Concurso Cultural Literário (149)

1336-20160318153042

Click-Como resolver problemas insuperáveis

David Niven (autoria), Marcelo Hauck (tradução)

O que algumas pessoas têm em comum? O que as difere das outras? Genialidade? Fama? Ou uma habilidade única de enxergar cada problema não como uma crise, mas como oportunidade de crescimento?

Abandonar o barco antes de um grande fiasco, ou continuar as filmagens com os recursos que tinha e produzir o que poderia ser a maior chacota cinematográfica de todos os tempos? Trabalhando contra o tempo, com um orçamento apertado e com um projeto de tubarão branco robótico que se parecia com um grande marshmallow molhado, o então jovem diretor Steven Spielberg se viu diante de um possível fracasso. Mas, ao decidir que não se focaria nos problemas, ele criou Tubarão, uma obra-prima imortal do cinema, vencedora de três Oscar.

Nenhum professor prezava as ideias notáveis e as perspectivas totalmente originais que um aluno problemático era capaz de produzir, pois se admitisse que aquele garoto chamado John Lennon era brilhante e uma grande promessa, teria de reconhecer que ele podia ter mais a lhe ensinar do que o contrário.

Clint Eastwood dirigiu diferentes atores, como Gene Hackman, Sean Penn, Tim Robbins, Morgan Freeman e Hilary Swank. Como ele extraiu de todos eles atuações vencedoras do Oscar?

Com uma narrativa simples e prática, David Niven desvenda a fórmula infalível para se resolver qualquer problema e nos mostra a importância de deixar para trás posturas e comportamentos que nos condicionam a pensar e agir sempre do mesmo modo ineficiente.

Após ler Click, você começará a pensar fora da caixa e vai se juntar a Albert Einstein, Clint Eastwood, Warren Buffett e Steven Spielberg no ilustre time de pessoas que encontraram soluções extraordinárias para problemas cotidianos.

***

Em parceria com a Gutenberg, vamos sortear 3 exemplares do lançamento “Click”, de David Niven.

Para concorrer, responda na área de comentários o que faz para pensar diferente ao tentar resolver problemas.

Se participar via Facebook, por favor deixe seu e-mail de contato.

Para ficar sempre por dentro das novidades e promoções, sugerimos que curta as páginas dos envolvidos neste concurso cultural:

O resultado será divulgado dia 3/5 neste post.

Participe e divulgue!

 

E os ganhadores são…

 

Luiza Fattori, Estela Regina da Cruz e Claudio Alves. Parabéns! Entraremos em contato via e-mail. 🙂

Comments

comentários

Powered by Facebook Comments

7 thoughts on “Concurso Cultural Literário (149)

  • 22 de março de 2016 em 13:05
    Permalink

    Analiso o problema sob vários aspectos, tentendo me colocar no lugar da causador, do afetado e do solucionador. A análise de cada uma desses aspectos pode direcionar para uma melhor solução. Além disso, ouvir todos os lados envolvidos contribui para a análise

    Resposta
  • 29 de março de 2016 em 18:01
    Permalink

    PARA PENSAR DIFERENTE, TEMOS QUE OLHAR NUMA DIREÇÃO OPOSTA, MUDAR O FOCO E TENTAR NOVAS POSSIBILIDADES. A MUDANÇA COMEÇA QUANDO DEIXAMOS O LUGAR-COMUM PARA DESCOBRIR NOVOS HORIZONTES E MANEIRAS DE ENXERGAR O MUNDO. A ZONA DE CONFORTO PARECE BOA, MAS SAIR DELA PODE SER UMA ÓTIMA OPÇÃO PARA AREJAR AS IDÉIAS E ADQUIRIR NOVOS CONHECIMENTOS.

    Resposta
  • 3 de abril de 2016 em 14:59
    Permalink

    O primeiro passo é enxergar o problema de pontos de vista diferentes. Consultando referências diferentes, por exemplo. Depois, pensar hipóteses de solução e consequências. E realizar da melhor forma possível.

    Resposta
  • 23 de abril de 2016 em 17:29
    Permalink

    Penso em solucoes desde as mais livres e aparentemente absurdas até as mais tradicionais e aceitaveis. De cara quando tenho que resolver um problema sei que nao vai adiantar ficar sendo o juiz das opcoes sem antes considera-las dado o momento.

    Resposta
  • 24 de abril de 2016 em 0:28
    Permalink

    Eu ignoro os caminhos já percorridos e tento pensar de um novo angulo

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *