Livro de Raduan Nassar é semifinalista do prêmio Man Book International 2016

Foto: Paulo Pinto/ Fotos Públicas (15/05/2014)
Foto: Paulo Pinto/ Fotos Públicas (15/05/2014)

 

A obra “Um copo de cólera” foi selecionada dentre outras 155 do mundo todo

Publicado na Brasileiros

O livro Um copo de cólera, do brasileiro Raduan Nassar, é um dos escolhidos para a longlist (fase semifinal) do prêmio Man Booker International 2016.

Foram avaliados 155 livros publicados originalmente em outras línguas que não o inglês e 13 foram selecionados para formar a lista.

Seis finalistas serão anunciados em 14 de abril e receberão mil libras. O vencedor será divulgado em 16 de maio e ganhará 50 mil libras.

A inclusão de Nassar acontece dois meses após sua obra chegar pela primeira vez ao público de língua inglesa. Foram traduzidos os livros “Lavoura Arcaica” e “Um copo de cólera”, pela Penguin Contemporary Classics.

Veja abaixo a lista completa de semifinalistas:

A Cup of Rage (Um Copo de Cólera), de Raduan Nassar, com tradução de Stefan Tobler

A General Theory of Oblivion (Teoria Geral do Esquecimento), de José Eduardo Agualusa, com tradução de Daniel Hahn

The Story of the Lost Child (sem tradução no Brasil), de Elena Ferrante, com tradução de Ann Goldstein

The Vegetarian (A Vegetariana), de Han Kang, com tradução de Deborah Smith

Mend the Living (sem tradução no Brasil), de Maylis de Kerangal, com tradução de Jessica Moore

Man Tiger (sem tradução no Brasil), de Eka Kurniawan, com tradução de Labodalih Sembiring

The Four Books (sem tradução no Brasil), de Yan Lianke, com tradução de Carlos Rojas

Tram 83 (sem tradução no Brasil), de Fiston Mwanza Mujila, com tradução de Roland Glasser

Ladivine (sem tradução no Brasil), de Marie NDiaye, com tradução de Jordan Stump

Death by Water (sem tradução no Brasil), de Kenzaburō Ōe, com tradução de Deborah Boliner Boem

White Hunger (sem tradução no Brasil), de Aki Ollikainen, com tradução de Emily Jeremiah e Fleur Jeremiah

A Strangeness in My Mind (sem tradução no Brasil), de Orhan Pamuk, com tradução de Ekin Oklap

A Whole Life (sem tradução no Brasil), de Robert Seethaler, com tradução de Charlotte Collins

Comments

comentários

Powered by Facebook Comments

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *