Operário de 48 anos faz Enem para incentivar filha a escolher profissão

Além de dar o exemplo, marmorista de Piracicaba quer fazer direito na USP.
Esposa de 34 anos fez inscrição do marido e também pretende fazer exame.

opera

Publicado em G1

O operário da construção civil Milton Costa, de 48 anos, vai fazer o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) com uma intenção especial, a de inspirar a filha, de 17 anos, a escolher uma profissão. “Penso que as pessoas devem trabalhar com aquilo que escolhem, não só ocupar uma vaga disponível no mercado. Só com educação isso é possível”, disse.

Mais que servir de exemplo, no entanto, ele fará o Enem também para tentar realizar um sonho. Costa é marmorista (dá acabamento em mármore) em Piracicaba (SP) e pretende usar a pontuação do Enem para garantir uma vaga no curso de direito da Universidade de São Paulo (USP), um dos mais concorridos do Brasil.

Candidato de primeira viagem no exame, ele sabe do desafio que tem pela frente. “Estou ansioso e apreensivo. Espero ter bom desempenho na redação, área que tenho mais facilidade, mas o frio na barriga existe e não é pequeno”, afirmou.

Independentemente do resultado das provas, que acontecem neste sábado (24) e domingo (25), parte do objetivo de Costa com o Enem já foi alcançado. É que a filha decidiu que vai presta o exame no ano que vem. “Ele é um lutador. Sinto-me orgulhosa por ter um pai que me incentiva assim”, disse Caroline de Aquino Costa, que vai tentar cursar administração de empresas.

Volta aos estudos
A vida escolar do marmorista, segundo ele, é marcada pela persistência. Costa contou que precisou interromper os estudos no ensino fundamental para trabalhar.

Quando tinha 35 anos, ele resolveu retornar à sala de aula e conseguiu concluir o fundamental e o ensino médio pelo Centro Integrado de Educação de Jovens e Adultos (EJA).

Para o operário, o esforço de concluir os estudos e agora tentar a faculdade por meio do Enem tem justificativa. “A educação é o bem mais importante, é nosso ponto de transformação na vida”, disse.

Motivação em casa
O incentivo que Costa ofereceu à filha ele também recebeu da mulher, a dona de casa Silvana de Rodrigues Costa, de 34 anos, com quem é casado há 10 anos. Ela vai prestar o Enem e fez a inscrição do marmorista para o exame deste ano.

Os dois farão as provas e se prepararam juntos. “Começamos a nos preparar em janeiro deste ano. Estudamos juntos, com os livros didáticos dos nossos filhos, e também por simuladores na internet”, contou a dona de casa.

“Além disso, procuramos nos atualizar dos acontecimentos de política e economia com a leitura diária das notícias”, contou Silvana. Ela também não esconde a ansiedade para realizar as provas e disse temer os testes de matemática.

Tempo livre forçado
Costa passou por uma cirurgia no joelho em julho deste ano e ficou afastado do trabalho. A princípio, o afastamento deveria durar 30 dias, mas devido a complicações clínicas, o período foi prolongado para quatro meses. “Aproveitei essa oportunidade para estudar e me preparar.”

Comments

comentários

Powered by Facebook Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *