Conheça Hay-on-Wye, o paraíso dos livros no País de Gales

Hay-on-Wye, no País de Gales – Foto: Reprodução/independent.co.uk
Hay-on-Wye, no País de Gales – Foto: Reprodução/independent.co.uk

Cidade é famosa pela quantidade e variedade de livrarias

Publicado na Brasileiros

No coração do País de Gales, a pequena cidade de Hay-on-Wye é o paraíso para os amantes de livros usados, antigos, fora de catálogo e, sobretudo, raros.

Definido como a “Woodstock dos livros” pelo ex-presidente dos Estados Unidos Bill Clinton, o município medieval fica próximo ao parque nacional de Brecon-Beacons e conta com dezenas de livrarias com volumosos estoques de diversas línguas e épocas.

Além disso, por dez dias, todos os anos, um gigantesco festival de literatura atrai milhares de escritores, editores, professores, atores e apaixonados por livros de todas as partes do mundo. O evento é sempre patrocinado pelo jornal britânico The Guardian.

Neste ano, o Hay Festival, como é chamado, acontecerá de 21 a 31 deste mês e contará com grandes nomes da literatura mundial. O dia 23, por exemplo, terá a presença do ator, roteirista e comediante Stephen Fry. Já a data seguinte será marcada pela participação de Germaine Greer, Kazuo Ishiguro e Jacqueline Wilson. E o dia 29 terá Michael Morpugo e Peter Snow.

Graças a esse festival, a cidade passou a ser uma meta cultural obrigatória, com várias rotas turísticas pelas livrarias e outros espaços de troca e venda de livros. Um dos lugares mais curiosos é uma fortaleza do século 13 administrada pela fundação Hay Castle Trust e que hospeda milhares de volumes em prateleiras a céu aberto. A Richard Booth’s Bookshop também chama atenção pelos seus três andares abarrotados de livros, com poltronas, um café, cinema e até um centro de ioga.

Entre outras livrarias de destaque também estão a Stella & Rose’s Books – especializada em obras raras e ilustradas por crianças -, a Francis Edward – em funcionamento desde 1885 -, a Murder and Mayhem – que tem uma grande coleção de livros de suspense e investigação (amarelos e noir) -, a C. Arden Bokkseller – específica para material de natureza e botânica – e a The Poetry Bookshop – que reúne volumes de poesias nas mais diversas línguas.

Além disso, por todas as ruas da cidade é possível ver estantes com livros a céu aberto. Antiquários, lojas de produtos artesanais, vagões de trens e pubs também contam com vários exemplares, disponíveis para qualquer pessoa.

Comments

comentários

Powered by Facebook Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *