Canal Pavablog no Youtube

Posts tagged 2017

Prêmio Sesc de Literatura abre inscrições para a edição 2017

0

97aa066dcc42404e7602768333af5659_L

Publicado no Paraíba Online

O Prêmio Sesc de Literatura, concurso que revela novos talentos da literatura nacional, está com inscrições abertas para mais uma edição. Até o dia 17 de fevereiro, os candidatos poderão concorrer nas categorias Conto e Romance.

Os vencedores têm suas obras publicadas pela editora Record, que é responsável pela edição e distribuição, com tiragem inicial de dois mil exemplares.

Para participar, os candidatos deverão apresentar os originais de romances e as coletâneas de contos inéditos. O autor poderá concorrer nas duas categorias desde que tenha obras nunca publicadas em ambas, inclusive em plataforma online. Neste caso, as inscrições serão realizadas separadamente.

O processo seletivo será realizado via internet, desde o envio de informações pessoais até a obra digitalizada. Todos os trabalhos são submetidos à avaliação das comissões julgadoras compostas por escritores, especialistas em literatura, jornalistas e críticos literários definidos pelo Sesc. Os vencedores serão anunciados em junho de 2017.

Franklin Carvalho e Mário Rodrigues foram os vencedores do Prêmio Sesc 2016, nas categorias Romance e Conto, respectivamente, com os livros ‘Céus e Terra’ e ‘Receita Para se Fazer um Monstro’.

“Ganhar foi a sensação de dever cumprido, além de abrir caminhos para que o meu trabalho seja divulgado em todo o país,. Essa conquista foi um importante reconhecimento à minha produção literária”, destaca Mário.

“Eu mesmo me indagava se alguém leria as alegorias que inventei. Sinto-me recompensado e com uma grande responsabilidade para os projetos futuros”, conclui o jornalista baiano Franklin Carvalho.

O edital completo estará disponível em www.sesc.com.br/premiosesc. Informações adicionais também podem ser obtidas pelo e-mail [email protected]

Sobre o Prêmio Sesc

Lançado pelo Sesc em 2003, o concurso identifica escritores inéditos, cujas obras possuam qualidade literária para edição e circulação nacional. Até agora já foram revelados 23 novos autores.

Além de inclui-los em programações literárias do Sesc, o Prêmio também abre uma porta do mercado editorial aos estreantes: os livros vencedores são publicados e distribuídos pela editora Record.

Mais do que oferecer uma oportunidade aos novos escritores, o Prêmio Sesc de Literatura cumpre um importante papel na área cultural, proporcionando uma renovação no panorama literário brasileiro.
FONTE: Ascom

Editora Autêntica lançará dois livros de Ferreira Gullar em 2017

0

6063f-url

 

Gabriela Sá Pessoa, na Folha de S.Paulo

Ferreira Gullar trabalhava em duas novas edições de suas obras, previstas para sair em 2017 pela Autêntica. A casa publicou, em 2015, a “Autobiografia Poética” do escritor.

O primeiro é uma reedição do livro infantil “Dr. Urubu e Outras Fábulas”, com ilustrações de Cláudio Martins e publicado originalmente em 2005. O segundo, uma coletânea de textos sobre crítica de arte publicados pelo poeta ao longo da vida —inclusive em suas colunas na “Ilustrada”.

Segundo a editora e amiga Maria Amélia Mello, que cuida da obra de Gullar há três décadas, os projetos eram encaminhados pelo próprio poeta e ele deu a última palavra sobre os mais de cem ensaios selecionados para o livro.

O autor de “Poema Sujo” (1975) morreu na manhã deste domingo (4), aos 86 anos. Seu corpo está sendo velado nesta noite na Biblioteca Nacional, no Rio, e seguirá em cortejo às 9h de segunda (5) até a Academia Brasileira de Letras, de que era membro.

“Ele deixou orientações, que vou repetir”, disse Mello. A editora conta que Gullar seguia trabalhando de seu leito no Hospital Copa D’Or, em Copacabana, onde ficou hospitalizado por 20 dias em razão de problemas respiratórios.

Em sua penúltima visita, há cerca de dez dias, “ele estava escrevendo, querendo saber das coisas. E assistindo televisão, expressando opinião. E rindo muito”. Ela o visitou no sábado (3), quando já o percebeu mais abatido e a saúde, debilitada. Segundo Claudia Ahimsa, mulher do poeta, ele disse no hospital: “Se você me ama, me deixa ir embora”.

Até a internação, Mello conta que Gullar seguia a rotina de sempre: usava o transporte público, ia sozinho à padaria e à banca de jornal, fazia as compras no supermercado, conhecia todos no bairro, desenrolava os próprios problemas. “Nos falávamos todos os dias. Quando passava quatro dias sem ligar porque minha vida enrolava, no próximo telefonema ele perguntava: ‘O que aconteceu? Por que você não me ligou? Está tudo bem?’.”

Gullar andava rápido, “naquele passo dele, o cabelo branco voando”. “O mais importante é essa trajetória: ele manteve a coerência, o que ele escreve é o que ele está pensando. Tinha a lucidez como norte da vida dele. Se o chamassem para ir a uma escola se encontrar com jovens, ele ia. A um grande evento, também. Não ficava enclausurado em casa, cheio de glórias. Você ligava na casa dele e ele mesmo atendia.”

Além dos dois livros previstos para 2017, o escritor aparecerá aos leitores em um DVD, encartado em nova edição da “Autobiografia Poética”. Dirigido por Zelito, o filme documental registra o poeta maranhense falando sobre a própria obra, filmado ao ar livre, mais jovem, nos anos 1980.

“Ele falava muito bem, além de ter uma voz muito bonita —não se esqueça que ele começou a vida como locutor de rádio”, diz Mello.

Game of Thrones | Autor tirará férias em 2017 para completar novo livro da saga

0

george-rr-martin

Caio Coletti, no Observatório do Cinema

George R.R. Martin avisou os fãs em seu blog pessoal que não vai fazer muitas aparições públicas ou encontro com os fãs em 2017 – tudo porque ele deseja se concentrar na finalização do novo livro da saga As Crônicas de Gelo e Fogo, de onde saiu a série Game of Thrones.

O volume intitulado Winds of Winter é aguardado há anos, mas Martin garantiu que de 2017 não passa: “Vou aparecer na Feira de Livros de Guadalajara e será minha última aparição em 2016. Minha agenda em 2017 será muito limitada até que eu complete Winds”, escreveu o ator.

Game of Thrones volta para sua sétima e penúltima temporada em meados de 2017.

Animais Fantásticos e Onde Habitam | Rocco anuncia lançamento de roteiro de filme

0

landscape-1477584622-cvxnmlowcaajemw

 

Livro chega às livrarias em abril de 2017. Obra é assinada por J.K Rowling.

Caio Soares, no Omelete

A Editora Rocco anunciou na manhã desta segunda-feira que irá lançar o roteiro oficial de Animais Fantásticos e Onde Habitam em abril de 2017. A obra, lançada na Inglaterra e nos Estados Unidos na semana passada, é assinada por J.K Rowling, roteirista e diretora criativa da franquia.

Animais Fantásticos e Onde Habitam, o primeiro de cinco filmes da nova franquia Harry Potter, já está em cartaz – leia a crítica. As duas primeiras continuações têm estreias previstas para 2018 e 2020.

Animais Fantásticos e Onde Habitam 2 está atualmente em pré-produção e começa suas gravações em julho, de acordo com o diretor David Yates. A continuação será ambientada em Paris, mas também deve ter cenas na Inglaterra, cenário habitual de Harry Potter.

3 livros que vão virar filme em 2017

0

Publicado no Cinema 10

Transportar a história de um livro para a telona nem sempre é missão fácil. Muitos amantes da literatura ficam inconformados com os “cortes” necessários para a adaptação, enquanto cinéfilos ressaltam a contribuição dos efeitos especiais e das grandes atuações para dar vida à história contada em papel.

Em 2016, grandes obras literárias foram revividas no cinema, como “A Garota No Trem”, “Alice Através do Espelho” e “Como eu Era Antes de Você”. No ano que vem, outras grandes obras também vão estrear como filme no Brasil.

Para você já ir se aquecendo, separamos a sinopse de três livros que serão adaptados para o cinema e ainda indicamos onde é possível comprá-los.

a-longa

A Longa Caminhada de Billy Lynn (Ben Fountain)

O livro Billy Lynn’s Long Halftime Walk, que ainda não foi traduzido para português, conta a história de Billy Lynn, soldado americano, de 19 anos, e seus companheiros de exército. Após serem filmados derrotando inimigos na guerra no Iraque, eles se transformam em sensação no YouTube. O governo os traz de volta para casa para uma turnê pelo país e, durante as últimas horas da visita, Billy vai se misturar com os ricos e poderosos, suportar a política e louvor de seus colegas americanos e se apaixonar. Porém, amanhã ele deve voltar para a guerra.

Vencedor do National Book Critics Circle Award, na categoria Ficção, o livro está a venda na Saraiva.

Conor (Lewis MacDougall) und das Monster

Conor (Lewis MacDougall) und das Monster

Sete Minutos Depois da Meia-Noite (Patrick Ness)

O livro, que pode ser encontrado na versão digital na Amazon, conta a história de Connor, um menino de 13 anos que sofre com a doença da mãe, os maltratos da avó e o bullying dos colegas. Todas as noites, Connor acorda de um terrível pesadelo e recebe a visita de um monstro-árvore, que promete o ajudar desde que o garoto nunca minta para ele.

Baseado na idéia de Siobhan Dowd, Sete minutos depois da meia-noite é uma história em que fantasia e realidade se misturam, em um livro que traz ilustrações lindíssimas que complementam a sensibilidade do texto.

DALLAS, TX - JULY 16:  John Green poses for a photo on the "Paper Towns" Get Lost Get Found tour at The Bomb Factory on July 16, 2015 in Dallas, Texas.  (Photo by Cooper Neill/Getty Images for Allied-THA)

Deixe a Neve Cair (Jhon Green, Maureen Johnson e Lauren Myracle)

Dividido em três histórias distintas que se cruzam em algum momento – O Expresso Jubileu, O Milagre da Torcida de Natal e O Santo Padroeiro dos Porcos – o livro traz contos que acontecem na véspera de Natal e têm como pano de fundo uma forte nevasca. Com uma leitura leve, a obra é voltada para o público adolescente, mas combina bem com um fim de semana na praia. Você pode comprá-lo na Americanas.com.

Aproveite as dicas para renovar os livros de cabeceira. Não se esqueça que comprando pelo Méliuz você tem acesso a cupons de desconto exclusivos e ainda recebe de volta, em dinheiro, uma parte do valor gasto (cashback).

Por Marcos Magalhães

Go to Top