Canal Pavablog no Youtube

Posts tagged 2017

Família “superdotada” tem garoto formado aos 14 e irmão na faculdade aos 11

0
Carson Huey-You se formou em Física, aos 14 anos, pela Universidade Cristã do Texas

Carson Huey-You se formou em Física, aos 14 anos, pela Universidade Cristã do Texas

Carlos Oliveira, no UOL

Com apenas 14 anos, o norte-americano Carson Huey-You se formou no último mês de maio em Física pela Universidade Cristã do Texas. O garoto é o mais jovem a completar uma graduação no estado norte-americano e não pensa em parar por aí. “Já vou começar o curso de pós-graduação e depois quero obter o doutorado em Física”, diz, em entrevista ao UOL.

Carson sempre teve facilidade nos estudos, pulou diversos anos na escola e foi admitido na universidade aos 10 anos. E não é o único fenômeno da família. Seu irmão, Cannan, 11, sonha em ser astronauta e vai começar em setembro uma graduação dupla em astrofísica e engenharia, pela mesma instituição.

A mãe dos estudantes, Claretta Kimp, educa os filhos em casa e conta que Carson demonstrou paixão pelos estudos antes mesmo de completar 12 meses.

“Percebi logo que ele tinha um dom, porque conseguia se focar por muito tempo, e aos 2 anos já lia livros”, lembra ela. Como o garoto aprendia rapidamente, começou a se sentir limitado na escola. Claretta pesquisou outras instituições até encontrar uma que aceitasse recebê-lo.

Com 5 anos, Carson fez o exame e foi aceito na 8ª série. Ele se formou no ensino médio cinco anos depois.

“Em um dia normal eu tomo café da manhã, estudo na universidade, almoço, reviso o material, saio com amigos, faço um lanche, jogo Minecraft, assisto à TV, janto, estudo mais e durmo cedo”, enumera Carson. Seus maiores hobbies são o videogame e brincar com seu irmão e o cachorro da família.

Superdotação

Casos de inteligência altíssima como os de Carson e Cannan costumam ser nomeados de superdotação ou porte de altas habilidades, característica presente em cerca de 5% da população global, de acordo com a Organização Mundial da Saúde.

“Trata-se de um potencial superior que se concretiza em produções inovadoras. Essa dotação pode ser acadêmica, intelectual, artística, de liderança, entre outros”, explica a pedagoga Dora Cortat Simonetti, autora de uma tese de doutorado sobre o assunto.

A superdotação é explicada por uma combinação de genética e ambiente favorável. “Estima-se que o peso dos genes nas conexões cerebrais oscila entre 30% a 50%”, analisa. Assim, mesmo que os pais passem para os filhos traços favoráveis, é preciso de estímulo para que a inteligência excessiva se manifeste.

Arquivo pessoal

claretta-kimp-e-seus-filhos-cannan-e-carson-durante-a-formatura-de-colegial-de-carson-em-2010-1500945521387_300x420

Claretta Kimp e seus filhos, Cannan e Carson, durante a formatura de colegial de Carson, em 2010

 

A análise envolve família, ambiente educacional e exames feitos por profissionais. “É importante identificar a criança porque, assim como aqueles com problema cognitivo ou hiperatividade precisam de acomodação na escola, o mesmo acontece com os superdotados”, explica a psicóloga Maria Alice Fontes, diretora da clínica Plenamente.

O método mais comum para firmar o diagnóstico é a realização de uma série de testes envolvendo áreas como linguagem, poder de compreensão e lógica para determinar o QI (Quociente de Inteligência). Alguém com QI de valor 120 é considerado como tendo inteligência superior e, se aproximando do 135, há suspeita de superdotação. O resultado entre 145 e 159 revela alguém altamente superdotado e, acima de 160, com capacidades excepcionais.

As profissionais concordam que há ressalvas para o método, uma vez que há diferentes habilidades e inteligências. “Estes testes não podem avaliar capacidade física. Um jovem com capacidade motora excepcional pode ser chamado para participar do Cirque du Soleil e apresentar QI baixo por não ser bom em matemática”, exemplifica Maria Alice.

Perguntada sobre se acha seus filhos superdotados e se há outras pessoas na família com características semelhantes, Claretta preferiu não comentar.

Orientação

Uma figura é essencial para superdotados nessa fase de descobrimento: o tutor capacitado na área de interesse do superdotado. Ele deve estar preparado para acolher e estimular o jovem, supervisionando os estudos e auxiliando a família e a comunidade acadêmica na integração.

“Se for necessário pular etapas na escola, por exemplo, o profissional deve se certificar que a criança ou adolescente esteja preparada para o convívio harmonioso com aqueles que não são seus pares”, explica Dora.

Carson contou com um profissional de sua área para orientá-lo. “Eu conversei muito com a direção da TCU até ter certeza de que todos estavam de acordo”, conta Magnus Rittby, professor de Física e vice-reitor da instituição.

A universidade teve que adequar sua estrutura desde o primeiro dia: o laboratório foi adaptado para a altura de Carson, os professores eram notificados com antecedência sobre ele e até os livros precisavam ser avaliados. “Por exemplo, se uma matéria usasse material inapropriado para menores, a equipe se reunia para pensar em alternativas”, lembra Rittby.

Universidade Cristã do Texas/Divulgação

carson-huey-you-14-durante-cerimonia-de-graduacao-em-13-de-maio-ele-e-o-mais-jovem-a-completar-uma-graduacao-no-estado-americano-do-texas-1500945458920_615x300

Carson Huey-You durante cerimônia de graduação, em 13 de maio

Havia o receio de que o garoto não seria aceito pelos colegas, mas, no geral, ele foi bem recebido durante todo o curso, conta o professor: “Era comum os estudantes pedirem para tirar selfie com ele. Próximo da graduação era até difícil andar com ele pelo campus, tamanho o assédio”.

Carson se diz extremamente grato pelo apoio: “Rittby é meu mentor, melhor amigo e figura paterna. Sem sua paciência e apoio, tudo isso não seria possível”.

A instituição também estipulou que o jovem deveria ser acompanhado por um adulto de confiança enquanto andasse pelo campus. Claretta cumpriu esse papel, aproveitando o tempo ocioso para estudar com Cannan nos corredores.

Estrutura no Brasil

Em 2008, o Ministério da Educação (MEC) estabeleceu diretrizes de ensino com a Política Nacional de Educação Especial na Perspectiva da Educação Inclusiva. Já em 2015, a identificação e atendimento especial aos alunos superdotados foram contemplados pela lei nº 13.234, que também prevê um cadastro nacional.

Apesar das iniciativas, grande parte do apoio a essas pessoas vem de associações ou entidades filantrópicas privadas, avalia Dora. A pedagoga encabeça o Altas Habilidades, grupo criado na década de 1990 para a divulgar o assunto e realizar estudos científicos.

“O MEC e as Secretarias Estaduais e Municipais de Educação atuavam com muita timidez neste campo. Então a sociedade civil, sobretudo a acadêmica, sentiu a necessidade de promover uma reflexão e atuação sobre como atender essas pessoas”, opina.

Maria Alice ecoa: “A estrutura no Brasil está em fase de construção, caminhando lentamente. Os Estados Unidos, por exemplo, têm associações de pais de filhos superdotados. Há muito conhecimento disponível, então a família sabe para quem recorrer quando precisam de ajuda”.

O caminho, acredita, envolve capacitação: “A legislação já prevê atendimento especializado, mas precisamos urgentemente educar mais profissionais. Não temos professores preparados para lidar com os superdotados”.

Vendendo amendoim, ambulante muda de vida e ganha bolsa para cursar direito

0

jh

Jhone Vicente dos Santos, 29, vende amendoim em avenida de Maceió e ganhou uma bolsa para cursar a faculdade de direito

Carlos Madeiro, no UOL

Quando Jhone Vicente dos Santos deixou a cidade de Palmeira dos Índios, no semiárido alagoano, para morar em Maceió após problemas familiares, em 2008, foi em busca de refazer a história marcada por problemas na juventude.

Hoje vendedor de amendoim na avenida Fernandes Lima –a principal de Maceió–, o rapaz de 29 anos conseguiu bancar com seu trabalho de ambulante todo o curso superior da mulher em Recursos Humanos. A ideia era que ela, depois de formada, arrumasse um emprego, trabalhasse e sustentasse então o sonho do marido: fazer faculdade de direito.

Uma gravidez, porém, mudou os planos da família. Leyla engravidou e deu à luz, há quatro meses, ao segundo filho do casal.

“Com o filho, ela não ia poder trabalhar. E também queria que ela curtisse mais a criança. Quando completasse seis meses de vida, é que pensaria em distribuir currículos dela por aí”, conta.

Mas a vida pregou uma peça em Jhone, que vai antecipar o sonho. No dia 10 de julho, ele teve sua história publicada em uma página do Facebook chamada “Humans of Maceió”. A postagem fez tanto sucesso –com mais de 5 mil curtidas e 500 compartilhamentos–, que ele recebeu uma bolsa integral de uma faculdade privada de Maceió.

Se fizesse o vestibular e fosse aprovado, ele teria os estudos totalmente bancados. E Jhone conseguiu. O resultado saiu nesta quarta, e o curso começa no dia 7 de agosto.

Conhecido na engarrafada avenida maceioense, Jhone conta que ficou ainda mais famoso após a publicação. “Depois disso, as pessoas param aqui, me parabenizam pela história”, relata o jovem, que admite ter pouca intimidade com as redes sociais. “Não sou muito de mexer.”

Como a mulher vai seguir em casa com o bebê, ele já planeja conciliar os estudos com a venda de amendoim. “É com ele que sustento minha família, não tem como parar”, diz.

jhone-vicente-dos-santos-29-vende-amendoim-em-maceio-e-ganhou-uma-bolsa-para-cursar-a-faculdade-de-direito-1500515895194_615x300

Carlos Madeiro/UOL

“Direito é uma carreira que me encanta porque faz a ligação entre a justiça e o povo. E minha vontade é essa: fazer essa ligação”

Juventude difícil

O interesse de Jhone em se formar é bem diferente da época de adolescência. Aos 18 anos, quando cursava o 1º ano do ensino médio, ele decidiu parar de estudar.

“Na verdade, parei mesmo por questão da juventude, nada de droga ou crime. Achava que o tempo não iria passar. Na época queria saber mais de festa, de jogar bola, não queria muita coisa pela vida”, admite.

O jovem conta que chegou a ter oportunidade de estudar gratuitamente em colégios particulares, mas refutou. “Eu me destacava porque jogava bem futebol, tive até a chance de estudar com bolsa, mas não quis. A maioria dos companheiros de que tenho conhecimento estão formados. O único que ficou estagnado fui eu”, disse.

A mudança para a capital ocorreu quando tinha 20 anos e estava responsável por sacar o dinheiro da aposentadoria de sua avó –à época internada em um hospital. “Fazia sempre tudo certinho, mas aí teve uma vez que –não sei o que deu– eu gastei o dinheiro. Foi então que eu vim para cá para casa da minha tia, que me recebeu como se nada tivesse acontecido. Foi aí que o negócio começou a se desenvolver”, conta ele.

A avó citada foi a mulher que criou Jhone. Ela morreu em 2011, mas não sem antes chegar a um entendimento com o neto. “Graças a Deus a gente superou, não teve mais nada”.

Quando chegou à capital, Jhone começou a trabalhar como servente de pedreiro. Depois, foi atuar em uma empresa de ferro. Em seguida, passou a atuar como motoboy. Foi quando decidiu ser autônomo.

A importância do casamento

Casado desde 2013 com Leyla Gabriele, 20, ele decidiu largar a vida de empregado e vender água de coco nos sinais.

“O casamento veio para me formar o caráter de homem que sou hoje. O que me motiva hoje a estar aqui é minha família”, afirma.

As vendas estavam fracas, e ele, inspirado em um amigo, decidiu vender amendoim. Hoje, sustenta a família vendendo 90 pacotes de “amendoins quentinhos” todos os dias. “Normalmente vendo tudo. Raramente volto com dois ou três para casa. Vendo cada pacote por R$ 2, mas faço três por R$ 5; é uma promoção”, conta. “Ganho mais que como motoboy”.

No ano passado, Jhone fez um supletivo e conseguiu o diploma do ensino médio, já pensando em cursar direito. Diz que gosta de ler e se informar, e por isso não espera dificuldade no curso de graduação.

Quando se formar, já tem decidido o que quer fazer na vida profissional. “Direito é uma carreira que me encanta porque faz a ligação entre a justiça e o povo. E minha vontade é essa: fazer essa ligação. Pretendo ser advogado na área trabalhista”, assegura.

Flica anuncia novo curador em 2017

0

Festa literária de Cachoeira ainda não tem data para acontecer

Publicado no IBahia

A 7ª edição da Festa Literária Internacional de Cachoeira tem um novo curador. O escritor e jornalista Tom Correia assumirá a função neste ano, ocupada em 2016 por Emmanuel Mirdad.

Tom Correia é o novo curador da Flica (Foto: Divulgação)

Tom Correia é o novo curador da Flica (Foto: Divulgação)

 

Autor de quatro livros individuais de contos e com participação em várias coletâneas, Tom iniciou sua trajetória ao vencer o Prêmio Braskem de Literatura com ‘Memorial dos medíocres’.

Consolidada como um dos maiores eventos literários do país, a Flica oferece diferentes atividades, a exemplo de lançamento de livros, exposições, apresentações artísticas, contação de histórias e saraus.

Flip 2017 anuncia escritora Scholastique Mukasonga, que escreveu sobre genocídio de Ruanda

0

Scholastique-Mukasonga-660x400

Publicado no IguaiMix

Título original: Scholastique Mukasonga é confirmada na Flip 2017

Autora vem pela primeira vez ao Brasil e terá dois livros, Nossa Senhora do Nilo e A Mulher dos Pés Descalços, traduzidos no país

O genocídio de Ruanda fez de mim uma escritora. Em 2004, quando tive coragem de ir à minha cidade-natal tomei consciência do meu compromisso com a memória, porque eu podia escrever.” Uma das vozes africanas mais premiadas hoje, Scholastique Mukasonga sobreviveu ao genocídio de Ruanda e, estabelecida na França, tornou-se escritora. Primeiro influenciada pela literatura da Shoah, iniciou uma série de livros autobiográficos com estreita ligação com a tragédia em seu país natal. Em 2010, publicou seu primeiro romance, Nossa Senhora do Nilo, vencedor do Ahmadou-Kourouma e do Renaudot, em 2012. A vida em Ruanda, os conflitos étnicos que culminaram com o genocídio em 1994, a família e a atuação feminina na reconstrução do país – Ruanda é hoje o único país do mundo a ter maioria feminina no Parlamento – compõem a ficção da escritora, que vem ao Brasil pela primeira vez para participar da Flip 2017, que acontece de 26 a 30 de julho em Paraty.

(Foto: C. Hélie © Editions Gallimard)

(Foto: C. Hélie © Editions Gallimard)

A autora

Nascida em 1956, Scholastique Mukasonga conviveu desde a infância com a violência e a discriminação oriundas dos conflitos étnicos em seu país.

Em 1960, sua família foi forçada a ir viver em Bugeresa, uma das áreas mais pobres e inóspitas de Ruanda. Anos depois, Mukasonga foi força a deixar a escola de serviço social em Butare e ir viver em Burundi.

Dois anos antes do genocídio em Ruanda, Mukasonga mudou-se para a França, onde vive até hoje e publicou, pela Gallimard, o livro autobiográfico Inyenzi ou les Cafards,que marcou sua entrada na literatura, em 2006. Foram publicados na sequencia La femme aux pieds nus, em 2008, e L’Iguifou, em 2010.

Seu primeiro romance, Notre-Dame du Nil, será publicado no Brasil com o título Nossa Senhora do Nilo e tradução de Marília Garcia pela Nós, por ocasião da Flip, marcando a estreia da autora no mercado brasileiro.

Ganhador dos prêmios Ahamadou Kourouma e do Renaudot em 2012 e dos prêmios Océans France Ô, em 2013, e do French Voices Award, em 2014, o romance se passa em Ruanda, num colégio de Ensino Médio para jovem meninas, situado no cume Congo-Nilo a 2500 metros de altitude, perto das fontes do grande rio egípcio, onde garotas de origem Tutsi são limitadas a 10% do corpo de alunos.

Além de Nossa Senhora do Nilo, a Nós publicará – também com tradução de Marília Garcia – o romance-memorialista La femme aux pieds nus (A Mulher de Pés Descalços), sobre o relacionamento da autora com sua mãe, que morreu com os pés descalços – contrariando a tradição local – pela ausência da filha.

“Scholastique Mukasonga é uma nova voz da África estabelecida com prestígio no circuito literário francês, o que quer dizer que temos livros que merecem ser lidos pela grande qualidade e, além disso, também temos uma autora com uma história de vida interessante e admirável de conhecer”, afirma a curadora da Flip 2017, Joselia Aguiar.

“A estreia da Scholastique Mukasonga no Brasil não poderia acontecer em um momento mais propicio, no qual o país se defronta com uma série de divisões que esgarçam o tecido social”, afirma Mauro Munhoz, diretor-geral da Flip. “A vinda da Scholastique permitirá a experiência de compreender a presença feminina na política em um contexto muito particular, como o de Ruanda.”

Flip 2017

A 15ª edição da Flip, com curadoria de Joselia Aguiar, homenageia o autor de “Recordações do escrivão Isaías Caminha” e Triste fim de Policarpo Quaresma, Lima Barreto, e já tem confirmados os nomes de Marlon James e Diamela Eltit.

Patronos 2017

O Programa de Patronos é um plano de mecenato voltado a pessoas físicas que apoiam a realização da Festa Literária Internacional de Paraty.

Além de contribuir para a viabilização dos 5 dias de evento, o patrono fomenta as ações educativas de permanência promovidas pela Flip no território.

Os benefícios incluem ingressos para a Programação Principal da Flip, convites para o coquetel de boas-vindas com a participação dos autores, e encontros com a curadora e com o diretor-geral da Flip, entre outras atividades.

Mais informações pelo e-mail [email protected]

Quem faz a Flip

A Casa Azul é uma organização da sociedade civil de interesse público e sem fins lucrativos que desenvolve projetos nas áreas de arquitetura, urbanismo, educação e cultura. Há mais de vinte anos, desenvolve ações capazes de potencializar importantes transformações no território, a exemplo da Flip. Em Paraty, onde a associação se originou, esse processo levou à realização de ações de permanência, como a Biblioteca Casa Azul e o Museu do Território de Paraty, que seguem em funcionamento durante todo o ano.

Patrocínio

A programação da Flip é realizada por meio da lei de incentivo à cultura do Ministério da Cultura do Governo Federal e conta com patrocínio do Itaú e de outras empresas e organizações em vias de captação.

22 livros que vão virar filme em 2017

0

poltrona-livros-filmes-2017_2-770x405

Paula Ramos no Poltrona Nerd

Ano novo, filmes novos.

2017 mal começou e já estamos de olho nos filmes que vêm por aí esse ano. Destes, muitos já têm suas histórias escritas em livros disponíveis em livrarias, e por isso, decidimos fazer uma lista dessas obras literárias que estarão nas telas de cinemas em breve.

1- Sete Minutos Depois da Meia Noite ( A Monster Calls )

389192-693x1024

Com data de lançamento logo no início do ano, a produção estreia no dia 05 de janeiro. Nele, conhecemos Conor, um garoto de 13 anos, mas já com muitos problemas na vida. Enquanto seu pai quase nunca está presente, a mãe sofre um um câncer em fase terminal. Sua avó está longe de estar entre as melhores do mundo e mesmo no colégio, é maltratado por seus colegas. É durante os sonhos que Conor foge da realidade, sonhando todas as noites com a mesma coisa: uma árvore enorme que lhe conta histórias, em troca de escutar as suas. Por mais que as conversas acarretem em consequências negativas na vida real, são elas que ajudam Conor a fugir para o mundo da fantasia.

2- The Bronx Bull

The-Bronx-Bull-Movie-Poster

Finalmente, Touro Indomável terá sua continuação, mesmo que não oficial. The Bronx Bull conta a história do boxeador Jake Lamotta (William Forsythe, no lugar de Robert DeNiro), após o sucesso e a decadência financeira. Lamotta vive com sua sexta esposa, Theresa Miller, levando uma vida tranquila e calma, enquanto relembra os erros do passado. Pensando nos problemas de sua juventude, ele pensa em uma maneira de repará-los, antes que não dê mais tempo. O elenco ainda tem Joe Mantegna, Natasha Henstridge, Paul Sorvino e Tom Sizemore. Estreia no dia 6 de janeiro.

3- Quatro Vidas de um Cachorro ( A Dog’s Purpose )

562395.png-r_1280_720-f_jpg-q_x-xxyxx

Apenas pelo nome já sabemos que vamos chorar, afinal, quem resiste a um filme sobre cachorros ? Baseado no livro homônimo de W. Bruce Cameron, a trama protagoniza o melhor amigo do homem em diversos momentos de sua vida. Um cachorro morre e reencarna diversas vezes na Terra, encontrando novas pessoas, novas casas e vivendo inúmeras aventuras, acreditando estar a procura de seu propósito. É assim que ele aborda a grande questão, o por que de estarmos aqui, vivos ? Já levem os lenços para o cinema no dia 26 de janeiro!

4- Estrelas Além do Tempo (Hidden Figures)

hidden_figures

A trama se passa em 1961, em plena Guerra Fria, onde Estados Unidos e União Soviética disputam a liderança na corrida espacial. Nesta mesma época, a sociedade estadunidense lida com uma cisão social entre brancos e negros, presente até mesmo na NASA, onde mulheres negras são obrigadas a trabalhar afastadas de brancos. Com um elenco composto por Taraji P. Henson (Empire), Octavia Spencer ( A Série Divergente ) e Janelle Monáe (cantora, compositora e bailarina), o filme já foi indicado para diversas premiações como o Critics Choice Awards e Hollywood Film Awards. Estreia no dia 02 de fevereiro.

5- Cinquenta Tons Mais Escuros (Fifty Shades Darker)

rs_560x887-160912094557-50tons

A aguardada sequência de Cinquenta Tons de Cinza finalmente chega aos cinemas. Baseado no livro homônimo de E. L. James, com direção de James Foley e protagonizado por Jamie Dornan e Dakota Johnson, a trama é continuação do filme de 2015. Dessa vez, o jogo virou e é Anastasia que está no comando. Christian não suporta o término por Anastasia e decide correr atrás da menina, pela primeira vez na vida. Grey passa a conhecer um novo estilo de relacionamento, assim como ela, que precisa decidir o que fazer com seu coração. Estreia no dia 09 de fevereiro.

6- A Lei da Noite (Live by Night)

images-691x1024

Estrelado, escrito, dirigido e co-produzido por Ben Affleck, o filme se baseia no livro de mesmo nome de Dennis Lehane, e se passa nas décadas de 1920 e 1930. O protagonista é Joe Coughlin, o filho pródigo do capitão de polícia de Boston,que se torna um contrabandista, contrabandista de bebidas alcóolicas e um notório gângster. Além de Affleck, o elenco conta com Elle Fanning, Brendan Gleeson, Zoe Saldana, Sienna Miller e muitos outros. Chega ao Brasil no dia 23 de fevereiro.

7- A Cabana (The Shack)

562395.png-r_1280_720-f_jpg-q_x-xxyxx-1

Finalmente, o livro A Cabana vai ganhar sua adaptação no cinema. Contando a história de Mackenzie Allen Philip, cuja vida virou de cabeça para baixo quando sua filha mais nova foi raptada, e sinais de que a criança tenha sido brutalmente assassinada surgem em uma cabana nas montanhas. Anos depois, um chamado misterioso surge para Mack e ele se vê voltando para a tal cabana para um fim de semana. É aí que sua vida muda completamente, mais uma vez, graças a suas crenças e religiões. Sam Worthington será Mack, e o elenco ainda conta com Octavia Spencer, Radha Mitchell, Graham Greene, Ryan Robbins e outros. Estreia no dia 06 de abril.

8- A Cidade Perdida de Z (The Lost City of Z)

MV5BODE1MzhlYmItOTQ3ZC00YTMyLTg1YjYtOTIwMDBhNzNiYThiL2ltYWdlL2ltYWdlXkEyXkFqcGdeQXVyNjUzMTg4MTA@._V1_

O filme se passa em 1925, onde um lendário explorador inglês chamado Percy Fawcett (Charlie Hunnam) resolve se aventurar na selva amazônica em busca de uma antiga civilização. O problema é que ele nunca mais foi visto. Percy e seu amigo Henry Costin (Robert Pattinson) viajam diversas vezes ao local antes do desaparecimento do explorador. Produzido pelo Amazon, a história se baseia em fatos reais e acontece na Floresta Amazônica do Brasil. O elenco conta ainda com Tom Holland, Sienna Miller e Angus Macfadyen, e deve chegar aos cinemas no dia 20 de abril.

9- O Zoológico de Varsóvia ( The Zookeeper’s Wife)

4ed8db3a114553b0b63ad78b05d20795

Mais um filme sobre a época do nazismo chega aos cinemas brasileiros em 2017, no dia 27 de abril. A história acontece na Polônia, em 1939, onde o zoológico de Varsóvia é mantido sob os cuidados de Jan Zabinski e sua esposa Antonina. Tudo ia bem, até a cidade ser invadida pelos nazistas, fazendo com que o casal passe a abrigar judeus em seu estabelecimento, para evitar que os mesmos sejam capturados. Com muitos animais mortos e estruturas destruídas, a tarefa pode parecer mais difícil do que parece. Jessica Chastain e Johan Heldenbergh farão os protagonistas, enquanto Daniel Bruhl interpreta um dos homens do regime opositor.

10- Extraordinário (Wonder)

jacob-tremblay-extraordinario-768x500

Provavelmente você conhece um menino chamado Jacob Tremblay. Ele fez muito sucesso após interpretar o jovem Jack, em O Quarto de Jack, filme candidato ao Oscar 2016. Tremblay está de volta aos cinemas, dessa vez como o jovem Auggie Pullman, protagonista do livro Extraordinário de R.J. Palacio. Auggie nasceu com um deformação facial e é obrigado a ir ao hospital com mais frequência do que uma criança de sua idade. Seu sonho ? Ser tratado como uma criança normal na nova escola, o que parece ser bem difícil. Além de Tremblay, o elenco é composto por Julia Roberts, Owen Wilson, Sônia Braga e Mandy Patinkin. Chega ao Brasil no dia 11 de maio.

11- The Circle

The-Circle-1-413x586

A produção já chama atenção pelo elenco que a compõe. Emma Watson, Tom Hanks, John Boyega e Karen Gillan são alguns dos nomes do filme, que fala sobre uma das empresas mais poderosas do planeta, cujo nome é o título da obra. A empresa é responsável por conectar os e-mails dos usuários com suas atividades diárias, como compras e outras coisas do dia a dia. Mae Holland (Watson) é contratada para trabalhar e fica ansiosa com a chance, mas logo percebe que pode ter entrado em uma grande cilada. The Circle estreia no dia 11 de maio.

12- Antes que Eu Vá ( Before I Fall )

Captura-de-Tela-2017-01-11-às-20.11.59

Samantha Kingston (Zoey Deutch) levava a vida perfeita para uma jovem de sua idade: o namorado mais cobiçado, três ótimas amigas e grande popularidade no colégio onde estuda (melhores lugares no refeitório e a melhor vaga no estacionamento). Tudo ia bem, até o dia 12 de fevereiro, data onde o conto de fadas teve seu abrupto fim. Não é a última chance de Samantha, porém, de viver sua vida. Ela ganha sete novas chances de reviver aquele dia e perceber, realmente, tudo o que perdeu. Chega aos cinemas no dia 25 de maio.

13- Guerra Mundial Z 2 ( World War Z II )

237529-768x1024

Ainda sem uma sinopse oficial disponível, o filme se trata de uma continuação de Guerra Mundial Z (de 2013), e conta mais uma vez com Brad Pitt no papel do protagonista Gerry Lane, um funcionário da ONU que viaja pelo mundo tentando descobrir o motivo e uma possível solução para a epidemia zumbi que está afetando o planeta. De acordo com o roteirista, a continuação (mais…)

Go to Top