Página do livro “The world’s most beautiful libraries” Foto: Reprodução

Obra da editora Taschen traz um endereço brasileiro: o Real Gabinete Português de Leitura, no centro do Rio de Janeiro

Emiliano Urbim, em O Globo

Se não devemos julgar livros pela capa, que tal julgar bibliotecas por suas estantes? Foi o que fez o fotógrafo italiano Massimo Listri no livro “The world’s most beautiful libraries” — em tradução literal, “as bibliotecas mais bonitas do mundo”.

Real Gabinete Português de Leitura, Rio de Janeiro, Brasil Massimo Listri / Divulgação

O novo coffee table book de 550 páginas em edição trilíngue (inglês, alemão e francês) é da editora Taschen, especializada em títulos de arte e fotografia. A peregrinação de Listri incluiu desde bibliotecas medievais até endereços do século XIX, como você vê abaixo.

Biblioteca do Convento de Mafra, Mafra, Portugal Massimo Listri / Divulgação

Ainda sem previsão de lançamento por aqui, a obra inclui um endereço do Brasil — ou melhor, no Brasil. Trata-se de uma atração turística: o Real Gabinete Português de Leitura, inaugurado em 1837 no Centro do Rio e uma pérola do estilo neomanuelino, em voga em Portugal na época.

Biblioteca Statale Oratoriana dei Girolamini, Nápoles, Itália Divulgação

 

Stiftsbibliothek Sankt Gallen, em St. Gallen, Suíça Massimo Listri / Divulgação

Comments

comentários

Powered by Facebook Comments