thiago

thiago

(0 comments, 77 posts)

This user hasn't shared any profile information

Home page: http://thiagomendanha.com

Posts by thiago

Um agradável e polêmico incentivo à leitura

0

Em duas palestras em Pernambuco, o blogueiro Sérgio Pavarini despertou o interesse de centenas de jovens a começar a ler. Seja lá por onde for!

Um convite à leitura bem tentador. Foi esta a opinião da maioria das pessoas que acompanharam as palestras do jornalista e blogueiro Sérgio Pavarini em Pernambuco. Em dois dias, ele falou para cerca de 350 pessoas em duas igrejas Presbiterianas no Recife e em Jaboatão dos Guararapes, atiçando o interesse dos jovens pela descoberta dos livros.

A expectativa pelas palestras foi grande. Na semana que antecedeu o Megafone – evento direcionado para jovens e adolescentes na Igreja Presbiteriana da Madalena, no Recife, e o Plano B, realizado pela Igreja Presbiteriana de Candeias, em Jaboatão, houve mais de 200 citações sobre a participação do jornalista somente no microblog Twitter. A divulgação estimulou o público, que se mostrou ansioso para ouvir e questionar o polêmico Pavarini.

E ele não decepcionou. Descontraído e bem à vontade, o blogueiro começou a palestra apresentando sua profissão, o que logo despertou a curiosidade dos jovens internautas: “Como é que se ganha dinheiro com blog?” – foi uma das perguntas já esperadas por Pavarini. “Construindo relacionamentos”, respondeu.

Mas o objetivo ali era mesmo estimular a leitura, independentemente do contexto da igreja. Sérgio Pavarini comentou sobre o mercado literário brasileiro, mostrando exemplos religiosos e seculares, e falou da sua paixão sobre a literatura. “Meu pai me incentivava a ler, e acho que isso foi fundamental para formar o meu gosto pela leitura. Quando era adolescente viajava até 500 km para conseguir chegar a uma boa livraria evangélica. Me sentia limitado pelas opções, mas não me acomodei. Continuei buscando. Muitas vezes a comida está ao alcance das pessoas, e mesmo assim ainda existe gente desnutrida. É assim com o conhecimento. É questão de prioridade. A leitura é capaz de vencer a ignorância”, garantiu.

Na ocasião, Pavarini também falou sobre a criação do Mob de Leitura. Um movimento, criado por ele, dedicado a incentivar as pessoas a lerem mais. A cada mês, os participantes enviam o nome dos livros e a quantidade de páginas lidas e concorrem a outros livros. Segundo Pavarini, já foram sorteados mais de 130 livros, beneficiando todos os participantes. “Corro atrás de livros com as editoras para fazer os sorteios, mas se não conseguir, mando algum do meu próprio acervo”, afirmou.

A apresentação do jornalista despertou várias dúvidas entre os participantes e o debate teve as mais diversas perguntas. Pavarini foi questionado desde como despertar o interesse pela leitura até o “risco” de ler livros escritos por autores não cristãos. “Comece a ler por algo que você goste, que lhe interesse. Senão, não vai funcionar. Aos poucos você vai começar a perceber a diferença entre um livro bom e um livro ruim. Essa, sim, é a principal questão, pois se a sua fé é abalada por um livro, isso pode significar que ela não é tão firme. Não é um livro que pode desviá-la”, argumentou o jornalista.

As duas horas de apresentação e debates fizeram com que os jovens mudassem o conceito que tinham sobre a leitura, e muitos deles aceitaram o desafio de mudar, proposto por Sérgio Pavarini. “Deus usou um livro como principal fonte de comunicação conosco. Que prova maior para saber que ele quer o nosso interesse pelo conhecimento?”, finalizou. Leia +.

Isly Viana, no Portal Cristianismo Criativo

Ranking 2010 atualizado e sorteio de livros

1

Galera, tem sorteio de livros p/ os participantes do mob de leitura! Fiquem de olho no PavaBlog.

Enquanto isso, confiram o ranking de 2010 atualizado!

NomeLivrosPáginas
1Rodney Eloy244679
2Alcindo Almeida133448
3Marcelo Ricardo de Almeida122648
4Jaison Alves102417
5Laion Monteiro92381
6Silvia Timm52296
7Fábio Medeiros51975
8Leonardo Júnior101914
9Emmanoel Messias81746
10Marcos Pedrazzini71522
11Raphael Akamine61405
12Ricardo Nascimento71390
13Josué Gomes31353
14Sérgio Pavarini61312
15Livia Ribeiro51273
16Marina Timm41084
17Fernando Piva61010
18Wilson Roberto Rodrigues4994
19Laís Flausino4896
20William Carvalho3837
21Cleide Santos2722
 22André Sanchez 2576
 23Cristina Danuta 2560
 24Marcos Mendonça1467
 25Mariana Brizola M. dos Santos 2383
 26Vitória Scritori 2383
 27Thiago Mendanha 2382
 29Jarbas Aragão 1240

Ranking 2010 atualizado e sorteio de livros

1

Galera, tem sorteio de livros p/ os participantes do mob de leitura! Fiquem de olho no PavaBlog.

Enquanto isso, confiram o ranking de 2010 atualizado!

NomeLivrosPáginas
1Rodney Eloy244679
2Alcindo Almeida133448
3Marcelo Ricardo de Almeida122648
4Jaison Alves102417
5Laion Monteiro92381
6Silvia Timm52296
7Fábio Medeiros51975
8Leonardo Júnior101914
9Emmanoel Messias81746
10Marcos Pedrazzini71522
11Raphael Akamine61405
12Ricardo Nascimento71390
13Josué Gomes31353
14Sérgio Pavarini61312
15Livia Ribeiro51273
16Marina Timm41084
17Fernando Piva61010
18Wilson Roberto Rodrigues4994
19Laís Flausino4896
20William Carvalho3837
21Cleide Santos2722
 22André Sanchez 2576
 23Cristina Danuta 2560
 24Marcos Mendonça1467
 25Mariana Brizola M. dos Santos 2383
 26Vitória Scritori 2383
 27Thiago Mendanha 2382
 29Jarbas Aragão 1240

Feridos em nome de Deus

0

Ao mesmo tempo que percebo um certo aumento de pessoas abandonando igrejas por inúmeros motivos, certos ou errados, também vejo o crescimento de pessoas que, na maioria sem senso crítico acurado, se entregam literalmente de corpo e alma para estruturas religiosas que servem de impérios pessoais.

O que está acontecendo eu não sei. Mas, sei que no meio dessa “zona” há muitos que são feridos e magoados de formas diversas. O modelo hierárquico instalado nas igrejas autoriza homens travestidos de “ungidos” a, em nome de Deus, causar sofrimentos em crentes ingênuos, ou ignorantes, ou obedientes, ou passivos o suficiente para delegarem suas vidas nas mãos de crápulas cheios daquelas boas intenções das quais o inferno está abarrotado.

É nesse contexto de abuso espiritual que a jornalista Marília de Camargo César traz relatos de histórias de pessoas machucadas por seus líderes, por suas igrejas e por pessoas a quem tinham por “santas”, em seu livro “Feridos em nome de Deus“.

Para quem conhece bem o cenário evangélico no Brasil, tomar conhecimento de histórias de pessoas que foram/estão feridas por causa de limites ultrapassados na relação líderança/liderados não soa nada novo; deveria soar preocupante. Mas, infelizmente esse tipo de abuso só vem ganhando maiores incidências. O livro vem em momento oportuno e urgente. É preciso despertar as pessoas com uma fé frágil e manipulável para a realidade dos sistemas religiosos a que estão inseridas.

Marília de Camargo César, de forma bem sóbria e responsável, traz em seu livro o resultado de entrevistas e pesquisas que procuram apontar um alerta para a igreja: pessoas estão sofrendo abusos e sendo violentadas por líderes eclesiais. E essa violação vai da psiquê ao físico da vítima de “homens e mulheres de Deus” cujo comprometimento maior é com o poder que exercem como tais.

Não pense que este livro não se encaixa a você porque acha que não é um ferido em nome de Deus ou uma vítima de abuso espiritual. A pessoa que sofre essa moléstia dificilmente irá perceber a tempo de buscar ajuda tanto na literatura quanto em ombros e conselhos sábios. Então, principalmente para quem pode ajudar alguém que esteja nessa triste situação é que a leitura faz-se importante.

Vale ressaltar a imparcialidade no trato com o tema. Embora a tendência seja execrar os responsáveis por infligir autoridade doentia sobre os crentes, a escritora mostra também o outro lado; muitas vezes o líder que abusa da dedicação, lealdade e fé de um membro, é antes de todos vítima do próprio sistema. Muitas vezes ele não perceberá que está ferindo pessoas e pisando em cima dos membros em nome de um ministério bem sucedido. Não são todos que têm a cara-de-pau de abusar conscientemente dos membros subordinados.

Se você é líder, seria de grande valia refletir nisso e ler os relatos de pessoas que chegaram ao ponto de abandonar Deus por causa de líderes cujo ministério não tinha nada de pastorear pessoas.

Leia aqui uma entrevista com a autora do livro.

Publicado originalmente no blog Thiago Mendanha

Feridos em nome de Deus

0

Ao mesmo tempo que percebo um certo aumento de pessoas abandonando igrejas por inúmeros motivos, certos ou errados, também vejo o crescimento de pessoas que, na maioria sem senso crítico acurado, se entregam literalmente de corpo e alma para estruturas religiosas que servem de impérios pessoais.

O que está acontecendo eu não sei. Mas, sei que no meio dessa “zona” há muitos que são feridos e magoados de formas diversas. O modelo hierárquico instalado nas igrejas autoriza homens travestidos de “ungidos” a, em nome de Deus, causar sofrimentos em crentes ingênuos, ou ignorantes, ou obedientes, ou passivos o suficiente para delegarem suas vidas nas mãos de crápulas cheios daquelas boas intenções das quais o inferno está abarrotado.

É nesse contexto de abuso espiritual que a jornalista Marília de Camargo César traz relatos de histórias de pessoas machucadas por seus líderes, por suas igrejas e por pessoas a quem tinham por “santas”, em seu livro “Feridos em nome de Deus“.

Para quem conhece bem o cenário evangélico no Brasil, tomar conhecimento de histórias de pessoas que foram/estão feridas por causa de limites ultrapassados na relação líderança/liderados não soa nada novo; deveria soar preocupante. Mas, infelizmente esse tipo de abuso só vem ganhando maiores incidências. O livro vem em momento oportuno e urgente. É preciso despertar as pessoas com uma fé frágil e manipulável para a realidade dos sistemas religiosos a que estão inseridas.

Marília de Camargo César, de forma bem sóbria e responsável, traz em seu livro o resultado de entrevistas e pesquisas que procuram apontar um alerta para a igreja: pessoas estão sofrendo abusos e sendo violentadas por líderes eclesiais. E essa violação vai da psiquê ao físico da vítima de “homens e mulheres de Deus” cujo comprometimento maior é com o poder que exercem como tais.

Não pense que este livro não se encaixa a você porque acha que não é um ferido em nome de Deus ou uma vítima de abuso espiritual. A pessoa que sofre essa moléstia dificilmente irá perceber a tempo de buscar ajuda tanto na literatura quanto em ombros e conselhos sábios. Então, principalmente para quem pode ajudar alguém que esteja nessa triste situação é que a leitura faz-se importante.

Vale ressaltar a imparcialidade no trato com o tema. Embora a tendência seja execrar os responsáveis por infligir autoridade doentia sobre os crentes, a escritora mostra também o outro lado; muitas vezes o líder que abusa da dedicação, lealdade e fé de um membro, é antes de todos vítima do próprio sistema. Muitas vezes ele não perceberá que está ferindo pessoas e pisando em cima dos membros em nome de um ministério bem sucedido. Não são todos que têm a cara-de-pau de abusar conscientemente dos membros subordinados.

Se você é líder, seria de grande valia refletir nisso e ler os relatos de pessoas que chegaram ao ponto de abandonar Deus por causa de líderes cujo ministério não tinha nada de pastorear pessoas.

Leia aqui uma entrevista com a autora do livro.

Publicado originalmente no blog Thiago Mendanha

thiago's RSS Feed
Go to Top