Formada em Direito pela Uerj, Luciana agora vai estudar Medicina (Foto: Carlos Brito)

Formada em Direito pela Uerj, há pouco mais de dois anos, jovem de São Cristóvão agora vai cursar Medicina. ‘Quase não acreditei’, disse estudante ao G1.

Publicado no G1

Se o encerramento de 2015 representou o fim de uma jornada para seus colegas, para Luciana Santos, de 26 anos, o período marcou o início de uma nova caminhada. Ela havia acabado de se formar em Direito pelo Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj) quando decidiu: iria estudar Medicina. O desejo nasceu do convívio com o namorado e também com a melhor amiga, ambos médicos.

A vontade se tornou concreta depois do resultado do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2017 – Luciana foi uma das 53 pessoas em todo o território nacional a alcançar os 1 mil pontos na prova de redação, cujo tema foi “Desafios para a formação educacional de surdos no Brasil”.

“Quando vi o resultado, quase não acreditei. Estava no carro do meu namorado e dei um grito. Eu li muito durante a faculdade de Direito e é claro que isso me ajudou, mas as técnicas que aprendi durante o curso de preparação foram muito importantes para eu me desenvolver. Não sou nenhum gênio, apenas me dediquei muito e estudei bastante”, disse Luciana, que estudou no curso pH.

O período de estudos veio logo após a formatura em Direito. Determinada a cursar Medicina, trabalhou durante pouco mais de um ano em um escritório de advocacia, juntou todo o dinheiro que conseguiu, pediu demissão e, a partir daí, dedicou-se à preparação.

Frequentava o curso todas as manhãs. Depois, voltava para casa no início da tarde e continuava estudando até o fim da noite. O plano foi traçado com cuidado e para colocá-lo em prática, ela contou com o apoio da família, ainda que, em um primeiro momento, tenha haviado um momento de estranhamento.

“A princípio, minha família não entendeu. Afinal, eu havia acabado de me formar em Direito na Uerj e deveria estar mais preocupada em entrar e permanecer no mercado de trabalho. Mas eu estava determinada a me tornar uma médica e acho que todos entenderam isso. A partir daí, todos passaram a me apoiar”, relembrou Luciana, que é moradora de São Cristóvão e a primera pessoa da família a ter chegado à faculdade.

Comments

comentários

Powered by Facebook Comments