Canal Pavablog no Youtube

Posts tagged Assim

Sem saber escrever próprio nome, aluno será aprovado em escola do AM

0

Publicado no G1

Preocupado com o futuro do neto, o comerciante Antônio Marques, de 55 anos, tenta reforçar os estudos do neto em casa. Aos nove anos, o garoto não sabe escrever o próprio nome e tem dificuldades de fazer operações básicas de Matemática. Segundo o comerciante, o aluno será aprovado em uma escola pública de Manaus para o terceiro ano do Ensino Fundamental.

Sob o olhar atento do avô, o garoto procura aprender em casa os ensinamentos repassados na escola. No boletim, ele apresenta boas notas, mas na prática o resultado é diferente: contas de somar e subtrair ainda são desafios para o menino. A situação gera preocupação no avô.

Menino não consegue escrever o próprio nome, segundo avô (Foto: Reprodução/TV Amazonas)

“Um prédio não pode começar a ser construído do quinto andar, tem que ter a base. Esse menino não tem base alguma. Ele não sabe nem assinar o nome. Não dá para ser ninguém assim”, disse.

Em 2010, o Ministério da Educação (MEC) decidiu que o processo de alfabetização seria contínuo. Nos três primeiros anos, nenhum aluno pode ser reprovado. Para o neto de Antônio Marques e muitas outras crianças, o resultado disso é ‘prejuízo na certa’. É o pensa a psicopedagoga Ivone dos Reis, que há 30 anos lida com crianças que possuem déficit de atenção.

Segundo a profissional, há males irreparáveis se a criança não conseguir aprender o assunto da escola. “Muitos professores em sala de aula, pouca estrutura para se trabalhar. Os pais deveriam exigir a reprovação se constatassem que as crianças não estão aptas a seguir na escola”, explicou.

Esse é o medo de Antônio Marques. O sonho de ver o neto, órfão de pai, se tornar um adulto bem sucedido, não pode parar. Ele contou que a família não teve muitas oportunidades. “Eu sonho em vê-lo concluir o Ensino Médio e entrar na faculdade”, afirmou.

Por meio de nota, a Secretaria Municipal de Educação (Semed) informou que conforme estabelece a resolução do MEC, por meio do Conselho Nacional de Educação Básica, nº 7, de 14 de dezembro de 2010, o processo de alfabetização é contínuo e que deve ser concluído ao final dos três anos iniciais do Ensino Fundamental.

Promoção: “As 25 leis bíblicas do sucesso”

41


A Sextante lançará em breve “As 25 leis bíblicas do sucesso”, o novo livro de William Douglas e Rubens Teixeira. O prefácio da obra foi escrito por Eike Batista.

Vamos sortear 3 exemplares no dia 22/11 e o resultado será divulgado aqui e no Twitter (perfil @livrosepessoas) às 23:59h.

Para participar é muito fácil:

  • Siga os perfis: @livrosepessoas e @sextante
  • Deixe apenas 1 comentário neste post, mencionando seu perfil do Twitter (ex.: @livrosepessoas)

Após a divulgação do resultado, os ganhadores terão 48 horas para enviar seus dados completos. O prazo de entrega do livro é de 30 dias.

Boa sorte! =)

Parabéns aos ganhadores: Thiago Felício, Camila Vasconcelos e Deosdete P. Silva!!! =)

SC: casa de menina que escreve diário da escola é apedrejada

0

Avó da menina, Rosa Leal, 65 anos, foi atingida por pedra. Ela passa bem

Publicado originalmente no Terra

A casa da menina Isadora Faber, que mantém um diário no Facebook no qual relata o dia a dia – inclusive com os problemas – da escola onde estuda em Florianópolis, foi apedrejada na noite de segunda-feira. Segundo a mãe da adolescente, Mel Faber, a família estava na rua quando ocorreu a agressão e a avó da menina, Rosa Leal, 65 anos, que usa cadeira de rodas devido a uma doença degenerativa, foi atingida.

“Foi tudo em função do Diário de Classe (a página de Isadora no Facebook). Não tem jeito, as pessoas não conseguem argumentar”, diz a mãe. Mel explica que Rosa passa bem. Ela diz ainda que o marido foi ameaçado nesta terça-feira.

A mãe de Isadora afirma que ela e o marido já foram à polícia prestar queixa e pedir proteção para a menina – que estaria sendo ameaçada pela filha do pintor na escola – e para a avó. Mel diz que pretende falar com seu advogado para dar para tomar as devidas procedências. “Quero que sejam tomadas todas as medidas judiciais cabíveis”, diz ela.

A menina começou a escrever sobre as ameaças em outubro. A jovem diz que elas teriam relação um homem chamado de “Francisco”, que teria recebido dinheiro do colégio para pintar a quadra do local, mas não fez o serviço. “Já faz um tempo tem uma garota que fica me ameaçando toda hora na escola, dizendo que vai me bater, me chamando de ridícula entre outras coisas (…) Ela (a diretora) falou que essa pessoa é FILHA DO SEU FRANCISCO, aquele da pintura. Falou que ela deve estar assim por causa das minhas postagens do ‘Seu Francisco’ e dos comentários que fazem “, diz a adolescente em sua página.

Isadora começou a postar sobre o problema na quadra no final de setembro na página do Diário de Classe. “Desde a volta das férias, pergunto para direção a situação da pintura da quadra. As tintas para pintura estão na sala da diretora faz 2 anos, elas tem vencimento em novembro de 2012.”

O Terra não conseguiu contatar ninguém na escola para falar sobre o assunto.

Go to Top