Concurso Cultural Literário (166)

1386-20160725104712

Sonata em Punk Rock, de Babi Dewet

Por que alguém escolheria uma orquestra se pode ter uma banda de rock? Essa sempre foi a dúvida de Valentina Gontcharov. Entre o trabalho como gerente do mercado do bairro e as tarefas de casa, o sonho de viver de música estava, aos poucos, ficando em segundo plano. Até que, ao descobrir que tem ouvido absoluto e ser aceita na Academia Margareth Vilela, o conservatório de música mais famoso do país, a garota tem a chance de seguir uma nova vida na conhecida Cidade da Música, o lugar capaz de realizar todos os seus sonhos.No conservatório, Tim, como prefere ser chamada, terá que superar seus medos e inseguranças e provar a si mesma do que é capaz, mesmo que isso signifique dominar o tão assustador piano e abraçar de vez o seu lado de musicista clássica. Só que, para dificultar ainda mais as coisas, o arrogante e talentoso Kim cruza seu caminho de uma forma que é impossível ignorar.

Em um universo completamente diferente do que estava acostumada, repleto de notas, arpejos, partituras, instrumentos e disciplina, Valentina irá mostrar ao certinho Kim que não é só ele que está precisando de um pouco de rock’n’roll, mas sim toda a Cidade da Música.

***

Em parceria com a Gutenberg, vamos sortear 2 exemplares de Sonata em Punk Rock, de Babi Dewet.

Para concorrer, responda nos comentários: qual o papel da música em sua vida?

Para ficar sempre por dentro das novidades e promoções, sugerimos que curta as páginas dos envolvidos neste concurso cultural:

O resultado será divulgado dia 23/8 neste post.

Boa sorte! 🙂

 

ATENÇÃO para as ganhadoras: Juliana Teixeira de Oliveira e Ana Paula Mastella Tulesko. Entraremos em contato via e-mail.

Comments

comentários

Powered by Facebook Comments

19 thoughts on “Concurso Cultural Literário (166)

  • 27 de julho de 2016 em 22:41
    Permalink

    A música tem um papel bem marcante na minha vida, porque ela está sempre presente, marcando cada momento de uma forma especial.
    Acho que não conseguiria viver se não houvesse música.

    Resposta
  • 31 de julho de 2016 em 20:03
    Permalink

    A música é o meu escape. Nessa vida tão conturbada que é estar no séc. XXI com várias coisas e pessoas passando por mim, me concentrar em música me dá paz. Me mostra que, no fundo, a calma na alma é possível. E eu não conseguiria viver sem meu violino lindo, Madonna <3

    Resposta
  • 2 de agosto de 2016 em 15:54
    Permalink

    A música traz paz interior, sensibiliza quem toca e escuta determinado instrumento musical (exemplo o violino). Amor de minha vida desde a infância.

    Resposta
  • 2 de agosto de 2016 em 21:52
    Permalink

    Na minha vida musica é essencial, é o que me anima nos momentos difíceis, é o que espalha alegria, é o que ajuda a curar o coração partido. Enfim musica é a base dos momentos marcantes tanto os bons como os ruins, musica sempre a ajuda a falar aquilo que não queremos expressar.

    Resposta
  • 2 de agosto de 2016 em 22:24
    Permalink

    A música é como uma amiga,pois nos momentos bons e ruins está comigo. A música traz paz e harmonia para minha vida.Ela marca um papel muito importante na vida, ela transforma tudo.

    Resposta
  • 6 de agosto de 2016 em 18:47
    Permalink

    A música sempre foi muito presente na minha vida , desde pequena eu sempre amei as aulas de piano e hoje percebo que o papel da música em minha vida é muito mais importante do que eu poderia imaginar , ela me ajuda a me espessar e mostrar meus sentimentos a partir dela ,ela toca as pessoas de uma forma especial , ela traz a tona muitos sentimentos e me dá a oportunidade de mostra-los a outras pessoas , hoje ela me ajuda muito a lidar com a ansiedade entre outros sentimentos .Hoje posso dizer que a música desempenha um grande papel em minha vida e que não poderia viver sem , pois ela e meu piano já se tornaram uma parte de mim

    Resposta
  • 6 de agosto de 2016 em 19:13
    Permalink

    O papel da música na minha vida é muito presente, a cada momento com minha família ou com meus amigos, sempre tem aquela música que fica tocando no momento e depois só de ouvir a música de novo já me lembro rapidamente do momento, música é uma das coisas mais importantes da felicidade, alguém consegue imaginar um mundo sem música ? Eu não ! O que seria das minhas inspirações sem a música !

    Resposta
  • 6 de agosto de 2016 em 21:10
    Permalink

    Considero a música como parte da minha alma. Podem achar que estou exagerando, mas eu digo: eu não me sinto completa e/ou em paz quando estou escutando algo, independente do gênero musical. Existe momentos que se tornam mais que especiais com a trilha sonora certa. Aquela música que sua mãe cantava quando você era criança ou aquela que estava tocando quando deu seu primeiro beijo são exemplos do que disse. Sendo a música parte de mim, não existe um momento onde eu esteja usando um fone de ouvido, cantando ou até mesmo cantarolando algo, que ao ver dos outros, não faz sentido, mas para mim sim!
    Vejo a música como algo essencial para todos, e aposto a minha vida que não existe alguém que goste. A música, que possui tantas ramificações, sempre será apreciada, não importa qual estilo você prefere.
    De início, pensei que seria simples responder tal pergunta feita, mas fico extremamente contente ao ver mais linhas do que eu esperava. Mas como tudo tem um lado negativo, não consegui expressar tudo o que sinto em simples palavras. E se há alguém que consiga, diga-me por favor.
    Texto escrito ao som de Dust In The Wind- Kansas.
    Muito obrigado pela oportunidade.

    Resposta
  • 6 de agosto de 2016 em 21:33
    Permalink

    A música, para mim, é como o ar, essencial. É o combustível que me move, me dando ânimo quando acordo, acompanhando o meu dia e me embalando até dormir. A música alimenta a minha alma e marca a minha vida, sendo a trilha dos momentos felizes e o que me ajuda nos momentos difíceis. É a expressão da sensibilidade humana, que toca fundo no coração e me proporciona os mais belos sentimentos.

    Resposta
  • 6 de agosto de 2016 em 23:51
    Permalink

    Minha vida é uma música,, apesar de não viver de música, pois não sei tocar estrumento algum, e minha voz não é uma das melhores, mas como todos eu min emociono ao ouvir algumas músicas, poderia dizer que não tenho sentimentos e sim músicas dentro de min, meu ser é uma partitura sou composta de claves de sol, sou cheia de notas.
    pra min música preenche a alma, música mantém a calma, música alimenta, música transforma, renova, música de várias formas e estilos, a música faz parte das minhas alegrias, das minhas frustrações, min guia em certas decisões, min consola , min namora., torna os fins marcantes, torna longos os instantes à música é tudo pra min do começo ao fim, à música é realmente o remédio da alma. um poema que se canta, um poema que encanta..

    Resposta
  • 7 de agosto de 2016 em 15:38
    Permalink

    O papel da música pra mim em forma de poema: confidente dos apaixonados , amiga dos desiludidos, acalentadora da saudade, amante dos reis destronados, que dá alma aos condenados, voz dos desamparados, é descanso ao coração partido, que permite o último grito ser ouvido, berço das emoções, completa, altiva, almada e viva, dá à tristeza o consolo, a saudade o alívio, ao amor a ilusão e o desmanche em alegria, liberdade é seu sobrenome e música seu nome. Melhor nome!

    Resposta
  • 8 de agosto de 2016 em 9:09
    Permalink

    A musica restaura as memorias, alegra os corações e dimensiona a alma a lembrar de momentos que marcarão

    Resposta
  • 8 de agosto de 2016 em 19:27
    Permalink

    É o que me tira da cama todo dia, o que me leva ao trabalho embalada em diferentes melodias, o que torna a jornada mais leve, o caminho mais fresco, a comida mais gostosa, a rotina mais doce. Entre cada estrofe, o tempo é infinito. A música na minha vida não tem apenas um papel porque não vem sob uma só forma; ela preenche espaços e cobre vazios de um jeito que só ela consegue. Seja na minha própria língua, em outra que conheço ou em algumas que não sou capaz de entender, a música fala a língua da alma.

    Resposta
  • 9 de agosto de 2016 em 15:20
    Permalink

    Mais do que servir de trilha sonora para momentos inesquecíveis da minha vida, a música teve e tem o papel essencial de me fazer refletir, sonhar junto com as letras e as melodias.

    Resposta
  • 10 de agosto de 2016 em 19:45
    Permalink

    O papel da música em minha vida equivale ao ar que respiro. Faz parte do meu DNA Pois viver sem ela é impossível. Não podemos esquecer que nossos corações batem em compasso e se ele parar… Ah se ele parar. A música é infinita, é a maior prova de tudo o que sentimos. E se a perfeição não existe como explicar Bach, Mozart, Beethoven, Janis Joplin The Beatles, Michael Jackson, Amy Winehouse e muitos outros gênios. Como explicar cada melodia, o amor, o ar que respiro?

    Resposta
  • 11 de agosto de 2016 em 9:34
    Permalink

    A música é como se fosse um anjo da guarda na minha vida. Está sempre me acompanhando, quando estou ouvindo e quando não estou também. Tem sempre uma música na minha cabeça, até quando durmo. Ela me acompanha em momentos felizes, e me ajuda em momentos difíceis..

    Resposta
  • 21 de agosto de 2016 em 12:15
    Permalink

    Sem música eu não seria nada. A música ajudou a formar quem eu sou e fez de mim uma pessoa melhor. Ela me sustenta tanto nas situações felizes, quanto nos momentos difíceis. Eu amo música!

    Resposta
  • 21 de agosto de 2016 em 12:51
    Permalink

    Música pra mim é vida. Esta presente em quase tudo que faço. Música liberta, aproxima, relaxa e acima de tudo alimenta a alma.

    Resposta

Deixe um comentário para Maria Luíza Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *