Joao Marcos

Joao Marcos

(2 comments, 88 posts)

This user hasn't shared any profile information

Posts by Joao Marcos

7 livros sobre tecnologia para começar a ler neste Carnaval

0

 

Publicado no CIO

O feriado pode ser o momento ideal para refletir não só sobre a carreira, como inspirar uma nova lista de livros para o ano

O ritmo das inovações tecnológicas tem sido exponencial. De descobertas que beneficiam desde a medicina a revoluções que impactaram o varejo e outras verticiais e, claro, o comportamento humano, as transformações alimentadas por tecnologias devem se tornar ainda mais intensas na próxima década.

Para refletir o impacto da revolução tecnológica, preparamos uma seleção de livros que discutem essas mudanças a partir de diferentes perspectivas. Confira nossa lista abaixo.

“The Everything Store”, de Brad Stone
“The Everything Store” conta a história de como a Amazon passou de uma pequena loja de livros online para se tornar uma gigante global em constante crescimento.

“O Dilema da Inovação”, de Clayton M. Christensen
O livro apresenta o caminho para que as empresas lidem com a inovação e alcancem o sucesso, explorando a influência do consumidor nas operações.

The Innovators, de Walter Isaacson
“The Innovators” é um livro que fala sobre mentes criativas, que pensam fora da caixa e são capazes de reinventar a forma como os processos são feitos.

“Bad Blood”, de John Carreyrou
A obra mostra como acontecem as operações no Vale do Silício. O autor também discute as falhas dos projetos de quem deseja construir uma empresa bilionária a qualquer custo sem pensar em inovação.

“O Ambiente de Trabalho de 2020”, de Jeanne C. Meister e Karie Willyerd
Para auxiliar as empresas na adaptação aos talentos do futuro, o título apresenta quais medidas devem ser tomadas para atrair e reter os melhores profissionais.

“Sapiens”, de Yuval Noah Harari
O autor apresenta a história da humanidade, desde os ancestrais até os dias de hoje. Ao longo do livro, o leitor acompanha as mudanças da raça humana e cria uma perspectiva sobre o por que somos quem somos.

“As Superpotências da Inteligência Artificial”, de Kai-Fu Lee
O livro explica como a inteligência artificial é aplicada aos negócios e de que forma a China está utilizando a tecnologia para o seu benefício. Kai-Fu Lee também explica as diferenças entre o Vale do Silício e o ecossistema chinês de startups.

Suzane Richthofen aciona STF após se irritar com livro sobre assassinato

0

Publicado em A Gazeta

Suzane von Richthofen conseguiu ler o livro “Suzane – Assassina e Manipuladora”, de Ulisses Campbell, no último fim de semana, mas a bonita ficou irritada com tudo o que está na obra, segundo informações do colunista Amaury Jr.

Ao colunista, o autor confidenciou que um dos principais trechos que revoltou Suzane foi o capítulo 10, em que estão divulgados alguns laudos do caso. O capítulo diz: “Nesses processos, os especialistas a descrevem com adjetivos típicos de vilã de novela: manipuladora, dissimulada, egocêntrica, infantilizada, simplista, insidiosa, narcisista, além de ter agressividade camuflada. Ainda segundo esses pareceres, a criminosa utiliza procedimentos primitivos e pouco elaborados na vida, tem fantasia de onipotência e é desvalorizadora do ser humano”.

Suzane achou o livro que fala do planejamento que ela mesma fez para matar seus pais, Manfred e Marísia von Richthofen, ofensivo, de acordo com Amaury Jr, e recorreu ao Supremo Tribunal Federal (STF) para que a publicação fosse recolhida das livrarias.

“A publicação do livro afronta a própria Administração da Justiça e o Poder Judiciário, pois a publicação se utiliza de dados obtidos de processo de execução penal em tramitação sob segredo de justiça e trechos de laudos médicos psiquiátricos e psicológicos acobertados pelo sigilo profissional”, alegou Suzane por meio da Defensoria Pública de São Paulo.

Segundo o colunista, o STF não aceitou os pedidos da herdeira e o lançamento e comercialização do livro estão mantidos.

‘Game of Thrones’: sigilo do roteiro final atinge até atores

0

o-futuro-de-game-of-thrones-4

Publicado na Veja

Todo cuidado é pouco quando o assunto é proteger o final de Game of Thrones de um possível vazamento. Além de prometer gravar cenas falsas, que não serão usadas na edição do programa, a HBO também criou um sistema diferente na distribuição dos roteiros para os atores. O excesso de precaução fará o elenco usar, em determinados momentos, ponto no ouvido. Assim, os atores vão descobrir suas falas pouco antes de serem pronunciadas.

Quem contou a história quase absurda foi o dinamarquês Nikolaj Coster-Waldau, o Jaime Lannister. “Não vamos nem receber o roteiro”, disse o ator segundo a agência de notícias Associated Press.

Coster-Waldau conta que nas primeiras temporadas os atores recebiam normalmente os roteiros físicos antes dos episódios. Depois, os roteiros passaram a ser distribuídos em arquivos digitais e, em seguida, por e-mails protegidos.

Liam Cunningham, que interpreta Davos, também comentou as mudanças no sistema de segurança. Segundo o ator, os roteiros foram enviados por e-mail verificados, mas não é possível abri-los fora do estúdio sem autorização.

Stephen King está em alta com novo livro, HQ e relançamentos

1

Publicado no Estadão

Nesta segunda, 16, chega às lojas Belas Adormecidas, novo livro de Stephen King. Escrito em parceria com o filho caçula, Owen, a obra é lançada em um dos momentos de maior popularidade em sua carreira – que sempre esteve em alta com clássicos marcantes na literatura e adaptados para o cinema, como O Iluminado e Carrie.

1507934885166

O momento tão pop é por conta do filme It – A Coisa, baseado no livro de 1986, que estreou em setembro e quebrou o recorde de bilheteria para longa de terror. Só no Brasil, como efeito do longa, o livro teve aumento de vendas de 290%, entre janeiro e setembro de 2017, em comparação ao mesmo período do ano passado, segundo a editora Suma de Letras, que publica a obra no País. Ao todo, livros de King na Suma também tiveram aumento nas vendas de 40% nos mesmos períodos.

Próxima aposta, o lançamento de Belas Adormecidas será simultâneo com os EUA, algo nem sempre possível para o mercado brasileiro. “Tivemos um prazo pequeno, de três meses, precisei de uma dedicação maior”, diz a tradutora Regiane Winarski, fã do autor que já traduziu outras sete obras dele, como o próprio It e Joyland.

Críticas como a do New York Times não aprovaram a parceria entre Stephen e Owen – “prosa irreconhecível”. Winarski diz não ter estranhado, mas admite que pode ser perceptível o peso da escrita a quatro mãos. Ela confessa também que o novo livro não é o tradicional King. “Já traduzi outros livros de parceria em que senti mais a diferença, mas dá para ver que há mais alguém ali.” Para a tradutora, o que mais chamou sua atenção foi um King “bonzinho”. “Ele às vezes é muito cruel com os personagens, mata sem pena, mas nesse não está tão sangrento.”

Já acostumada com a escrita do autor, Winarski revela que o principal desafio sempre é adaptar para o português a linguagem coloquial e cheia de palavrões. Outro tradutor de King, Érico Assis, concorda. “Ele tem um jeito particular de usar adjetivos de ênfase e também palavrões, que acaba caracterizando e dizendo muito sobre cada personagem”, explica.

É de Érico a tradução de Creepshow, que chega às lojas no fim de outubro pela editora Darkside. A obra é uma graphic novel criada em 1982 pelo ilustrador Bernie Wrightson com base no roteiro do filme de mesmo nome, escrito e estrelado por King, que reúne alguns contos de terror do autor.

Além de ter que fazer jus ao texto, a versão brasileira chega pouco tempo após a morte de Wrightson, em janeiro. “Honra e desafio”, define Assis. “Como em qualquer tradução de HQ, tenho que me ater a palavras e desenhos, entender como se relacionam no original”, explica. “Fiz isso em Creepshow, mas como havia mais texto do que num quadrinho contemporâneo, minha atenção maior foi ao estilo, que misturam tom de gibi das antigas e prosa stephenkinguiana.”

Para celebrar os 70 anos de King, completados em 21 de setembro, a Darkside relançou ainda o livro Stephen King – A Biografia: Coração Assombrado, de Lisa Rogak, numa edição especial para colecionadores.

99eBooks é o site que mapeia eBooks gratuitos ou com mais de 50% de desconto

0

4333643093_4c3b470d5f_b-970x360

Publicado no 33giga

Se você é um devorador de livros digitais, então precisa conhecer o 99eBooks. Esse site possui duas principais funções: ser um comparador de preços e reunir os melhores descontos em obras. E mais: você ainda pode se cadastrar na plataforma para receber e-mails sobre os gêneros que são de seu interesse.

Para usar o 99eBooks é fácil. Caso você queira pesquisar um título, basta ir até o campo dedicado e digitar o nome do livro ou do autor. Automaticamente, o site mostrará a obra e os preços nas livrarias virtuais – selecione a que mais lhe convém para ser redirecionado. Também é possível clicar na aba “Explorar” e conferir os eBooks separados por categorias.

Em “Ofertas”, você vê promoções de tempo limitado. Dá para encontrar livros com pelo menos 50% de desconto ou gratuitos. Durante os testes do 33Giga, uma promoção bem atrativa era a da coletânea “Todos os Contos”, de Clarice Lispector. A obra saiu de R$ 41,50 por R$ 8,30.

Para não perder promoções como essa, você pode se cadastrar no 99eBooks e receber notificações via e-mail. O usuário marca os gêneros que são de seu interesse e confere a mensagem em sua caixa de entrada uma vez por dia ou por semana – a decisão é sua.

As ofertas enviadas aos usuários da plataforma são sempre de grandes varejistas e, portanto, são compatíveis com os leitores de eBooks mais usados do mercado, como o Kindle e o Kobo.

Joao Marcos's RSS Feed
Go to Top