O maior autor de livros da história é um robô

publicado na Super!

Segundo o Livro Guinness dos Recordes, o americano L. Ron Hubbard é a pessoa que mais livros escreveu na vida: 1.084. Outras fontes dizem que é a espanhola Corín Tellado, que teria escrito 4 mil romances. Mas nenhum chega perto do Icon Group International: um software que já escreveu centenas de milhares de livros. Na Amazon, é possível encontrar 896 mil obras de autoria do robô.

computador-escritor_0

São relatórios sobre temas de economia bem específicos (mercado de diamantes na China, por exemplo), dicionários pouco comuns (como um de islandês-inglês, elogiado pelos usuários da Amazon) e manuais sobre doenças raras, como um guia da sarcoidose – considerado fraco pelos leitores, pois só traz informações copiadas do Google.

Porque é assim mesmo que o robô trabalha: catando e organizando dados da internet. “Eu descobri uma brecha no mercado. Havia demanda por um tipo de conteúdo que não existia”, diz o economista Philip Parker, que é professor da Universidade Insead, em Cingapura, e criador do software.

Ele define o tema, põe o robô para trabalhar e, 15 minutos depois, tem uma obra prontinha – que o software joga automaticamente na Amazon. O livro só é impresso se alguém o comprar. Alguns títulos, como os de economia, são bem caros: mais de US$ 200. Parker diz que doa o dinheiro, e seu objetivo não é lucrar – é aprimorar o software para que consiga escrever ficção. Criar um Roboshakespeare.

Comments

comentários

Powered by Facebook Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *