Escola E3

Posts tagged arrumação

 

Por categorias ou por cores? É hora de organizar seus livros

0

Atenção, ‘spoiler’: se seguir esses conselhos precisará se desfazer de alguns exemplares

Brenda Valverde, no El País

María Gallay foi encarregada de transportar a biblioteca de uma família de Madri a Málaga. A organizadora profissional, que se dedica a ajudar as pessoas a resolverem o caos que às vezes surge quanto existem muitas coisas em casa, empacotou e etiquetou cada livro seguindo escrupulosamente a ordem em que se localizavam na biblioteca de origem, sem que ninguém lhe pedisse: poetas de um lado, dramaturgias em outra caixa, os autores de ficção separados do resto… A surpresa da dona dos livros foi tal ao descobri-lo que Gallay lembra disso como uma das histórias mais gratificantes de seu trabalho.

Os livros são esses colegas de apartamento que vão se apoderando de seu espaço pouco a pouco, e ainda que fique anos sem folheá-los eles continuam acumulando pó em cada uma de suas páginas. Talvez ocorra o mesmo com você, armazena livros e livros sem nenhum tipo de critério, de suas obras favoritas àquele que te presentearam uma vez em uma promoção e nunca mais entrou em seus planos de leitura. É muito difícil desfazer-se de livros, por isso manter sua biblioteca em ordem é fundamental para dilatar o máximo possível esse dramático momento.

“O melhor desse tipo de trabalho é que pelo menos os livros são retos, são mais fáceis de organizar do que outras coisas”, brinca Gallay, que já está há 15 anos nesse serviço. A especialista afirma que a cumplicidade com os clientes é fundamental para realizar o trabalho: “As bibliotecas precisam ser, principalmente, práticas, o dono deve reconhecer os livros, saber como procurá-los e, o mais importante, como devolvê-los ao seu local correto”.

Ainda que cada um tenha seus palpites no momento de organizar as coisas alheias, Pilar Quintana nos revela quatro passos básicos para criar um sistema de organização duradouro e eficaz.

1. Tirar tudo

Mas tudo mesmo. De acordo com a especialista, só percebemos o que temos quando vemos o conjunto.

2. Fazer pequenas pilhas

De um lado, agrupamos os livros dos quais queremos nos desfazer, os que estão muito usados e em mau estado. Quintana recomenda fazer uma segunda pilha com livros para doação, diz que as pessoas sentem-se bem ao saber que seus livros terão uma segunda vida e que além disso estão ajudando nesse sentido (lares de idosos, regiões desfavorecidas…).

Para uma terceira pilha vão os livros que você quer dar de presente a alguém (“coloque seu nome”, caso contrário, é bem provável que nunca saiam de sua casa, afirma a especialista) e em uma quarta divisão coloque os que quer vender.

A quinta pilha é o que vale: os livros que ficam com você (continuamos!).

3. Estabelecer categorias e designar espaços

Assim que você definir as leituras que se salvam das indicações e devem continuar em sua biblioteca, deve separar os livros por categorias, tal como recomenda a guru japonesa Marie Kondo, e ao mesmo tempo determinar em quais espaços colocará essas categorias. “Uma estante por categoria é o melhor”, recomenda Quintana.

4. Arrumando!

Chegou o grande momento, colocar cada livro no espaço adequado…, mas como? Por cores? Por tamanhos? Por ordem alfabética? Dá na mesma? (como daria na mesma, você está há um minuto lendo um artigo sobre como organizar sua biblioteca!).

A primeira coisa a se pensar é como você reconhece seus livros. Alguns são mais visuais, pessoas que sabem perfeitamente em qual editora compraram cada exemplar, leitores que se negam a misturar poesia com romance…

Priorizando a estética. As cores dos livros podem ser um critério no momento de organizar sua biblioteca. Não é uma opção muito prática, mas indubitavelmente é a mais efetiva se você for dos que se lembram que um livro é amarelo, mas não do nome do autor.

Pablo López Navarro, integrante do estúdio de decoração Casa Josephine, nos conta que nunca se deve utilizar critérios decorativos para organizar uma biblioteca, mas que podemos introduzir detalhes que façam desse espaço um ambiente mais cálido. “Elementos têxteis, fotografias e plantas” são excelentes para conviver com nossos livros, afirma.

Por tamanho. Os especialistas da ordem revelam que uma das regras de ouro para organizar livros é que os mais altos ficam à esquerda e os menores do lado direito da estante. A sensação de ordem é maior.

Por categoria. Distribuir suas leituras por categorias (não ficção, romances, livros acadêmicos…) pode ajudar a encontrar de maneira bem rápida o livro que você precisa. Quintana recomenda etiquetar as estantes se temos muitos livros acumulados.

Dentro de nossa ordem não é preciso colocar todos os livros na vertical, alterná-los com pilhas horizontais pode ser útil se os espaços não forem muito altos.

Uma mistura das três anteriores. Se você quer unir o critério mais prático sem desligá-lo do estético, comece por organizar sua biblioteca por categorias e na sequência tente agrupar os livros por cores e tamanhos sem que destoem muito entre eles, para conseguir uma harmonia estética e prática.

E se depois de ler tudo isso você perdeu a vontade de organizar seus livros, mostramos algumas fotos de bibliotecas bonitas para que você aproveite as dos outros.

 

 

Aprenda 5 formas de organizar sua estante

0

livros

Confira métodos e ideias para você otimizar o seu espaço de maneira organizada.

Joe Silva, no Blasting News

Para os viciados em leitura, que tem o seu próprio cantinho literário ou sua biblioteca particular, a arrumação de seu espaço é totalmente pessoal e única. Ou seja, “cada um no seu quadrado”. Mas quando se trata de organização, para saber onde localizar seus livros favoritos com mais facilidade, é preciso manter um certo padrão. Os tipos mais comuns de arquivamento são:

MÉTODO ALFABÉTICO

Esse é o método mais simples, fácil, lógico e prático, porque obedecendo a ordem alfabética, não será trabalhoso a execução de trabalho do arquivamento e muito menos difícil encontrar sua localização. No caso dos livros, você pode optar por seguir a ordem alfabética por nome dos autores. Confira o exemplo:

Adam Blake

Carlos Ruiz Zafón

Cecelia Ahern

Emily Giffin

Ethan Gilsdorf

Holly Black

Marian Keyes

Leslye Walton

Lisa Jewell

MÉTODO ALFABÉTICO POR INDEXAÇÃO

O método alfabético por indexação consiste em nada além de utilizar a primeira letra do último nome do autor para organizá-los em ordem alfabética. Para esse tipo de organização, você terá um pouco mais de trabalho. Veja:

Ahern, Cecelia

Black, Holly

Blake, Adam

Giffin, Emily

Gilsdorf, Ethan

Jewell, Lisa

Keyes, Marian

Zafón, Carlos Ruiz

Walton, Leslye

MÉTODO NUMÉRICO SIMPLES

Consiste em numerar cada livro e manter um registro dele à parte, seja em um arquivo de computador (planilha do Excel) ou anotando em um caderno. Nesse método será organizado os livros por ordem de entrada, sem nenhuma consideração à ordem alfabética dos mesmo, dispensando assim qualquer planejamento anterior.

Para isso, basta confeccionar etiquetas de números (arábicos ou romanos) com a quantidade de livros que vai organizar e fixe-as nas lombadas dos livros, mantendo posteriormente o registro em sua lista.

ORGANIZAÇÃO POR CORES

Ter uma biblioteca já é algo mágico, imagina fazer dela um grande arco-íris para deixar seu espaço bem mais divertido e colorido. Este método privilegia o efeito que as lombadas dão na estante. Muitas delas são com cores iguais ou similares que, combinadas, poderão formar uma linha de matizes nas prateleiras. Para isso, é só usar um pouco (mais…)

 

9 ideias para organizar livros

0

Ter muitos livros pode – mas não precisa – ser sinônimo de bagunça. Com as dicas a seguir, você organiza sua coleção e foge do lugar-comum
Stephanie Durante, na Casa e Jardim

 

organizar livros

Dos dois lados: a estante, criada pelo designer de interiores Marcel Steiner, tem 50 cm de profundidade e permite que as lombadas dos livros fiquem voltadas para o escritório ou para o corredor (Foto: Lufe Gomes/Editora Globo)

 

organizar livros

Apoio incomum: a designer de interiores Marilia Campos Veiga aproveitou o desnível na sala de estar e criou, nas costas do sofá, uma estante que funciona como guarda-corpo: um uso esperto de marcenaria. (Foto: Edu Castello/Editora Globo)

 

organizar livros

Só uma espiadinha: que tal deixar os exemplares abertos? Apoiados sobre o banco de madeira, eles despertam a curiosidade de quem passa pelo hall de entrada e convidam a dar uma folheada. Engastado na parede, o móvel, executado pela Brumatti, foi projetado pelo escritório Cyntia Issa & Rogério Cruz Arquitetura e Interiores em parceria com as designers de interiores Silvia Cavalcanti e Flavia Torres (Foto: MCA Estúdio/Editora Globo)

 

organizar livros

Em blocos: Nesta sala de TV projetada pela designer de interiores Maristela Gorayeb, os livros, revistas e objetos estão divididos em três prateleiras que correm pela parede principal, sem tocar nas laterais. Para driblar a monotonia, siga o exemplo da foto: organize os exemplares ora deitados, ora em pé (Foto: Lufe Gomes/ Editora Globo)

 

organizar livros

Só a janela livre: o espaço até então inutilizado nas laterais da janela deste quarto foi ocupado por duas estantes sob medida, desenhadas pelo arquiteto Gustavo Calazans e executadas pela Bricel Móveis. Com 27 cm de profundidade, elas abrigam a enorme coleção de livros do casal de moradores, ambos jornalistas (Foto: Lufe Gomes/ Editora Globo)

 

organizar livros

Biblioteca móvel: o carrinho plataforma saiu do estoque da Micasa e foi direto para a sala de estar do empresário Houssein Jarouche, dono da loja. A peça, utilizada para a movimentação de cargas, agora expõe livros de arte (Foto: Edu Castello/ Editora Globo)

 

organizar livros

Ar de galeria: com nichos de diversos tamanhos, a estante modular acomoda os livros de viagens e fotografia do morador. No projeto do designer Paulo Azeco, os exemplares são expostos com a capa para frente, como se fossem quadros (Foto: Lufe Gomes/Editora Globo)

 

organizar livros

Alto lá: boa dica para ambientes com pé-direito generoso: neste projeto do arquiteto Gustavo Calazans, uma prateleira alta, quase no teto, deixa os livros de culinária por perto, porém protegidos, e mantém a cozinha organizada (Foto: Edu Castello/ Editora Globo)

 

organizar livros

Local improvável: o sofá em L, da Miniloft, é composto por dois módulos, sendo que um deles tem um braço avantajado, formando uma espécie de mesa de apoio. No projeto da arquiteta Monica Drucker, a moradora Gabriela tirou proveito dessa característica do móvel e colocou ali alguns livros de decoração (Foto: Lufe Gomes/ Editora Globo)

Go to Top