Canal Pavablog no Youtube

Posts tagged Atores

Cate Blanchett e Kit Harrington leem poema para ajudar refugiados

0
A atriz Cate Blanchett em vídeo da ONU (Reprodução/Acnur/VEJA.com)

A atriz Cate Blanchett em vídeo da ONU (Reprodução/Acnur/VEJA.com)

 

No filme promocional da agência da ONU para os refugiados, os atores leem o poema ‘O Que Eles Levaram Consigo’, de Jenifer Toksvig

Publicado na Veja

Um time de celebridades está procurando chamar atenção para o sofrimento dos refugiados em um vídeo no qual leem um poema que lista objetos que as pessoas levaram quando tiveram que fugir de seus lares. Vencedora de um Oscar, a atriz Cate Blanchett lidera um elenco que inclui Keira Knightley, Stanley Tucci, Chiwetel Ejiofor, Jesse Eisenberg e Kit Harrington na leitura do poema “What They Took With Them (O Que Eles Levaram Consigo, em inglês)” no filme, que o Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (Acnur) divulgou no Facebook nesta segunda-feira.

Escrito por Jenifer Toksvig, o poema foi inspirado pelas histórias e testemunhos de pessoas que fugiram de casa e pelos itens que levaram consigo. Entre os objetos mencionados pelos atores estão uma carteira, um boletim de serviço do Exército, um certificado de conclusão do ensino secundário, um celular, chaves de casa e uma bandeira nacional.

“O ritmo e as palavras do poema ecoam o frenesi, o caos e o terror de ser forçado subitamente a abandonar seu lar, pegar o pouco que você consegue carregar consigo e fugir em busca de segurança”, disse Cate, embaixadora da Boa Vontade do Acnur, em um comunicado. O Acnur informa que a petição está pedindo que os governos garantam acesso a lugares seguros onde os refugiados possam morar e ter acesso a educação e trabalho.

(Com agência Reuters)

Celebridades do cinema que já escreveram livros

0

Fábio Mourão, no Dito pelo Maldito

Nem todo livro escrito por uma estrela de cinema é necessariamente uma autobiografia. Disso as livrarias já estão abarrotadas, com inúmeras publicações de atores chorosos contando suas histórias tristes. Felizmente algumas celebridades tem mais que isso para nos apresentar, e escondido entre as prateleiras das lojas, se esconde diversos títulos escritos por artistas que esboçam talento também do outro lado da câmera. Embora alguns desses livros soem mais como uma boa ideia que foi mal executada, outros são surpreendentemente bons. A ponto de ter chegado a lista dos mais vendidos.

Aqui estão alguns livros escritos por celebridades do cinema que, de uma forma ou de outra, merecem a sua atenção, mesmo que você não goste do trabalho deles na telona.

junto 1

Gillian Anderson – Uma Visão do Fogo
Quando ela não está negando a existência de vida extraterrestre em Arquivo X, Gillian Anderson está reclusa em seu sótão escrevendo livros. O seu primeiro trabalho foi recebido com entusiasmo pelos fãs que encontraram em sua escrita uma narrativa densa, facilmente relacionada a série que protagonizou.

Em meio a um incidente diplomático que pode ter consequências catastróficas para o mundo oriental como o conhecemos, acompanhamos a especialista Caitlin O’Hara, psicóloga infantil contratada sob sigilo absoluto por um renomado embaixador que, após passar pelo trauma de uma tentativa de assassinato, vê a sua filha desenvolver estranhas atitudes após o acontecimento. A jovem Maanik começa a se autoflagelar, falar línguas obscuras e cometer outras excentricidades dignas da menina do filme ‘O Exorista’. Enquanto luta para salvar a própria filha, o embaixador Ganak Pawar precisa agir como representante da Índia no palco das Nações Unidas para evitar uma tensa guerra nuclear que arma suas trincheiras contra o Paquistão na região da Caxemira.

Com o tempo, a psicóloga O´Hara vem a descobrir que Maanik não é a única jovem a apresentar esses sintomas, e logo surge dezenas de outros jovens com problemas similares em lugares diferentes do mundo. E agora eles podem estar lidando com uma questão bem mais nociva do que as armas nucleares apontadas para os seus países.
O primeiro romance de Gillian Anderson, protagonista da série Arquivo X no papel da agente Scully, é um thriller de ficção científica de proporções épicas (Editora Leya).

junto 2

Ethan Hawke – Quarta-Feira de Cinzas
Esse é o segundo livro do ator indicado ao Oscar, Ethan Hawke. Uma história que modela os seus personagens cofiantes no cinema, e um roteiro digno de ser transformado em filme.

Escrito pelo ator de cinema Ethan Hawke, que estrelou o filme ‘Sociedade dos Poetas Mortos’, ‘Quarta-Feira de Cinzas’ é um romance ágil e envolvente, que mostra os bastidores de um relacionamento tumultuado, algo muito comum na sociedade americana do século XXI.

Protagonizado por um casal de personagens que se amam, mas acabam se separando, o autor mostra, primeiramente como Jimmy e Christy sobrevivem separados. Ele afoga suas mágoas em bebidas e drogas, enquanto ela tenta fugir de tudo e voltar para o Texas, onde passou grande parte de sua vida. (Editora Ediouro)

junto 3

Chris Colfer – Terra De Histórias: O Feitiço Do Desejo
Apesar de ter apenas 25 anos de idade, Chris Colfer, mais conhecido como o Kurt Hummel da série de TV Glee, está estabelecendo uma reputação literária para coincidir com sua premiada carreira de ator.

Os irmãos gêmeos Alex e Conner estão vivendo os piores dias de suas vidas. Para tentar alegrá-los, no aniversário de 12 anos, a avó os presenteia com o antigo livro de histórias que o pai costumava ler para eles, quando crianças, antes de dormir. E a magia volta a tomar conta da vida dos dois – de verdade! Assim como Alice chegou ao País das Maravilhas após cair num buraco do coelho, Alex e Conner são sugados pelo livro e vão parar dentro do mundo dos contos de fadas. Lá, descobrem o que aconteceu com os personagens após o “E foram felizes para sempre!”. Cachinhos Dourados, por exemplo, é uma fugitiva, Chapeuzinho Vermelho tem seu próprio reino e Cinderela, agora rainha, está prestes a se tornar mãe.

Mesmo em meio a tantas surpresas, os gêmeos não têm tempo a perder: precisam voltar para casa antes que o livro se feche e a mãe dê queixa do desaparecimento deles. Para que o Feitiço do Desejo se cumpra, Alex e Conner têm de desvendar as pistas deixadas em um diário. Eles só não podiam imaginar que mais alguém estava no rastro e faria de tudo para atravessar para o mundo real no lugar deles: a Rainha Diabólica. (Editora Benvirá)

junto 4

Steve Martin – Nascido para Matar… De Rir
Steve Martin passou décadas nos arrancando risadas com filmes que povoaram a Sessão da Tarde, e conseguiu manter a mesma pegada agindo como escritor. Além de produzir ensaios excelentes, ele também surpreende passeando por diversos outros gêneros, incluindo o infantil.

Em meados dos anos 70. o nome de Steve Martin estourou no cenário da comédia nos Estados Unidos. Em 1978, ele já atraia as maiores plateias da história da stand-up comedy. Em 1981. deixou os palcos para sempre. O que este livro conta, nas palavras do próprio Martin, é “por que eu fui parar na stand-up e por que eu sai de lá”. Martin mostra todo o sacrifício, disciplina e originalidade que fizeram dele um ícone e que continuam transparecendo no seu trabalho até hoje. Um livro muito divertido. Uma obra-prima de quem leva a sério a profissão de fazer rir.

Diferente da imagem louca que cultivamos de Martin pelo seu trabalho na TV, neste livro ele revela-se com um homem reservado, pensativo e com um apetite voraz por conhecimento em diversas áreas. Suas memórias com certeza irão surpreendê-lo. (Matrix Editora)

junto 5

Hugh Laurie – O Vendedor de Armas
O ator Hugh Laurie estava tão preocupado com o seu trabalho na série House, que ele inicialmente apresentou a sua primeira publicação sob um pseudônimo. Mas logo a aclamação universal do livro trouxe o homem mais conhecido como Dr. Gregory House para fora do seu casulo.

Quando Thomas Lang, ex-militar de elite, recebe uma proposta de 100 mil doláres para assassinar um empresário norte-americano, ele decide alertar a futura vítima – uma boa ação que não ficará impune. Em questão de horas, Lang terá de se defender com uma estátua de Buda, jogar cartas com bilionários impiedosos e colocar sua vida nas mãos de mulheres fatais, enquanto tenta salvar uma linda moça e impedir um banho de sangue mundial.

Encontramos nesta história muito do que se vê em um episódio de House, o mau espiríto salvador e a réplica assassina de Hugh Laurie, a serviço de uma intriga apaixonante e de um personagem memorável. Um ator que saiba escrever bem é algo raro, mas Hugh Laurie, misturando humor com uma eficácia hollywoodiana, faz uma entrada talentosa no mundo da literatura. (Editora Planeta)

evangeline-lilly-capa-livro-divulgacao

Evangeline Lilly – Os Molambolengos
Evangeline Lilly é uma atriz conhecida por seus importantes papéis tal como a Kate, na premiada série Lost, a elfa Tauriel de O Hobbit, e a Vespa em Homem-Formiga, mas o que muitos não sabem, é que ela também atua como escritora.

Selma é uma garotinha esperta, mas muito mimada. Um dia Selma encontra, por acaso, uma colorida banda de marionetes, Os Molambolengos, que vão ensiná-la que nem sempre as coisas acontecem do jeito que ela quer.

Evangeline Lilly é mais conhecida por seu trabalho como atriz, mas sua paixão mais antiga é a escrita. Os Molambolengos é seu primeiro livro. Ilustrado por Johnny Fraser-Allen, essa excêntrica e visualmente encantadora fábula vai agradar tanto crianças quanto adultos. (Editora Aleph)

junto 7

Marlon Brando – Fan-Tan
Mais conhecido como o eterno Padrinho do clássico O Poderoso Chefão, o charmoso ator Marlon Brando também já se aventurou pela literatura com esse romance único que resume bem diversos papéis dele no passado.

Fan-Tan e uma obra inédita, saída diretamente da imaginação de um ator que e uma verdadeira lenda: Marlon Brando. Escrito a partir de um roteiro de cinema, o romance tem todas as características de um filme épico. Uma incrível historia de pirataria no seculo XX, que traz todos os elementos de uma boa aventura: perigos no mar, vinganca, prisioneiros rebeldes, criminosas sedutoras e lugares paradisíacos. Um enredo repleto de opostos: amor e ódio, covardia e coragem, lealdade e traição, que revela os tormentos e desejos da alma deste ator brilhante e enigmático. (Editora Nova Fronteira)

17 livros escritos por famosos e que vale a pena ler

0
Fernanda Torres também já escreveu livros Créditos: Reprodução

Fernanda Torres também já escreveu livros
Créditos: Reprodução

Confira obras de autores que também fazem sucesso fora do âmbito literário

Publicado no Guia da Semana

O universo literário está recheado de grandes e incríveis escritores. Entretanto, muitos deles são famosos por outras atividades e não pela literatura. Pensando nisso, o Guia da Semana lista alguns livros incríveis escritos por famosos e que vale a pena a leitura. Confira:

Muitas pessoas só conhecem o lado de Chico Buarque cantor. Entretanto, além de músico, é também dramaturgo e escritor. Dois de seus livros – “Leite Derramado” e “Budapeste” – ganharam o Prêmio Jabuti de Melhor Romance.

chico-buarque-bw

O IRMÃO ALEMÃO

É um romance em busca da verdade e dos afetos. O autor já publicou os romances “Estorvo”, “Benjamim”, “Budapeste” e “Leite derramado”, que lhe renderam três prêmios Jabuti e venderam quase um milhão de exemplares, ficando por meses nas listas de livros mais vendidos do país. Ele também é autor de peças como “Roda viva” e “Ópera do malandro”. A narrativa de Chico se faz mais daquilo que escorre entre as palavras do que com as verdades que elas costuram. […] Ele está entre os grandes narradores brasileiros contemporâneos.


LEITE DERRAMADO

Um homem muito velho está num leito de hospital. Membro de uma tradicional família brasileira, ele desfia, num monólogo dirigido à filha, às enfermeiras e a quem quiser ouvir, a história de sua linhagem desde os ancestrais portugueses, passando por um barão do Império, um senador da Primeira República, até o tataraneto, garotão do Rio de Janeiro atual. Uma saga familiar caracterizada pela decadência social e econômica, tendo como pano de fundo a história do Brasil dos últimos dois séculos. A imagem de capa do livro foi desenvolvida em duas versões – nas cores branca e laranja.

BUDAPESTE

Ao concluir a autobiografia romanceada ‘O ginógrafo’, a pedido de um bizarro executivo alemão que fez carreira no Rio de Janeiro, José Costa, um ghost-writer de talento fora do comum, se vê diante de um impasse criativo e existencial. Meio sem querer, vai parar em Budapeste, onde buscará a redenção no idioma húngaro, segundo as más línguas, a única língua que o diabo respeita. Narrado em primeira pessoa, combinando alta densidade narrativa com um senso de humor muito particular, é a história de um homem exaurido por seu próprio talento, que se vê emparedado entre duas cidades, duas mulheres, dois livros, duas línguas e uma série de outros pares simétricos que conferem ao texto o caráter de espelhamento que permeia todo o romance.

2014-776044698-2014-772864978-2014120299744-jpg-20141202-jpg-20141214

Além de arrasar nas telas de televisão – seja apresentando o Saia Justa, em novelas ou filmes – Maria Ribeiro também dirigiu um documentário e escreveu seu primeiro livro recentemente. Com crônicas incríveis e deliciosas, a atriz, apresentadora e jornalista nos transporta para seus pensamentos sobre pequenas (e grandes) coisas do dia a dia.

TRINTA E OITO E MEIO

Estas crônicas, reflexões e desabafos, escritos com curiosidade sem fim, mas também com senso de humor, mostram os bastidores da cabeça e do coração de Maria Ribeiro. A atriz, que confessa, neste livro, o seu interesse (se não mesmo obsessão) pelas histórias dos outros, junta, em ‘Trinta e oito e meio’, textos que escreveu nos últimos anos, e que, com as ilustrações de Rita Wainer, formam um inesperado diário e um guia de viagem pela sua vida.

28out2013-maite-proenca-posa-para-o-calendario-calendario-da-campanha-cabeleireiros-contra-aids-as-fotos-foram-feitas-no-copacabana-palace-1382990860267-1920x1080

Atriz e apresentadora, Maitê Proença também já deixou sua marca na literatura. Com 3 livros publicados, aborda temas simples, com uma escrita gostosa e um texto fluido.

ENTRE OSSOS E A ESCRITA

As memórias do passado distante ou do presente imediato, a sabedoria e as dores do amadurecimento, a indignação da cidadã e os encontros e desencontros do amor e do sexo foram a matéria-prima de sua estréia na literatura, em 2005. Nesta edição ampliada, Maitê mostra como se apossou do texto como forma de expressão – o que não é fácil para alguém que trabalha e vive para o texto dos outros.

TODO VICIOS

Stella, uma bela e madura atriz e escultora, se apaixona por João, um publicitário cinquentão, feio e viciado em remédios tarja preta. A partir desse encontro, Maitê Proença escreveu a bela trama de ‘Todo vícios’. Essa paixão improvável torna-se um retrato de um tipo de relacionamento cada vez mais comum nesses dias em que as redes sociais substituíram o contato profundo. Alternando as perspectivas de Stella e João, Maitê descreve um caso de amor que não rompe a superfície, em que mensagens de celular substituem o diálogo. Além de uma profunda análise do momento presente, ela consegue a proeza de inserir no enredo um tempero de thriller.

É DURO SER CABRA NA ETIÓPIA

Maitê Proença agora se lança na aventura de organizar um livro interativo e multiautoral, desde a sua concepção. A partir de um blog, a autora reuniu a contribuição, textos e imagens de anônimos (agora revelados) a grandes escritores, como Carlos Heitor Cony e Tatiana Salem Levy, e muitos outros, costurados pelas reflexões e provocações de Maitê.

miguelfalabella

Se houvesse uma categoria para definir aquele tipo de pessoa que arrasa em tudo o que faz, Miguel Falabella, sem dúvidas, estaria no topo da lista. Famoso por suas atuações e peças de teatro, também marca presença nos livros e, como era de se esperar, também é um sucesso como escritor.

VIVENDO EM VOZ ALTA

Memórias podem ajudar a viver com sabedoria. E se elas vierem acompanhadas de muita emoção, podem ajudar a tornar a vida mais pulsante. Em ‘Vivendo em Voz Alta’, Miguel Falabella escreve na velocidade de suas emoções e procura se abrir. Um cachorro branco, frutas da infância, (mais…)

Primeira foto do novo elenco de Harry Potter é revelada

0

l-r_harry_potter_jamie_parker_albus_potter_sam_clemmett_ginny_potter_poppy_miller

Elenco principal será estrelado por Jamie Parker, Poppy Miller e Sam Clemmett

Publico em O Fuxico

A saga de livros de Harry Potter conquistaram o mundo inteiro com a sua história e, principalmente, pelos seus personagens nos filmes, estrelados por Daniel Radcliffe, Emma Watson e Rupert Grint.

Com o último filme exibido em 2011, os fãs receberam recentemente a notícia de que a trama teria uma sequência inédita, chamada Harry Potter And The Cursed Child, sendo essa, uma peça teatral.

Nesta terça-feira (31), o site Pottermore, de J.K Rowling, autora da história, divulgou as primeiras fotos do elenco que dará vida aos novos personagens, dessa vez com a história focada em Albus Potter, interpretado por Sam Clemmett , filho de Harry e Gina, vivida por Poppy Miller.

“É apenas icônico. São histórias que as pessoas viveram por toda a vida e cresceram com elas e agora são adultos que vão voltar à história deonde pararam e eu sou um deles. De alguma forma você não precisa mais do que a cicatriz e os óculos, é tipo ‘é isso aí’ e eu realmente não sei como colocar isso em palavras, é apenas imensamente excitante e eu mal posso esperar para mostrar isso para as pessoas.”, disse Jamie Parker, que dará vida ao Harry Potter adulto.

310126

310124

310125

Equipe de ‘Big Bang Theory’ dará bolsa de estudo em universidade

0

big_bang_535

Publicado no Radar Cultural

A equipe de The Big Bang Theory vai oferecer uma bolsa de estudos a alunos de graduação de baixa renda da Universidade da Califórnia em Los Angeles (UCLA). O anúncio foi feito nesta semana pelo próprio site da instituição. A comédia retrata o cotidiano de um grupo de ‘nerds’ cientistas.

Chuck Lorre, co-criador da série, e outras 50 pessoas associadas ao programa – incluindo as estrelas Johnny Galecki (Leonard), Jim Parsons (Sheldon), Kaley Cuoco-Sweeting (Penny), Simon Helberg (Howard), Kunal Nayyar (Raj), Mayim Bialik (Amy) e Melissa Rauch (Berbardette) – já arrecadaram mais de US$ 4 milhões.

A bolsa se destina a alunos admitidos na UCLA por mérito acadêmico, mas que precisam de ajuda financeira para arcar com os custos da universidade. Os primeiros 20 beneficiários da bolsa The Big Bang Theory serão selecionados para o ano acadêmico de 2015-2016. Seus nomes serão anunciados no estúdio do programa. O site da instituição lembra que a atriz Mayim Bialik, que interpreta Amy Farrah Fowler na série, tem doutorado em neurociência pela UCLA.

Go to Top