Um ano sem Ariano: os projetos para homenagear o autor de Auto da Compadecida

Escritor faleceu há um ano em decorrência de um AVC
Escritor faleceu há um ano em decorrência de um AVC

Circuito literário, exposição e memorial são ações previstas pelos familiares para preservar e difundir a obra de Suassuna

Publicado no Divirta-se

O escritor e dramaturgo Ariano Suassuna morreu há um ano, no Recife, em decorrência de um acidente vascular cerebral. Para marcar a data a família se reúne, nesta quinta-feira (23), em cerimônia religiosa privada. No domingo, às 9h, em São José do Belmonte, a 479 quilômetros do Recife, uma missa será realizada em homenagem ao “imperador” da Pedra do Reino.

Segundo o filho do autor, Dantas Suassuna, até o fim do ano será realizado um festival em homenagem aos 60 anos da obra Auto da Compadecida. “Vai ser uma mistura de várias expressões artísticas. Teatro, dança, cinema, tudo o que girar em torno da arte brasileira”. O local ainda não definido, mas duas possibilidades são o Sítio da Trindade e o Centro do Recife.

A família também planeja criar um “roteiro literário” de visitação aos lugares mencionados na obra de Ariano Suassuna, em Pernambuco, na Paraíba e no Rio Grande do Norte. “O importante é fazer vários pontos de ligação da arte de papai com esses lugares”, pontua Dantas.

Na cidade de Aparecida, no Sertão paraibano, um casarão do século 17 tombado como patrimônio histórico vai abrigar o Museu Armorial dos Sertões. “Além da casa, há uma capela e um sobrado. É um lugar com muita história para ser contada. Frei Caneca passou uma temporada lá”, acrescenta Dantas.

Dividido em módulos, o projeto vai contemplar, na primeira fase, a poesia de Ariano, gênero marcante do início da carreira do escritor. No local, ainda será feita uma releitura do monumento arqueológico Pedra do Ingá, cuja existência fascinava e influenciava a obra do imortal da Academia Brasileira de Letras. Ainda segundo Dantas Suassuna, no futuro será criada uma escola de artes toda baseada no legado de Ariano, com enfoque em teatro.

Comments

comentários

Powered by Facebook Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *