Exposição imersiva sobre Machado de Assis inaugura no Farol Santander

Machado de Assis por Bernardelli

Mostra gratuita reúne principais obras e registros do escritor brasileiro em proposta interativa e com inteligência artificial

Luciana Ramos, na Casa Vogue

Intitulada “Machado de Assims”, a mostra começa dia 19 de novembro no Farol Santander SP e reúne as diversas faces de um dos principais escritores brasileiros. Exibindo passagens da vida de Machado de Assis, como a infância difícil e marcada pelo trabalho infantil nos morros cariocas até a sua classificação como um dos autores mais importantes da literatura nacional, a exposição mostra ainda o seu envolvimento com questões sociais. Tudo com projeção interativa e de inteligência artificial.

Com curadoria de Marcello Dantas, a mostra ocupa um total de 75 m² de área expositiva e foi projetada entre duas enormes vírgulas, com direito à uma biblioteca imaginária formada por inúmeros livros que podem ser manuseados no local. O visitante terá fácil acesso às diversas edições das obras e às traduções em diferentes idiomas, como inglês, francês e italiano.

Casa do Cosme Velho

Representando as fases distintas da trajetória machadiana, o visitante poderá acompanhar a produção literária da juventude romântica à maturidade realista do escritor, incluindo seus poemas, crônicas e peças de teatro, além dos romances e contos mais consagrados. “A proposta passa por explorar aspectos pouco conhecidos da figura de Machado de Assis. Então mostrar um personagem gigante por lados inusitados, daí o título trocar o sobrenome Assis por Assims, ou seja, de outros jeitos ou modos de ver. Como se fossem outros Machados, o menino vendedor, o enxadrista, o abolicionista, seus múltiplos pseudônimos e alter egos, sua saúde, e os lugares por onde andou por exemplo” afirma Dantas.

Dentre as experiências imersivas, será possível interagir com duas grandes imagens do escritor, baseadas em retratos históricos como a clássica fotografia feita por Marc Ferrez em 1890, que serão animadas com inteligência artificial, e com as falas do Bruxo do Cosme que, inspiradas no conto A Cartomante, proferirão palavras que Machado escreveu, deleitando os visitantes com pílulas de sabedoria machadiana.

E entre os destaques da exposição, estão edições raras dos livros Memórias Póstumas de Brás Cubas e Dez Contos, ilustradas por Cândido Portinari e Antônio Henrique Amaral. No exemplar de Portinari, as imersões ocorrem por uma combinação de animações e realidade aumentada, onde personagens da obra ganham vida, como é o caso do verme a quem o “defunto autor” Brás Cubas dedica suas memórias. Já na edição com ilustrações de Henrique Amaral, projeções dão movimentos às gravuras que retratam cenas e cenários dos contos, interpretados pelo olhar lírico do artista.

Comments

comentários

Powered by Facebook Comments

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *