Internet abre portas para a leitura

ebook-ereader-livros-digital-internet-novas-geracoes-jovens-leitura_TopicTwoCol

O hábito de ler pode ser potencializado pelas conversas digitais

Jacqueline Lafloufa, no Kantar

Aprender a ler é algo que fazemos na escola, mas manter o hábito de estar em busca de novas leituras é algo que tradicionalmente começa em casa. No geral, as escolas fazem a sua parte, mas as leituras obrigatórias não trazem a sensação de prazer de ler, que costuma vir mais da influência da família ou pela proximidade com outros grandes leitores, como professores ou amigos.

Apesar de muitos renegarem as adaptações cinematográficas de livros, o cinema é também uma porta de entrada para o mundo da literatura. Seja através de sagas infanto-juvenis como Harry Potter ou Percy Jackson, filmes e séries baseadas em obras literárias ou até vídeo games que se desdobram em livros, essas atividades servem como uma ponte entre a literatura e o (futuro) leitor.

A internet também se posiciona como uma grande potencializadora do interesse nos livros. Através das mídias sociais os leitores têm contato com títulos, autores, temas e assuntos literários, compartilhando ideias e também suas recomendações. Canais no YouTube, blogs, Facebook, Twitter e Instagram são algumas das mídias que também podem influenciar o leitor. Esse incentivo a leitura pode vir de web celebridades que comentam sobre literatura ou até mesmo que publicam seus próprios livros. Recentemente, a youtuber Jout Jout levou centenas de pessoas às livrarias das principais cidades do país para o lançamento do seu livro “Tá Todo Mundo Mal” (2016). Outros sucessos incluem Kéfera Buchmann, com seu “Muito Mais do que 5inco Minutos” (2015), Christian Figueiredo, com “Eu fico Loko” (2015), Bruna Vieira e seus 6 livros publicados pela editora Gutenberg, Felipe Neto e o seu “Não Faz Sentido” (2013), entre outros.

Online vs. impresso: pressa ao invés da erudição

Não é que se leia pouco online. Se lê muito, mas com menos profundidade. Segundo uma pesquisa focada em literatura, feita pela nossa TNS para a Livraria Cultura, cada pessoa no Brasil lê em média 6,5 tipos de publicações. Os livros aparecem como a segunda opção de leitura preferida dos brasileiros, logo depois das leituras rápidas e cotidianas das notícias em páginas da internet.

Comments

comentários

Powered by Facebook Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *