Concurso Cultural Michel Foucault

foucault

Michel Foucault, um dos filósofos mais lidos e citados do século XX, contribuiu para inventar ou redefinir noções-chave do pensamento contemporâneo. Essa produtividade fez com que diversas disciplinas – como história, filosofia, crítica literária, sociologia e direito – repensassem seus próprios métodos de análise e seus problemas à luz de uma obra cuja vitalidade está muito longe de se esgotar.

Em parceria com a Autêntica Editora, vamos sortear dois lançamentos sobre o pensador francês entre os internautas que responderem à pergunta contida neste formulário.

Os livros

1186-20150304155539

 

 

 

Embora Foucault não tenha desenvolvido uma teoria da infância, há ferramentas em seus ditos e escritos que podem ser tomadas como chaves de compreensão, com as quais se pode interrogar os modos de construção da infância, a invenção do sujeito infantil e de toda a parafernália disciplinar e dos mecanismos que põem em funcionamento o maquinário que governa a infância em nossa sociedade, conduzindo sua conduta e a conduta dos que a conduzem, segundo normas e arranjos culturais, políticos e institucionais.

Pensar a infância com Foucault possibilita ver o que se está fazendo das crianças e com as crianças em nosso tempo presente.

 

 

 

1185-20150304154436

 

 

 

Este livro resulta de estudos sobre textos originais de Foucault. O que motivou o estudo e o interesse pelo filósofo contemporâneo foi a quantidade de intuições e conceitos inovadores que ele forjou, para responder a um campo de problematização igualmente original e plural.

Epistemologia, Ciências Humanas, poder, liberdade, loucura, disciplina, norma, resistências ao poder, biopoder, biopolítica, agonística, seguridade, governamentalidade, autonomia, eis alguns temas que foram abordados de modo inovador por Foucault.

 

 

 

 

 

Atenção para os ganhadores:

Felicio Laurindo Dias:

“Foucault trilhou caminhos bifurcados: de um lado, uma pedra no sapato dos que tentam classificar o seu pensamento como teoria literária, teoria social, filosofia, crítica política e ciências humanas. De outro, fixou um projeto de emancipação do sujeito hoje, cuja vida e política se enraízam numa só afirmação de resistência e criação de modos de vida.”

Josefina Neves Mello

“Michel Foucault contribuiu com o pensamento filosófico contemporâneo discutindo as estruturas de poder das instituições e as consequências desse poder sobre o corpo do sujeito social, principalmente o sujeito sem voz, ou o não-sujeito. MF localizou nos discursos de poder os mecanismos cerceadores da liberdade individual.”

Comments

comentários

Powered by Facebook Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *