Posts tagged 50 Tons de Cinza

Novo livro de Cinquenta Tons de Cinza é lançado

0

Publicado no Correio do Estado

grey31E.L. James, autora britânica da série de livros eróticos “Cinquenta Tons de Cinza”, celebra o nascimento de seu famoso personagem nesta quinta-feira, dia 18, com o lançamento de seu novo livro, “Grey”, que já parece destinado a se tornar um best-seller.

A editora Vintage Books disse que a demanda pelo livro, contado do ponto de vista do magnata Christian Grey, tem sido consistente com os outros livros da trilogia, os quais venderam mais de 125 milhões de cópias em todo o mundo.

A Vintage, uma divisão do Knopf Doubleday Publishing Group, planeja ter 1 milhão de cópias prontas para vendas nas livrarias.

“Grey” ficou no topo da lista de pré-encomendas da livraria online Kindle, da Amazon, e as vendas dispararam quando o livro eletrônico for lançado à meia-noite dessa quinta.

O título também será publicado na Grã-Bretanha e em áudio, além de contar com versões em língua espanhola.

“É a maior pré-encomenda do ano”, disse Sara Nelson, diretora editorial da Amazon.com. “Eu ficarei muito surpresa se não for um best-seller”.

“Cinquenta Tons” terá quarto livro em 18 de junho, com perspectiva de Grey

0

Publicado no UOL

Capa de "Grey", novo livro de E.L. James

Capa de “Grey”, novo livro de E.L. James

O best-seller “Cinquenta Tons de Cinza” ganhará uma nova sequência no dia 18 de junho, segundo a autora britânica E.L. James. Intitulado “Grey”, o quarto livro da série é narrado a partir do ponto de vista do rico e poderoso empresário Christian Grey, e não mais sob a perspectiva da estudante Anastasia Steele. As informações são do site norte-americano “Deadline”.

A data de lançamento da publicação nos Estados Unidos coincidirá com o “aniversário” do fictício personagem Grey. De acordo com a autora, esse foi um pedido dos fãs, e o público agora terá a chance de entrar na cabeça do bilionário e entender melhor suas ideias e preferências sadomasoquistas.

“Christian é um personagem complexo. E os leitores sempre ficaram fascinados por seus desejos e motivações, e por seu passado conturbado. Além disso, como qualquer um que já esteve em um relacionamento bem sabe, há dois lados para cada história. Tem sido um grande prazer voltar à minha escrita, estar com Christian e Ana em seu universo, e trabalhar com a equipe fantástica da [editora] Vintage”, diz E.L. James.

O novo livro também será lançado em e-book e em espanhol. Os três anteriores – “Cinquenta Tons de Cinza”, “Cinquenta Tons Mais Escuros” e “Cinquenta Tons de Liberdade” – já venderam mais de 125 milhões de exemplares em todo o mundo (mais de 5,5 milhões só no Brasil) desde que foram publicados. Isso torna a trilogia um dos maiores sucessos literários de todos os tempos.

O primeiro filme da série, dirigido por Sam Taylor-Johnson e lançado em fevereiro de 2015, foi a produção mais vista no Brasil no primeiro trimestre do ano, segundo dados da Ancine (Agência Nacional do Cinema). O longa custou US$ 40 milhões e já arrecadou quase US$ 560 milhões.

As outras duas adaptações para o cinema, “Cinquenta Tons Mais Escuros” e “Cinquenta Tons de Liberdade, devem ser lançadas em 2017 e 2018, respectivamente.

Cinquenta Tons Mais Escuros: Marido de E.L. James pode ser o novo roteirista da franquia

0

50tons-NiallLeonard

Publicado no Cinema10

Parece que a sequência de Cinquenta Tons de Cinza contará com um novo roteirista! A escritora dos livros, E.L. James, que havia sido apontava pelos rumores como roteirista do projeto, não ocupará o cargo, sendo substituída por seu marido.

Download-Cinquenta-Tons-Mais-EscurosO marido de E.L. James é Niall Leonard é um autor e roteirista e, segundo informações do The Hollywood Reporter, foi o escolhido para roteirizar Cinquenta Tons Mais Escuros. Os trabalhos mais importantes de Leonard foram nas séries televisivas Air Force One Is Down e Wire In The Blood.

Como já é de conhecimento geral dos fãs, James teve algumas diferenças com a diretora Sam Taylor-Johnson e com a roteirista Kelly Marcel durante a produção do primeiro filme e, aparentemente, Leonard chegou a fazer um trabalho (não creditado) no roteiro. Nem Sam Taylor-Johnson, nem Kelly Marcel devem retornar no segundo filme.

Espera-se também que Jamie Dornan e Dakota Johnson, que interpretam o casal central da trama, retornem para Cinquenta Tons Mais Escuros, visto que permanecem em fase de negociação.

Cinquenta Tons Mais Escuros tem estreia prevista para 2017, mas a data de lançamento ainda não foi definida.

Motel no Acre se inspira em ’50 Tons de Cinza’ e abre suíte com jaula

0

Motel-no-Acre-se-inspira-em-50-Tons-de-Cinza-e-abre-suíte-com-jaula

Quarto tem grades e cadeados; em São Paulo, outro motel abriu a “suíte da dor”.

Publicado no Almanaque

Um motel na cidade de Cruzeiro do Sul, no Acre, lançou uma suíte inspirada no filme “Cinquenta Tons de Cinza” (2014). O ambiente lembra uma prisão, com grade e cadeados.

O proprietário do motel, José Davi, disse ao site “G1″ que o faturamento aumentou 40% depois que abriu o novo quarto.

“Tivemos a necessidade de mudanças, de criatividade, de sair da mesmice. Você não pode fazer nada melhor porque aí onera preço e fica complicado”, afirmou o empresário.

Em São Paulo, o motel Classe A abriu a “suíte da dor”, que teve inspiração na franquia de livros da autora E.L. James.

A mobília é inteiramente vermelha e o estabelecimento disponibiliza chicotes, algemas e máscaras aos clientes.

O filme dirigido por Sam Taylor-Johnson segue em cartaz nos cinemas brasileiros. Até o último domingo (29), o longa arrecadou R$ 87,1 mil na bilheteria nacional.

“Cinquenta Tons de Cinza” é a produção mais assistida em 2015 no País, de acordo com os dados do site “Filme B”.

’50 Tons’: após briga com autora, diretora deixa franquia

0
Sam Taylor-Johnson é a diretora escolhida para o filme Cinquenta Tons de Cinza(Divulgação/VEJA)

Sam Taylor-Johnson é a diretora escolhida para o filme Cinquenta Tons de Cinza(Divulgação/VEJA)

Publicado na Veja

Depois de uma série de desentendimentos com a escritora E. L. James, a diretora britânica Sam Taylor-Johnson, responsável por transformar em filme o primeiro livro da série best-seller de James, a erótica Cinquenta Tons de Cinza, pediu para sair da franquia. Controladora, a autora da trilogia não teria dado liberdade suficiente para que Sam Taylor-Johnson fizesse do seu livro um filme decente — no sentido da qualidade, não moral. Alguns diálogos, por exemplo, foram fiéis aos do livro — e provocaram risos na plateia do Festival de Berlim.

“Ter dirigido Cinquenta Tons de Cinza foi uma viagem intensa e incrível pela qual sou muito grata. Gostaria de agradecer ao estúdio Universal por isso”, declarou Taylor-Johnson em comunicado enviado ao site americano Deadline, na noite desta quarta-feira. “Fiz amizades próximas e duradouras com o elenco, os produtores, a equipe e, especialmente, com Dakota (Johnson) e Jamie (Dornan) e, embora não esteja mais ligada à série, não desejo nada se não sucesso às sequências.”

De acordo com o jornal britânico The Guardian, a roteirista do primeiro filme, Kelly Marcel, também está de saída, e pelo mesmo motivo — desentendimento com E. L. James, que agora terá ainda mais controle sobre a produção. Embora não se sabia por enquanto quem tomará as rédeas do projeto, está confirmado que Dakota Johnson voltará a encarnar a jovem Anastasia Steele e que Jamie Dornan interpretará outra vez o multimilionário Christian Grey. A adaptação cinematográfica do primeiro dos livros de E.L. James arrecadou cerca de 560 milhões de dólares no mundo todo.

Go to Top