Incentivar o debate de ideias e acompanhar as dúvidas dos alunos são duas funções que esta plataforma pode te ajudar a executar. Entenda como

twitter-na-educacao

Publicado em Universia Brasil

Em meio a tantas inovações tecnológicas, é compreensível que os docentes tenham vontade de usar as novas ferramentas para aprimorar seus métodos de ensino e aproximar-se dos alunos, com o objetivo de garantir que estão estimulando o desenvolvimento intelectual da sua classe. No entanto, justamente por existirem tantas novidades, é comum que eles se sintam perdidos, sem saber muito bem como, por exemplo, as redes sociais podem se transformar em plataformas educativas.

Para te ajudar a perceber novos usos das ferramentas online, a Universia Brasil reuniu 10 maneiras que você pode usar o Twitter na sala de aula, separando-as em três atividades diferentes. Confira a seguir e reflita sobre os modos como você pode aplicar a tecnologia e as mídias digitais nas suas aulas:

Discussão sobre livros e produção textual

1 – Imagine que vocês estão lendo, em conjunto, o livro “Apanhador no Campo de Centeio”. Para que eles anotem suas impressões e criem um ambiente para discutir, por exemplo, se Holden Caulfield é um narrador em quem podem confiar, por que não pedir que eles façam registros na rede social usando uma hashtag específica? Outra possibilidade ainda é tweetar o que eles imaginam que suas personagens preferidas diriam em determinadas situações, se elas tivessem acesso a internet. Deste modo, você estimula a leitura e a colaboração entre os estudantes.

2 – Para incentivar a comunicação, a produção textual e o trabalho em equipe de uma maneira divertida, você pode pedir para que a classe escreva uma história de modo cooperativo. Cada um compartilha um pedaço da narrativa e, ao final, vocês poderão ler e discutir as contribuições de cada um na sala de aula.

3 – Quer treinar a clareza e a concisão dos textos dos alunos? Peça então que eles escrevam um microconto nos 140 caracteres disponíveis no Twitter. Este será um grande desafio que obrigará seus estudantes a pensar sobre cada palavra que acrescentará na história, assim como a planejar bem sua trama.

Debate de ideias

4 – Para discutir uma notícia recente ou um tema que apareceu na última aula, faça perguntas provocativas e solicite que eles compartilhem suas opiniões usando uma hashtag ou marcando o perfil da sala. Criando este fluxo de postagem, você permite que os alunos leiam os tweets um dos outros, engajando-os nas discussões e fazendo com que construam juntos um parecer sobre a situação em questão.

5 – Caso você queria observer a opinião individual dos alunos, evitando que eles se sintam expostos diante do restante da sala, você pode propor uma pergunta para a classe no seu perfil no Twitter e peça para que respondam via direct message. Desse modo, você poderá observar a articulação das ideias dos estudantes sem que haja a interrupção de algum colega, por exemplo.

6 – Você discutirá alguma notícia recente na próxima aula? Aproveite o Twitter como uma ferramenta para que eles criem um resumo dos aspectos que consideram mais importantes, de modo que poderão usá-lo não apenas para contribuir durante o debate na sala de aula, mas também para estudar para uma prova mais tarde.

7 – Tem algum tema em alta que você queira discutir a partir das postagens nas redes sociais? Abra na sala de aula uma pesquisa de uma hashtag ou palavra específica na plataforma e peça a opinião da classe. Mais tarde, eles mesmos poderão contribuir para as discussões com os consensos e dúvidas da turma.


Acompanhamento do progresso dos alunos

8 – Divulgue as tarefas, projetos e prazos para a entrega de trabalhos no seu perfil para que eles possam acompanhar o calendário da sua disciplina e ainda ter ao que consultar em caso de dúvidas. Para organizar cada uma das suas postagens, o uso de hashtags é recomendado.

9 – Permita que eles enviem para sua caixa de entrada de direct messages questões que surgiram enquanto faziam as lições de casa. Esta é uma maneira de evitar que os alunos mais tímidos fiquem calados durante as aulas, apesar das suas dificuldades na realização de exercícios, por exemplo.

10 – Para saber como está o aprendizado de cada estudante, peça que eles compartilhem seu progresso e o que consideram desafios na sua disciplina. Assim, eles podem se sentir menos acanhados diante do próprio processo de estudos e tendo maior liberdade para pedir conselhos a você. Além disso, esta é uma ótima maneira para que você aprenda a personalizar seus métodos de ensino para conseguir solucionar as dúvidas dos estudantes.