Dicas imperdíveis para conseguir uma bolsa de estudos

Fonte: Shutterstock
Fonte: Shutterstock

 

Garota que conseguiu meio milhão de dólares em bolsas ensina as técnicas para ser aprovado

Publicado no Universia Brasil

A norte-americana Kristina Ellis, autora do livro “Confessions of a Scholarship Winner”, que em português quer dizer “confissões de uma ganhadora de bolsas de estudo”, conseguiu acumular US$ 500 mil em bolsas e registrou em sua obra todas as dicas sobre o processo. A escritora recebeu bolsas de organizações e empresas importantes, como o Governo do Estados Unidos, a Coca-Cola, entre outras.

Durante o ensino médio, Kristina passou grande parte de seu tempo livre trabalhando em vagas temporárias para ajudar sua mãe com as despesas de casa e, sem a ajuda das bolsas escolares, jamais teria conseguido frequentar a universidade.

“Eu li todos os livros disponíveis sobre bolsas de estudo e conversei com todos que poderiam me dar alguma informação útil sobre o tema”, escreve a garota em seu livro. “Eu estudei a história de outros estudantes que tiveram sucesso em processos seletivos e continuei seguindo essa estratégia até que alcancei a fórmula do sucesso”, completa.

O resultado disso foi que Kristina conseguiu completar sua graduação na Vanderbilt University, bem como seu mestrado na Belmont University, utilizando apenas recursos oriundos de bolsas de estudos. A seguir, veja duas dicas preciosas de Kristina Elli para conseguir bolsas de estudos:

1 – O motivo da bolsa de estudos

Cada bolsa de estudo tem um motivo para estar oferecendo os benefícios ao aluno. Seja para auxiliar na formação de futuros líderes ou motivar o desenvolvimento científico. Por isso, antes de se candidatar, procure entender muito bem a motivação da organização ou empresa para estar oferecendo o dinheiro, para ter certeza de que seus objetivos se enquadram com esses fatores e que seu discurso estará coerente na hora de solicitar a ajuda para estudar.

2 – O perfil da bolsa de estudos

Kristina aconselha os candidatos a se atentarem a todos os tipos de palavras utilizadas para descrever o estudante ideal para aquela oportunidade e termos que se repitam ao longo do texto do edital. Eles podem dar dicas de qual é o perfil de estudante esperado pela organização.

Segundo a escritora, o candidato precisa se imaginar como um produto e deverá convencer os investidores a apostarem nessa mercadoria. Por isso, durante o processo seletivo, é preciso provar que se enquadra bem ao perfil desejado e que você vale, sim, um investimento alto para continuar seus estudos.

Comments

comentários

Powered by Facebook Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *