Sete dicas para conseguir boas notas no Enem

Prouni-2015-002

Faltam três meses para o exame que tem características especiais e exige preparo para pontuações que garantam bolsas de estudo ou certificação

Publicado no Bem Paraná

Não deixar para estudar na última hora e ficar atento a acontecimentos da atualidade divulgados diariamente em jornais e revistas. Essas são algumas das dicas para quem fez a inscrição para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e quer obter uma boa nota. Há pouco menos de três meses para as provas marcadas para os dias 24 e 25 de outubro, a preparação para as provas deve ser intensificada.

No Brasil, segundo dados do Ministério da Educação (MEC), 7.746.057 pessoas fizeram a inscrição para participar do Enem 2015. “Esse é um exame cheio de características especiais, a começar pelos conteúdos que são organizados por unidades temáticas, diferentemente das disciplinas que tradicionalmente temos nas escolas. Por isso, procurar apoio em materiais especializados para estudar é de fundamental importância”, explica o pedagogo Enerson Torres, que atua no Curso Evidente, preparatório que atualmente tem mais de oito mil alunos estudando para o Enem.

Segundo o especialista, a nota média dos candidatos tem caído a cada ano, especialmente em áreas como redação e matemática. No ano passado, 529 mil participantes do Enem tiraram zero na redação e a pontuação em matemática caiu 7,3%. De acordo com o pedagogo, o desempenho nessas áreas é maior entre os estudantes que se dedicam em ler livros, treinam a produção de textos e fazem mais cálculos. “No nosso preparatório, desenvolvemos Clube da Leitura e Clube do Cálculo. São áreas consideradas mais difíceis pelos alunos desde a educação básica, o que deve ser compensado com muito estudo”, recomenda.

Refrescar a memória – O também pedagogo especializado em Enem, Jonas Schubert, explica que a prova é composta por conteúdos vistos em todo período escolar, mas que acabam sendo esquecidos pelos estudantes que, em muitos casos, deixaram a sala de aula há anos. Por essa razão, ele recomenda que os conteúdos sejam revistos e estudados. “Criar uma rotina de estudo é fundamental para quem quer ter uma boa nota. Pelo menos uma vez por semana, o candidato precisa se dedicar para se preparar para o Enem. Quem confia na memória, sem refrescá-la, costuma ter notas ruins”, alerta o pedagogo.

Apesar deste ano o número de inscritos ter caído 11,2% em relação a 2014, o Enem é muito procurado por estudantes de todo o Brasil pelo fato de a nota do exame poder ser usada para diferentes fins. Um dos mais acessados é a certificação do Ensino Médio, que exige pontuação de 450 pontos em cada área do conhecimento e, no mínimo, 500 pontos na redação. No ano passado, mais de 67 mil pessoas conseguiram terminar o Ensino Médio usando a nota do Enem.

O exame também é usado como processo seletivo em diversas universidades e faculdades e é um dos critérios usados para a concessão de bolsas do Programa Universidade para Todos (ProUni). Pelas regras do Programa de Financiamento Estudantil (Fies), a nota do Enem também deve ser usada para a concessão do crédito.

7 dicas de ouro para ir bem no Enem

1- Estude: parece óbvio, mas é. Vai melhor quem se dedica para fazer a prova do que a maioria que se inscreve e aparece no dia da prova. O Enem exige dedicação.
2- Crie uma rotina: pelo menos uma vez por semana, você deve se dedicar a revisar os conteúdos do Ensino Médio, que compõe o Enem. Quem deixa tudo para a última hora descobre que é tanta coisa para rever, que a falta de antecedência na preparação prejudica – e muito.
3- Leia jornais e revistas: conhecimentos gerais são importantes para responder as questões e para entender o tema da redação. O Enem exige pensamento crítico e o candidato precisa ser bem informado. Incorpore esse hábito que ajuda também na forma de escrever.
4- Leia livros. Essa recomendação é conhecida, porém poucos praticam: quem lê muito escreve bem. A redação costuma ser o vilão do Enem para quem não tem o hábito de ler e escrever.
5- Reconheça seus pontos fracos: se matemática sempre foi sua dificuldade, não adiante jogar para baixo do tapete, pois essa disciplina pode jogar sua média para baixa e tirar a oportunidade de certificação ou bolsa de estudo. Revise os conhecimentos básicos e as principais operações.
6- Procure ajuda de especialistas: cursos preparatórios fazem diferenças. A maioria tem material didático específico para o Enem e é elaborado por professores que conhecem a prova. Não basta saber o conteúdo, é preciso conhecer a dinâmica das questões.
7- Prepare seu emocional: nervosismo atrapalha na hora da prova. O exame é longo, precisa ter paciência para responder as questões e muita atenção. Por isso, seu psicológico deve estar preparado para isso.

Comments

comentários

Powered by Facebook Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *