Membro do conselho do Pulitzer Junot Díaz renuncia após acusação de abuso sexual

Junot Díaz renunciou a presidência do Prêmio Pulitzer – Wikimmedia Commons

Estudante afirma que escritor a beijou a força

Publicado em O Globo

RIO — O escritor e membro do conselho do Prêmio Pulitzer Junot Díaz renunciou a sua cadeira após ser denunciado de abuso sexual. Segundo a estudante da Universidade de Columbia Zinzi Clemmons, que postou um relato sobre o caso no Twitter, ele a “encurralou” e “beijou a força”.

A estudante, que disse ter 26 anos à época do assédio, escreveu ainda que está “longe de ser a única vítima disso”. O autor agora deixa a instituição, enquanto o conselho conduz uma investigação.

“O Sr. Díaz disse que aceitou bem a investigação e irá cooperar totalmente com ela ”, informou o conselho do Pulitzer em um comunicado.

Clemmons confrontou Díaz em um festival de escritores em Sydney na semana passada, e depois divulgou suas acusações contra ele no Twitter. O autor de origem dominicana, fazia parte do conselho do prestigiado prêmio desde 2010.

Na semana passada, a Academia Sueca anunciou o adiamento do Nobel de Literatura para 2019, depois das denúncias de assédio de vilência sexual de 18 mulheres contra Jean-Claude Arnault, influente figura da cena cultural sueca e casado com a escritora e membro da Academia Katarina Frostenson.

Comments

comentários

Powered by Facebook Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *