Conhecido por seus romances policiais, Philip Kerr morre aos 62 anos

Alberto Estevez/EPA

Publicado no Diário Catarinense

Reconhecido por seus thrillers, o escritor escocês Philip Kerr faleceu aos 62 anos, na sexta-feira (23) – anunciou sua editora, a Quercus Books, sem dar detalhes sobre as causas da morte.

“Estamos profundamente tristes com a perda de Philip Kerr, um homem maravilhoso e um grande autor”, disse a editora em uma mensagem no Twitter.

“RIP amado Philip Kerr. Criador do maravilhoso Bernie Gunther. Escritor genial, pai e marido adorado. 1956-2018”, tuitou sua mulher, também romancista.

Kerr é o autor de uma série de livros protagonizados por Bernie Gunther, um detetive particular na Berlim dos anos 1930.

Nascido em Edimburgo, estudou na Universidade de Birmingham e, depois, fez Filosofia na Alemanha. Também trabalhou como publicitário na agência Saatchi & Saatchi.

O primeiro livro da série de Bernie Gunther, “Violetas de março”, foi publicado en 1989. Ele também publicou obras de ficção científica e literatura infantil.

“Estou atordoado com a notícia da morte de Philip Kerr”, lamentou no Twitter o também escritor escocês Iran Rankin.

“Seus romances com Bernie Gunther são extraordinários, um mix de grande narrativa e pesquisa brilhante, com um crível herói (a)moral”, elogiou Rankin.

* AFP

Nota: no Brasil as obras de Philip Kerr foram publicadas pela Editora Record.

Comments

comentários

Powered by Facebook Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *