Contando e Cantando (Volume 2)

Posts tagged Bélgica

Um lugar mágico na Bélgica, a Vila do Livro de Redu

0
Foto: roinessxxi.blogs.sapo.pt

Foto: roinessxxi.blogs.sapo.pt

 

Publicado no Oh My Livros

Redu, uma pequena província da Bélgica (bem pequena mesmo, tem 420 habitantes! e parece super fofa), é Vila do Livro desde 1984 e é um dos locais mais visitados da região graças as livrarias e eventos literários.

Tudo começou na Páscoa de 1984, com o primeiro mercado de livros raros da região de Ardenes, quando livros foram espalhados pela cidade: celeiros, estábulos antigos, calçadas, tendas montadas especialmente para a ocasião, todo espaço virou espaço para livros. Fez tanto sucesso, 15 mil visitantes, que a Vila do Livro de Redu nasceu!

Hoje, a pequena vila tem cerca de 30 empresas (lembrando que são 420 habitantes), sendo 15 lojas de livros, onde é possível encontrar uma infinidade de livros sobre os mais diversos temas.

Atualmente, a Vila Livro de Redu recebe por ano mais de 200 mil visitantes de todo o mundo.

vdl-11montolieu-406x620

vdl-54fontenoy2-300x213

SONY DSC

Inspirada em ‘Pokémon Go’, professora põe alunos para ‘caçarem’ livros

1
Livros são espalhados por cidades belgas para que “caçadores” os encontrem - REPRODUÇÃO/FACEBOOK

Livros são espalhados por cidades belgas para que “caçadores” os encontrem – REPRODUÇÃO/FACEBOOK

 

Brincadeira já atraiu mais de 40 mil pessoas na Bélgica

Publicado em O Globo

RIO — Aproveitando o sucesso de “Pokémon Go” entre os seus alunos, a professora Aveline Gregoire, de uma escola primária da Bélgica, desenvolveu um jogo on-line para as pessoas caçarem livros em vez de monstrinhos virtuais. A brincadeira começou com os estudantes, mas, em poucas semanas, a iniciativa já atraiu mais de 40 mil “caçadores” de todo o país.

Em entrevista à Reuters, Aveline conta que a ideia surgiu por acaso, quando arrumava sua estante de livros e percebeu que não tinha mais espaço para guardá-los.

— Como eu tinha jogado “Pokémon Go” com meus alunos, eu tive a ideia de libertar os livros na natureza — contou Aveline.

O “Chasseurs de livres” (caçadores de livros) consiste em um grupo no Facebook, onde os participantes publicam fotos e dão dicas de onde esconderam um livro, para que sigam atrás deles. Quando uma pessoa encontra um livro e termina de lê-lo, ela deve “libertá-lo” novamente.

Os livros escondidos são de vários estilos, desde infantis a obras de terror de Stephen King. Eles estão escondidos em várias cidades belgas, normalmente enrolados em plástico para proteger da chuva.

Jessica Detournaym, moradora de Baudour, no sul do país, afirmou que o jogo agora faz parte da caminhada diária de sua família. Eles já encontraram um livro e esconderam outros quatro para que outros jogadores os descubram.

— Minha filha disse que parece com a caça a ovos de Páscoa, só que com livros — disse Jessica.

Dois dos quatro livros escondidos pela família já foram encontrados, e a família recebeu notificações do Facebook alertando sobre as descobertas. Para melhorar a experiência, Aveline planeja desenvolver um aplicativo próprio para a brincadeira.

 

Passageiro grego é preso com 8kg de cocaína em livros em aeroporto do RS

0
Droga foi achada dentro de coleção de livros (Foto: Reprodução/RBS TV)

Droga foi achada dentro de coleção de livros (Foto: Reprodução/RBS TV)

Aproximadamente 8 quilos de cocaína estavam escondidos em livros.
Homem estava embarcando para Lisboa, com Bruxelas como destino final.

Publicado no G1

A Polícia Federal prendeu um passageiro grego com aproximadamente 8 quilos de cocaína no Aeroporto Salgado Filho, em Porto Alegre, na noite deste sábado (15). A droga estava escondida em páginas de livros.

Segundo os policiais, o passageiro foi abordado por aparentar nervosismo. Ele estava embarcando para Lisboa, em Portugal, e tinha como destino final a cidade de Bruxelas, na Bélgica. O homem foi preso em flagrante e levado para a Superintendência da Polícia Federal.

Go to Top