Cada Um Na Sua Casa – O Filme!

Patty, no Avec Mes Louboutin

OLAR! Sumi de novo migos, e é tudo culpa da pós-graduação. Acontece, né? Tenham paciência que uma hora eu pego no tranco e vocês vão até enjoar de ver post meu por aqui. Enquanto esse dia não chega, bora continuar seguindo que não tá fácil pra ninguém – nem mesmo para as inimigas. ¯\_(?)_/¯

No último dia 20 – o dia que rolou também a oficina de aquarela – eu fui convidada pela Editora Gutenberg para ir na pré-estreia de “Cada Um Na Sua Casa” organizada pela Fox. Esse dia foi uma saga, e eu vou contar tudinho procês e um pouco mais. Como era rodízio do meu carro, lá fui eu de busão pro shopping de manhã cedo – carregando câmera e tudo mais. Eu tinha planos de vlogar esse role, mas os planos não se materializaram por motivos de sono profundo. Admiro quem consegue exalar animação antes das 10 da manhã. Eu ainda não cheguei lá. #sinceridades

Cheguei no shopping – ainda fechado – e juro, tinham umas duas ou três pessoas lá só. Quase achei que tinha ido parar no lugar errado por um breve momento. Mas aí, chegou a hora do filme começar e de repente o lugar começou a bombar. O pessoal da Fox foi mega atencioso e preparou um café da manhã super delicinha para os presentes – eu deveria ter tirado uma foto do muffin de chocolate gente, ele merecia. A sessão atrasou uma meia horinha, mas tava tão divertido a interação ali na entrada do cinema que nem deu pra esquentar a cabeça. Conheci duas blogueiras super legais: a Ana (Vivendo Entre Palavras) e a Bia-que-eu-não-lembro-blog-desculpa-miga-eu-sou-a-Dory. Antes de falar sobre o filme, vou casualmente colocar o trailer aqui caso você não tenha assistido e lido esse outro post aqui do AML.

[youtube http://www.youtube.com/watch?v=zb-N2mdVfQ8?rel=0]

Confesso que eu estava empolgadíssima pra assistir logo o filme – me apaixonei pelo Oh logo de cara no trailer – mas não estava esperando algo tão sensacional assim. A história sobre a amizade de Oh e Tip é extremamente cativante, divertida e fofa. Oh é um alienígena (de uma raça chamada boov) todo trapalhão e Tip é uma garotinha decidida que está em busca de sua mãe e conta com a ajuda de Oh para encontrá-la. Os traços da animação são incríveis, o roteiro (apesar de ser um filme infantil) é muito bem bolado vários adultos chorando na sessão, a trilha sonora é em grande parte original com músicas exclusivas da RiRi e da J.Lo (!!!) e até a dublagem em português ficou legal – e olha que eu nem sou das maiores fãs de filmes dublados, vocês sabem.

No final da sessão, eu e a Ana estávamos jurando que eles iam nos presentear com um exemplar do livro do Adam Rex – que deu origem ao filme. Até comentei que ia procurar uma pelúcia do Oh depois pra comprar porque fiquei apaixonada de verdade no personagem. ADVINHEM O QUE ESTAVA NOS ESPERANDO NA SAÍDA DA SESSÃO? Uma pelúcia L-I-N-D-A e uma caixa com todos os brindes do filme que o McDonald’s lançou para o filme. Já faz mais de uma semana e eu ainda não tô sabendo lidar com tanto amor. Das miniaturas, meu favorito é o rosinha que faz um coraçãozinho com as mãos e acende luz!

cada-um-na-sua-casa
home-oh-2
home-oh-3
home-oh-4

Já fiz todo mundo aqui em casa se apaixonar pelo Oh e ele virou meu mascotinho querido (eu passo o dia todo abraçando ele sim porque sou muito adulta). O filme estreia no Brasil no dia 9 de abril – tá quase! – e eu com certeza absoluta irei assistir de novo. Tanto em português, como legendado – se eu conseguir encontrar uma sessão! Tô pirada pra ver o Jim Parsons e a RiRi dublando, eles são sensacionais juntos. E se vocês quiserem mais vídeos para controlar a ansiedade, recomendo essa entrevista aqui e essa aqui também.

bisous-patty

Comments

comentários

Powered by Facebook Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *