Fundação Bill Gates equipa bibliotecas no Brasil

3c20

Bibliotecas de 46 municípios de 16 estados vão receber novos equipamentos de informática custeados pela The Bill & Melinda Gates Foundation, de Bill Gates. O objetivo é incentivar a criação de projetos que utilizem as plataformas digitais.

Publicado no Blog do Galeno

Bibliotecas de quatro municípios da Bahia vão receber novos equipamentos de informática custeados pela The Bill & Melinda Gates Foundation, instituição filantrópica do empresário norte-americano fundador da Microsoft, Bill Gates.

Os espaços de leitura e pesquisa foram selecionadas pelo Comitê para a Democratização da Informática, no Programa CDI Bibliotecas 2015, e vão receber, pelo período de dois anos, 10 computadores cada um.

Foram contempladas cinco bibliotecas estaduais em Salvador – Anísio Teixeira (Centro), Thales de Azevedo (Costa Azul), Monteiro Lobato (Nazaré) e a do Estado da Bahia (Barris) – e três municipais no interior – Maria Feijó (Alagoinhas), Álvaro Pina Trindade (Mata de São João) e Professor Magalhães Neto (Candeias).

Além das unidades baianas, outras 42 bibliotecas espalhadas em 16 estados brasileiros também receberão os equipamentos. Ao todo, a iniciativa garante cerca de R$ 10 milhões em recursos para a compra de computadores e financiamento para capacitação de pessoal.

Segundo o coordenador de projetos do Comitê para a Democratização da Informática (CDI), Edson Alves Feitosa, a iniciativa tem o objetivo de incentivar a criação de projetos que utilizem as plataformas digitais como forma de integrar novas tecnologias à rotina dos usuários das bibliotecas.

“Mais importante que o computador é oferecer a oportunidade de ver a tecnologia como principal aliada da educação, do conhecimento e da cultura”, diz.

Para a coordenadora do Sistema Estadual de Bibliotecas Públicas da Bahia, Maria Cristina dos Santos, os equipamentos vão possibilitar a requalificação desses espaços de leitura.

“Costumamos dizer que a tecnologia não tirou os usuários da biblioteca. Ao contrário: é ferramenta que agrega e possibilita que sejam realizadas pesquisas mais abrangentes”, diz.

O edital para a participação do Programa CDI Bibliotecas 2015 foi lançado em fevereiro deste ano e abriu vagas para a inscrição de bibliotecas municipais e estaduais. Além de informatizar as unidades, o programa visa ajudar líderes e profissionais a integrar ideias e serviços inovadores nesses espaços.

Para tanto, os funcionários terão capacitação por meio de cursos durante dois anos para que se transformem em multiplicadores para a comunidade local. O primeiro encontro dos profissionais do Nordeste foi realizado na manhã desta terça-feira, 29, na Biblioteca do Thales de Azevedo, no Costa Azul.

Transformação

Responsável pela Biblioteca Pública Municipal Maria Feijó, em Alagoinhas, o bibliotecário Marco Túlio comemorou a seleção da unidade no programa.

“O acesso à tecnologia, em muitos lugares, ainda é precário. Por isso, em Alagoinhas, utilizaremos os novos computadores como ferramenta de transformação social. A ideia é oferecer cursos de informática básica, dentro do espaço da biblioteca, para a população carente”, assinalou.

Luan Santos – A Tarde

Comments

comentários

Powered by Facebook Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *