Fluência do brasileiro no inglês só piora; veja ranking

size_810_16_9_wise-up-aula

Valéria Bretas, na Exame

São Paulo – O nível de inglês do brasileiro não é o dos melhores. Em uma pesquisa que avalia a proficiência global da língua inglesa, o Brasil aparece na 41º posição entre 70 países.

O quadro deste ano aponta regresso em relação aos dois últimos, quando o Brasil aparecia em 38ª no ranking.

Para chegar no resultado, a empresa de educação internacional Education First (EF), mediu a compreensão gramatical, o vocabulário e o domínio de leitura de adultos e classificou os países nas classes “muito alta”, “alta”, “moderada”, “baixa” e “muito baixa”.

Com uma pontuação de 51,05 (1,09 a menos do que no ano passado), o Brasil aparece na categoria de proficiência baixa e deixa de fazer parte dos 40 primeiros, mas ainda fica à frente de países como a China, Colômbia e Emirados Árabes Unidos

Este ano, o primeiro lugar do ranking ficou a Suécia (70,94 pontos) que, desde 2013, não aparecia na liderança. Atrás, ficam Holanda e Dinamarca com 70,58 e 70,05 pontos, respectivamente.

De acordo com o relatório, a Copa do Mundo de 2014 e os Jogos Olímpicos de 2016 serviram de incentivo para que os brasileiros aprendessem inglês, mas, ainda assim, o quadro só piora.

“A proficiência em inglês continua fraca no Brasil, apesar das reformas educacionais importantes e programas de capacitação de professores de inglês nos últimos anos”, diz o texto.

Veja uma parte do ranking:

ranking

Comments

comentários

Powered by Facebook Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *