Conheça o conteúdo das aulas do professor Carl Sagan

Cópia do exame final do curso de “Pensamento Crítico” de 1986. (Foto: Library of Congress)

Material de dois cursos, em Harvard e Cornell, incluindo seus manuscritos, foram digitalizados pela Livraria do Congresso dos EUA

Publicado na Galileu

O currículo de Carl Sagan é extenso. Apesar de ser mais lembrado pela série de TV, Cosmos, apresentada e narrada por ele, o astrônomo, astrofísico, cosmólogo e escritor deixou mais de 600 publicações científicas e 20 livros escritos. Colaborou com as questões mais técnicas do roteiro de 2001, uma Odisseia no Espaço; escreveu o livro que deu origem ao filme Contato, lançado em 1997; e em 1978 venceu o prêmio Pulitzer de não-ficção geral pelo livro Os Dragões do Eden.

Agora, no entanto, os fãs de Carl Sagan podem conhecer uma outra faceta do cientista americano: a acadêmica. O site da Biblioteca do Congresso americano acaba de disponibilizar o conteúdo digitalizado de dois dos cursos em que lecionou ao longo dos seus mais de 30 anos de carreira como professor, primeiro na Universidade de Harvard, depois em Cornell.

O primeiro data de 1965. O curso de CIência Planetária é um campo de pesquisa interdisciplinar focado “principalmente com planetas, satélites, resíduos e destroços de nosso sistema solar”, conforme explicou em suas anotações para as primeiras aulas. Os exercícios que passava para os alunos também estão disponíveis, e servem principalmente para deixar claro o quão difícil era acompanhar o curso de Sagan.

O segundo, de 1986, embora ainda bastante complexo, é um pouco mais fácil de compreender por um público leigo. Ele destaca a importância de um equilíbrio entre a abertura a novas ideias e um engajamento cético com essas ideias na ciência. Suas anotações mostram sua preocupação em usar exemplos do cotidiano dos alunos, como a televisão.

O material dos dois cursos fazem parte de uma coleção maior, chamada “Encontrando nosso lugar no Cosmos”, que explora a mudança dos modelos de Universo ao longo do tempo, teorias sobre a vida em outros mundos e o lugar de Carl Sagan na tradição científica. A coleção inclui manuscritos, livros raros, atlas celestiais, artigos de jornais, até partituras musicais e pôsteres.

Para quem ficou interessado em acompanhar o material do curso, é bom avisar que é preciso conseguir ler em inglês, idioma de todo o conteúdo, além de ter paciência para conseguir decifrar a caligrafia de Carl Sagan em seus manuscritos.

Comments

comentários

Powered by Facebook Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *