Isis Valverde elege 4 livros – e escritoras – que marcaram sua vida

Daniela Carasco, no UOL

Se em frente às câmeras Isis Valverde tem paixão pela atuação, fora delas, é a escrita e a leitura que lhe entusiasmam. “Você procura o que está dentro de você e, na sabedoria dos livros, acaba encontrando algo maravilhoso, a iluminação”, diz.

Isis Valverde Imagem: Reprodução Instagram
Isis Valverde Imagem: Reprodução Instagram

 

Além de ser uma leitora assídua, Isis diz que também a escrever contos e poesias, que ela tem planos de publicar. Enquanto seus versos não saem, ela usa seu Instagram, para compartilhar com seus 7 milhões de seguidores alguns dos títulos preferidos, como “Minutos de Sabedoria”, de Carlos Torres Pastorino, e “Farda Fardão – Camisola de Dormir”, de Jorge Amado.

Ao UOL, a atriz contou aqueles que marcaram sua vida e foram escritos por mulheres.

1. “A Maçã no Escuro”, de Clarice Lispector

“Conta a história de um homem, fugitivo da cena de um crime. Durante a fuga, ocorrem diversos pensamentos que remetem ao existencialismo e à filosofia hindu.”

2. “Pensar é Transgredir”, de Lya Luft

“Sobre a preocupação com o social, à inquietação pelo mistério da vida.”

3. “A Bolsa Amarela”, de Lygia Bojunga

“É um clássico da literatura infantojuvenil. Fala sobre uma menina que entra em conflito consigo mesma e com a família ao reprimir suas vontades.”

4. “Mulheres que Correm com Lobos”, de Clarissa Pinkola Estés

“A partir da interpretação de lendas e histórias antigas, como as de ‘Barba-Azul’, ‘Patinho Feio’, ‘Sapatinhos Vermelhos’ e ‘La Llorona’, a autora redescobre o que é a ‘Mulher Selvagem’.”

Comments

comentários

Powered by Facebook Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *