Uma delas é a própria crise econômica que há mais de cinco anos ainda afeta países europeus, como Espanha, Portugal e Grécia. Nos últimos anos, várias lojas do setor passaram por um processo de reestruturação interna que levasse em conta a mudança de hábitos da sociedade, cada vez mais acelerada, confluindo literatura, internet, filmes e até séries.

Além da necessidade de tornar o próprio espaço físico da venda um local mais agradável com cafés e lanches, o comércio de livros em sites especializados ou em grandes redes multinacionais têm tomado 95% das vendas do setor, marginalizando cada vez mais as livrarias independentes. Uma das soluções que encontraram, na Espanha, foi criar o site www.todostuslibros.com como forma de resistência.

Comments

comentários

Powered by Facebook Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *