Canal Pavablog no Youtube

Posts tagged Alice no País das Maravilhas

Nova biografia de Lewis Carroll nega suposta pedofilia do escritor

0

Ainda em vida, autor de ‘Alice no país das maravilhas’ era alvo de acusações sobre abuso de menores

Lewis Carroll carregou fama de um homem interessado por garotas pequenas, apesar de supostas provas serem confusas - Acervo / Lewis Carroll Society

Lewis Carroll carregou fama de um homem interessado por garotas pequenas, apesar de supostas provas serem confusas – Acervo / Lewis Carroll Society

Publicado em O Globo

RIO – Uma nova biografia sobre Lewis Carroll promete mudar a opinião de muita gente sobre a imagem do autor como um suposto pedófilo. Com pesquisa de 40 anos, cartas e relatos inéditos que supostamente colocariam abaixo a tese de que o autor de “Alice no país das maravilhas” tinha “interesse doentio por meninas”, “Lewis Carroll: the man and the circle”, de Edward Wakeling, sai no fim do ano.

Longe de ser a primeira obra que se debruça sobre a vida do escritor, a nova biografia se debruça em uma base de mais de 6 mil correspondências e relatos e nega que Carroll fotografasse meninas nuas, entre outras acusações. Entre os arquivos, estão material escrito por Alice Liddell, a menina que inspirou a personagem Alice.

No livro, Wakeling (especialista na história do autor e ex-diretor da Lewis Carroll Society) se volta para o círculo social de Carroll para preencher lacunas deixadas pelas biografias anteriores. Além dos textos, o autor expõe milhares de documentos que colecionou ao longo de quatro décadas para escrever o livro.

“Carroll se dava bem instantaneamente com crianças. Ele queria educá-las. Especialmente as meninas, a quem considerava um desperdício de talento por não irem à escola”, disse ele ao ‘Guardian‘. “A mortalidade na época era alta. Pais queriam ter registros dos filhos, por conta disso. Querendo retratá-los como anjos, eles geralmente apareciam nus. Ele tirou cerca de 30 destas, mas sugerir que foram centenas, por interesse próprio, é errado.”

Wakeling também criticou biografias anteriores, que se guiaram por “boatos”, segundo ele.

Curiosidades Literárias: Alice – a verdadeira história

0

A verdadeira história de Alice, a personagem do livro “Alice no País das Maravilhas

1

Imagem da verdadeira Alice, protagonista do livro

Publicado por Eu amo leitura

Voce reconhece essa frase:
” Um presente de natal para uma criança querida em memória de um dia de verão”

Apesar dessa frase estar inclusa dentro de um livro muito famoso, você certamente jamais a leu por um motivo muito simples, ela não consta em nenhuma obra que foi publicada, e se encontra na capa do manuscrito de “Alice no País das Maravilhas” publicada por Lewis Carrol em 1865.

Antes de passar para o papel sua história, Carrol, em um passeio de barco pelo Rio Tâmisa, começou a conversar com os 03 filhos do vice-chanceler da Universidade de Oxford, e para distrai-los começou a contar uma história que só estava dentro da sua cabeça. Uma das filhas se chamava Alice Pleasance Lidell, que inspirou a criaçao da personagem principal.

Tudo isso aconteceu no verão de 1862, e Alice pediu que Carrol escrevesse esse livro para ela.
Depois desse passeio Carrol e Alice se tornaram inseparaveis.

Agora eu lhes pergunto, o que vocês fariam se sua filha de 7 anos se tornasse inesperadamente amiga de um escritor esquisitão de 31 anos fazendo com ele demorados passeios de canoa e posando para seus retratos artísticos? Em vez de chamar a polícia – como qualquer família normal – a de Alice Pleasance Liddell incentivou seu relacionamento com Charles Dodgson, um escritor que assinava como Lewis Carroll. E a menina acabou sendo a musa inspiradora dos clássicos Alice no País das Maravilhas (1865) e Através do Espelho (1871) – este inclusive termina com um poema em que as primeiras letras de cada estrofe formam o nome da menina. Até hoje não é claro o que exatamente estava rolando entre a menina e o escritor. Especula-se, e ninguém poderia deixar de especular, que havia uma paixão, consumada ou não. Sempre se acreditou que, quando ele deixou de frequentar a casa dos Liddell subitamente, em 1863, foi porque os pais de Alice haviam resolvido dar um basta naquele relacionamento inapropriado. Mas documentos descobertos pela biógrafa Karoline Leach mostram que Carroll talvez fosse tão simpático com Alice e suas irmãs porque estava interessado mesmo era na governanta da casa.

Mas independente das fofocas, o fato é que, dois anos depois, Carrol cumpriu o prometido e entregou um livro de 90 páginas,todo escrito a mao e com 37 ilustraçoes. Ao ver o livro, seus amigos , encantados com a história insistiram para que ele publicasse.Carrol então, fez algumas pequenas mudanças, e o livro foi publicado em 1865.

Muitos anos depois, Alice precisou vender seu manuscrito em um leilao

Hoje o manuscrito encontra-se na British Library em Londres, que disponibilizou na internet o manuscrito para quem quiser conhecer : http://www.bl.uk/onlinegallery/ttp/alice/accessible/introduction.html

Amazon cria jogo social para o Facebook

0

Publicado por Veja

‘Living Classics’ é um game que recria ícones da literatura, como ‘Alice no País das Maravilhas’ e ‘O Mágico de Oz’

Captura de tela de ‘Living Classics’ (Reprodução)

A Amazon lançou nesta semana o seu primeiro jogo social: o Living Classics. O título, disponível no Facebook, foi desenvolvido pelo veterano game designer Jonathan Tweet.

O jogo é do estilo Point and Click, que consiste em clicar com o mouse em objetos em movimento no cenário o mais rápido possível. O puzzle, que reproduz cenas de clássicos da literatura, como Alice no País das Maravilhas e o O Mágico de Oz, é um trabalho da Amazon Game Studios, divisão da companhia voltada ao desenvolvimento de títulos eletrônicos. Para marcar pontos

O mercado acredita que a nova aposta da gigante do varejo está relacionada ao seu tablet, o Kindle Fire, lançado nos Estados Unidos em 2011 e sem previsão de chegar ao Brasil. Para analistas, o objetivo da companhia é transformar o hardware em uma nova plataforma de jogos sob demanda.

A explicação da Amazon para o interesse na área de jogos sociais é curiosa: “Sabemos que muitos de nossos usuários jogam games – incluindo os games sociais gratuitos – e graças ao know-how da Amazon, acreditamos ser capazes de oferecer uma experiência de jogo acessível, que pode ser explorada por nossos consumidores o tempo todo”, publicou a companhia em seu blog oficial.

Entretenimento é um dos grandes pilares da empresa, que já disponibiliza um vasto ambiente de computação em nuvem e infraestrutura de hospedagem, amplamente utilizado na venda e download de conteúdo digital.

dica do Jarbas Aragão

Go to Top