Posts tagged Amazon Brasil

Os 10 livros mais vendidos em 2015 na Amazon Brasil

0
O Mundo de Gelo e Fogo: o livro de George R. R. Martin foi o décimo mais vendido no site

O Mundo de Gelo e Fogo: o livro de George R. R. Martin foi o décimo mais vendido no site

Marina Demartini, na Exame

São Paulo – A Amazon divulgou a lista dos dez livros impressos mais vendidos em 2015 no Brasil. O clássico O Pequeno Príncipe, do escritor Antoine de Saint-Exupéry, encabeçou o ranking, que é composto, em sua maioria, por livros de ficção. O único autor brasileiro que faz parte da classificação é Augusto Cury com seu livro Ansiedade.

Além dos impressos, a empresa também divulgou o ranking dos dez livros digitais mais vendidos na loja Kindle no ano passado. Grey, de E. L. James, que também está na lista anterior, conquistou o quinto lugar da classificação.

Segundo a Amazon, as listas foram criadas com base na quantidade de unidades vendidas pelo site da empresa no Brasil (amazon.com.br) nos últimos 12 meses.
Confira abaixo os dez livros impressos mais vendidos em 2015:

1. O Pequeno Príncipe – Edição de Luxo, por Antoine de Saint-Exupéry

2. Jardim Secreto. Livro de Colorir e Caça ao Tesouro Antiestresse, por Johanna Basford

3. Batman – O Cavaleiro das Trevas – Volume 1, por Frank Miller

4. Sherlock Holmes – Caixa, por Arthur Conan Doyle

5. Guerra Civil, por Mark Millar

6. Sapiens. Uma Breve História da Humanidade, por Yuval Noah Harari

7. Ansiedade, por Augusto Cury

8. Grey: Cinquenta Tons de Cinza Pelos Olhos de Christian, por E. L. James

9. O Demonologista, por Andrew Pyper

10. O Mundo de Gelo e Fogo, por George R. R. Martin

Os 10 livros digitais mais vendidos em 2015 na loja Kindle, da Amazon:

1. Scrum – A Arte de Fazer o Dobro de Trabalho na Metade do Tempo, por Jeff Sutherland

2. 23 Hábitos Anti-Procrastinação: Como Deixar de Ser Preguiçoso e Ter Resultados Em Sua Vida, por S.J. Scott

3. 1808: Como uma rainha louca, um príncipe medroso e uma corte corrupta enganaram Napoleão e mudaram a História de Portugal e do Brasil, por Laurentino Gomes

4. Uma breve história do tempo, por Stephen Hawking

5. Grey (Cinquenta tons de cinza), por E. L. James

6. Função CEO – A Descoberta da Verdade: A Descoberta da Verdade, por Tatiana Amaral

7. A Mágica da Arrumação: A arte japonesa de colocar ordem na sua casa e na sua vida, por Marie Kondo

8. O Poder do Hábito: Por que fazemos o que fazemos na vida e nos negócios, por Charles Duhigg

9. Guia Politicamente Incorreto da História do Mundo, por Leandro Narloch

10. As Espiãs do Dia D: Um Suspense Inspirado em História Real, por Ken Follet

Amazon e Nestlé darão livros digitais em caixas de bombom

0

11100617739157-t1200x480

Rodney Eloy, no Pesquisa Mundi

A Amazon e a Nestlé anunciaram ontem o projeto Bombom de Ler, uma promoção que incentiva a leitura facilitando o acesso a livros digitais. Por meio dessa parceria inédita, clientes que comprarem caixas de bombom Nestlé e Garoto terão a oportunidade de escolher um dentre dez best-sellers em eBooks disponíveis no site da promoção para baixar gratuitamente e ler em um eReader Kindle, ou qualquer computador, smartphone ou tablet.

Ao todo, serão 30 milhões de caixas distribuídas em mais de 5 mil pontos de venda do Brasil. O lançamento chega para impulsionar as vendas das caixas de bombom Nestlé e Garoto para o Natal, o mais importante período sazonal para o mercado brasileiro, e agregar valor às caixas de bombons, tradicionalmente utilizadas como forma de presentear. Esta é uma oportunidade singular de fazer com que milhões de consumidores possam ter acesso à leitura de grandes títulos gratuitamente.

A Nestlé escolheu as populares caixas de bombons para a parceria inovadora com a Amazon, pois as embalagens reúnem diversas marcas consagradas de chocolates ao tempo que permitem que o consumidor escolha um livro entre os dez best-sellers oferecidos.
Publicidade

Fomentando a leitura no Brasil

“A Nestlé e a Amazon estão unindo forças para promover a leitura para qualquer brasileiro que compre os bombons neste fim de ano. Chocolates e livros são sempre excelentes presentes, e estamos oferecendo aos nossos clientes dois presentes em uma única caixa, bombons e livros digitais. Estamos muito felizes por ter a Nestlé como uma grande parceira para fomentar o hábito da leitura no Brasil”, diz Alex Szapiro, Country Manager da Amazon.

“Os clientes que baixarem os livros também terão a opção de testar o serviço Kindle Unlimited gratuitamente por 30 dias. Esta é a união perfeita da doçura dos chocolates Nestlé com o prazer do ato de ler”, continua Szapiro.

“Para a Nestlé, a ação ‘Bombom de Ler’ marca mais um capítulo da relação de afeto construída com os consumidores brasileiros ao longo de toda a sua história. Por meio da parceria com a Amazon, a companhia atua como facilitadora do acesso e reforça a tradição da busca constante por inovação, aproveitando o potencial de disseminação da leitura por meio de eBooks”, comenta Liberato Milo, Head da Unidade de Chocolates da Nestlé.

11100236311152

Mecânica da promoção

Para participar, é simples: após comprar as caixas de bombons das marcas Nestlé ou Garoto, o consumidor deverá entrar no site da ação através deste link, escolher um dos dez títulos selecionados e digitar o código impresso dentro das caixas. Os consumidores (mais…)

Amazon Brasil cria Book Friday, a Black Friday dos livros

0
Amazon: empresa criou a Book Friday, com descontos de até 80% em livros

Amazon: empresa criou a Book Friday, com descontos de até 80% em livros. Andrew Harrer/Bloomberg

Victor Caputo, na Exame

São Paulo – A Amazon Brasil anunciou hoje a criação de uma data de liquidação para livros. Inspirada no evento Black Friday (uma sexta-feira do mês de novembro), a promoção será chamada de Book Friday.

A ideia é oferecer descontos de até 80% em 25 mil livros impressos e digitais comprados na varejista online. Ao adquirir qualquer livro, o consumidor ainda ganhará um vale de 100 reais de desconto para ser usado na compra de um Kindle ou Kindle Paperwhite Wi-Fi.

Qualquer livro quer dizer qualquer livro mesmo. Mesmo a compra de um título custando cinco reais dará o vale desconto.

“Queremos fazer dessa data uma promoção anual”, disse a EXAME.com Daniel Mazini, gerente geral de livros impressos da Amazon no Brasil. A data foi criada aqui no Brasil e inicialmente será exclusiva do nosso mercado. “Nós comunicamos essa ideia para a sede e eles gostaram muito”, diz Mazini.

Para organizar a promoção, a Amazon criou uma página especial. Ela pode ser encontrada neste link. A liquidação vai de hoje até sexta-feira desta semana.

Durante a data, os valores mínimos para que o cliente não pague pelo frete serão menores. Qualquer compra a partir de 39 reais implicará frete grátis para qualquer região do país – em dias normais, é preciso comprar 69 reais para não pagar frete para as regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste, e 99 reais para não pagar frete para as regiões Norte e Nordeste do país.

Além dos descontos, a Book Friday servirá como comemoração para a Amazon. Neste mês de agosto, a empresa completa um ano com site no ar vendendo livros para clientes no Brasil.

Questionei Mazini sobre a posição do Brasil dentro dos países nos quais a Amazon atua. Ele me disse que esses são números que a empresa não abre – a Amazon, diga-se de passagem, é famosa por ser muito fechada com jornalistas.

O que se percebe da nova liquidação, é que a Amazon espera impulsionar as vendas do Kindle – oferecer os cem reais de desconto é uma forma de incentivar que consumidores comprem o gadget.
Maior livraria do país

Na conversa, Mazini afirmou que hoje a Amazon pode se colocar como a maior livraria do país sem receio. Isso acontece graças a uma expansão realizada nesta semana.

A empresa apresentou números impressionantes. O catálogo agora conta com 2,7 milhões de livros digitais (deles, 60 mil em português) e 10 milhões de livros impressos (170 mil em português).

O acervo de livros importados passou por uma grande expansão. A Amazon continuará com sua nova política de vender livros importados como se fossem nacionais.

Antes, era preciso fazer a compra na amazon.com. Para isso, o consumidor precisava de um cartão internacional – sobre a cobrança ainda incidia o IOF (imposto para compras em outras moedas).

Agora, a Amazon faz as conversões internamente. O consumidor pode pagar com um cartão de crédito nacional – com isso, fica isento da cobrança do IOF.

Amazon Brasil começa a vender livros importados a preços melhores que os das livrarias

0
Imagem via Brittany Stevens

Imagem via Brittany Stevens

Publicado no GIZMODO

A Amazon não dorme em serviço. Depois de assustar as livrarias com seus preços mais baixos para os livros nacionais e com o início da venda de livros físicos, a loja começou hoje a vender livros importados a preços mais competitivos que os praticados nas grandes redes de livrarias brasileiras. Se você já tentou comprar um livro importado, provavelmente levou um susto com os preços que são cobrados por aqui — e não nos esqueçamos que livros são isentos de impostos de importação.

Ao que tudo indica, a Amazon passará a dominar o mercado de livros importados por aqui, principalmente se mantiverem a política de revisão constante de preços e promoções agressivas. O catálogo de livros físicos importados da Amazon Brasil saltou de 10.000 para 100.000 títulos disponíveis e as vendas começaram hoje. De acordo com o Estadão, comprar livros importados na Amazon Brasil será como comprá-los nas Amazons dos outros países, mas sem o frete internacional ou o pagamento do IOF.

Então se você está precisando comprar um livro importado para o trabalho ou a faculdade, ou se simplesmente gosta de ler as versões originais, dê uma olhada nos títulos que já estão disponíveis na loja.

Kindle Unlimited, o serviço de aluguel de e-books da Amazon chega ao Brasil

0

Kindle Unlimited, o serviço de aluguel de e-books da Amazon chega ao Brasil

Pelo preço de R$ 19,90 por mês, você terá à disposição mais de 700 mil títulos

Felipe Alencar, no Mobile Expert

Na semana passada a Amazon Brasil pegou todos de surpresa ao lançar o serviço Kindle Unlimited no país. Se você não sabe do que se trata, explicamos. O Kindle Unlimited foi lançado em junho nos EUA e, por uma taxa mensal, te permite ler qualquer livro em qualquer um dos dispositivos ou aplicativos Kindle que você tenha em casa. Funciona mais ou menos como o Netflix, só que ao invés de filmes e séries, você tem livros. Não à toa esse serviço foi apelidado de “Netflix dos Livros”.

Nos Estados Unidos os usuários pagam US$ 10 por mês e podem ler quantos livros quiserem. No Brasil, a Amazon fixou o preço da mensalidade em R$ 19,90 o que, se convertido, sai mais barato que a mensalidade praticada na terra do Tio Sam. E, como não podia deixar de ser, você tem um período de testes gratuito de 30 dias antes de efetivamente começar a pagar pelo Kindle Unlimited. A Amazon informa que mais de 700 mil títulos estão disponíveis no serviço. Porém, a grande maioria está em inglês, com alguns títulos em francês, alemão e espanhol. Desses 700 mil livros, apenas 12 mil se encontram em português, dentre eles podemos citar toda a saga Harry Potter, Diário de um Banana 1 e 2; As Crônicas de Gelo e Fogo; Guia Politicamente Incorreto da História do Brasil e outros.

Kindle Unlimited, o serviço de aluguel de e-books da Amazon chega ao Brasil

Neste começo, porém, as ofertas são poucas e de editoras pouco conhecidas. Todas as grandes e conhecidas editoras, tais como L&PM, Novo Conceito, Objetiva, Planeta, Record, Rocco, Sextante, Companhia das Letras, Intrínseca e Ediouro não fecharam com a Amazon. Pelo menos neste começo. O resultado disso é que nenhum dos livros mais populares atualmente fazem parte do acervo do Kindle Unlimited. Das editoras que fizeram parceria com a Amazon, podemos citar: Gente, Globo, LeYa, PandaBooks, Universo dos Livros, Vergara & Riba (V&R) e Zahar.

A coisa melhora se você dominar o idioma inglês, onde o leque de opções é bem maior, onde temos a saga O Senhor dos Anéis; Jogos Vorazes; 2001: Uma Odisséia no Espaço; contos do Stephen King e uma série de livros não-ficção. Para ler um livro no Kindle Unlimited, basta clicar no botão “Leia de Graça” na tela de compra do livro. Assim, ele automaticamente será baixado para seu dispositivo e estará disponível para leitura. Os livros “alugados” no Kindle Unlimited podem ser sincronizados com até 6 dispositivos, tanto outros aparelhos Kindle, quanto PCs e gadgets rodando iOS ou Android e que estejam com o app Kindle instalados.

Não há prazo de “entrega” do livro. Você pode ficar com ele o quanto quiser. A única limitação é que você só pode “alugar” 10 livros simultâneamente. Se quiser pegar mais, terá que devolver um. Mas acho que ninguém lê 10 livros de uma vez só, né? A tendência é que o número de títulos cresça e o serviço se torne mais atraente com a entrada das grandes editoras.

Go to Top