USP cai em ranking mundial, mas ainda lidera na América Latina

Centro de Rankings Universitários Mundiais listou 1.000 instituições.
Brasil tem 18 universidades públicas na edição de 2015 do ranking.

universidades_usp_624_1

Publicado no G1

A Universidade de São Paulo (USP) é a instituição da América Latina mais bem colocada na edição de 2015 da lista de 1.000 universidades avaliadas pelo Centro de Rankings Universitários Mundiais (CWUR, na sigla em inglês), uma instituição da Arábia Saudita. A USP ocupou a 132ª posição da lista, mas caiu uma posição em relação à edição do ano passado.

O ranking do CWUR é divulgado desde 2012, mas até 2014 a lista contava apenas com as 100 universidades com as melhores colocações.

A instituição que liderou o ranking da Arábia Saudita em 2015 foi a Universidade Harvard, seguida da Universidade Stanford e do Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT, na sigla em inglês). Além das três americanas, duas instituições britânicas completam o top 5: a Universidade de Cambridge, na quarta posição, e a Universidade de Oxford, na quinta colocação.

Entre as brasileiras, as melhores posicionadas, além da USP, foram a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), em 322º lugar, a Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), em 404º, e a Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), em 526º.

Das 18 universidades brasileiras avaliadas, dez caíram de posição. A instituição que mais perdeu colocação no ranking foi a Universidade Federal Fluminense (UFF), que caiu 63 posições, passando de 852ª para 915ª.

A Universidade Federal do Ceará (UFC) caiu 34 posições, passando de 964ª para 998ª, ficando em penúltimo lugar. Na última colocação, está a Universidade Farmacêutica da China.

Veja a colocação das universidades brasileiras no ranking:
132ª – Universidade de São Paulo (USP)
322ª – Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ)
404ª – Universidade Estadual de Campinas (Unicamp)
526ª – Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)
583ª – Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)
589ª – Universidade Federal de São Paulo (Unifesp)
664ª – Universidade Estadual Paulista (Unesp)
826ª – Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ)
915ª – Universidade Federal Fluminense (UFF)
918ª – Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC)
920ª – Universidade de Brasília (UnB)
934ª – Universidade Federal do Paraná (UFPR)
939ª – Universidade Federal de Pernambuco (UFPE)
941ª – Universidade Federal de São Carlos (UFSCar)
961ª – Universidade Federal do ABC (UFABC)
974ª – Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)
992ª – Universidade Federal da Bahia (UFBA)
998ª – Universidade Federal do Ceará (UFC)

Sobre o ranking da CWUR

Segundo o centro, o ranking mede oito critérios diferentes de qualidade, e prioriza a qualidade dos ex-alunos das instituições: 25% da nota das universidades é medida pelo número relativo de pessoas formadas nelas que ganharam prêmios internacionais importantes, de acordo com o tamanho da instituição, 25% é medida pelo número de formandos que atualmente ocupam cargos de dirigentes nas melhores empresas do mundo, e 25% da nota mede a qualidade dos professores, a partir do número de prêmios e medalhas de relevância.

O resto da pontuação é composto do número de publicações em jornais de reputação, do número de publicações em jornais de grande influência, do número de citações em pesquisas, do índice que mede o impacto geral da instituição e das patentes internacionais solicitadas pela universidade.

Comments

comentários

Powered by Facebook Comments

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *