Projeto assinado pelo escritório Alberto Caiola Design funciona como livraria, café e loja de móveis (Foto: Reprodução)

Projetos impressionam pelo toque de ousadia ao repensar a experiência da compra de livros

Maria Beatriz Gonçalves, na Casa e Jardim

A combinação de livraria e café é bastante comum mundo afora. Mas dois projetos recentes na China redefiniram o conceito de livraria contemporânea com consideráveis níveis de ousadia.

Multifuncionais, os arcos funcionam como divisores de espaço, como estante e até apoio para o caixa. (Foto: Reprodução)

Na Harbook, em Hangzhou, o escritório Alberto Caiola Design criou arcos que são o grande destaque do projeto. Multifuncionais, eles são usados como divisores de espaço, como estante e até apoio para o caixa. Com 600 m², o espaço é dividido em livraria, café e showroom de móveis de design.

Outra livraria bem enfeitada e extravagante é a rede do editor de livros Jin Hao, de Xangai. Para enfrentar a concorrência (vinda principalmente das lojas virtuais), Jin convidou o designer Li Xiang, da XL-Muse, para ajudá-lo a reimaginar o espaço de 930 m². Tetos espelhados e estantes coloridas marcam os abientes inspirados na natureza.

Tetos espelhados e estantes coloridas marcam o espaço, inspirado na natureza. (Foto: Reprodução) 

Não importa se os livros estão em decadência ou voltando com tudo, são dois lugares para gastar um tempo a mais.