Posts tagged Bienal do Livro

Literatura de suspense e terror marca presença na 25ª Bienal do Livro

0

Os americanos A. J. Finn, autor de “Mulher na Janela”, e Charlie Donlea, de “A Garota do Lago”, participam pela primeira vez do da Bienal Internacional do Livro de São Paulo

Publicado no 24 Horas News

A literatura de suspense e terror tem ganhado cada vez mais fãs ao redor do mundo. No Brasil não é diferente e, para contemplar os leitores assíduos, dois grandes escritores do gênero estarão pela primeira vez no país e participarão da 25ª Bienal Internacional do Livro de São Paulo, em agosto.

A. J. Finn, autor de “A Mulher na Janela”, que ganhará as telas de cinema com Amy Adams no papel principal, e Charlie Donlea, autor de “A Garota do Lago” e “Deixada para trás”, sobem ao Palco Cultural do evento para conversar com o público sobre a literatura de suspense e terror. A ideia é abordar o encantamento que suas histórias produzem nos leitores e a construção das narrativas.

No dia 5 de agosto, às 13h30, A. J. Finn, cuja obra faz sucesso mundo afora e foi vendida para mais de 30 países, se apresenta. Já no dia 8 de agosto, às 16h, é a vez de Charlie Donlea, que estreou há apenas dois anos na literatura e recebeu resenhas fervorosas de grandes nomes nos EUA, entre eles, Mary Kubica. Seus livros no Brasil já alcançam a marca de 150.000 exemplares vendidos. Ele vai contar sobre suas inspirações, falar dos dois primeiros livros e lançar seu novo Thriller, “Don’t Believe IT”.

Outra boa notícia para os fãs do gênero literário é que foi fundada, em janeiro deste ano, a Aberst (Associação Brasileira de Escritores de Romances Policial, Suspense e Terror), que logo criará uma premiação anual para autores do segmento, a exemplo do que acontece em outros países. Esta é uma forma de incentivar a produção da literatura de suspense e terror.

Realizada de 3 a 12 de agosto pela Câmara Brasileira do Livro (CBL), a 25ª edição marca os 50 anos da Bienal. Durante os 10 dias de evento, os visitantes poderão viver experiências culturais diversas e ter contato direto com autores, em bate-papos e palestras exclusivas.

Com a assinatura “Venha fazer esse download de conhecimento”, a campanha deste ano enfatiza a importância do diálogo, da abertura de perspectivas e busca de novos conceitos. Os debates na Arena Cultural irão abordar desde a literatura infantil, até a literatura de suspense e terror.

Fonte: IG Gente

8ª edição da Bienal do Livro de Alagoas começa nesta sexta

0
Crédito: Secom Maceió

Crédito: Secom Maceió

Publicado no Alagoas 24Horas

Contagem regressiva para o início da 8ª edição da Bienal Internacional do Livro de Alagoas. Faltam apenas três dias para o grande evento literário que acontece de 29 de setembro a 08 de outubro, no Centro de Cultural e de Exposições Ruth Cardoso.

Nesta 8ª edição, a Prefeitura de Maceió levará a tradicional Praça do Conhecimento, uma das principais atrações da Secretaria Municipal de Educação nas edições da Bienais. A Semed estima a participação de mais de 1.200 alunos por dia da rede municipal. A novidades deste ano é que o ônibus Estação Saber será uma das atrações da Praça do Conhecimento.

Os alunos da rede visitarão a Bienal durante toda a semana, nos três turnos. Tanto os alunos quanto o público visitante poderão usufruir de várias atividades realizadas pelas coordenações das etapas de ensino da Semed, a exemplo de oficinas de arte, pintura de rosto, apresentação de poemas, jogo de pedras, canto de leitura, exposição de material pedagógico (cartilhas, livros paradidáticos), contação de histórias, exposição de materiais utilizados em salas de recursos multifuncionais, lançamentos de livros, além de jogos de raciocínio lógico entre outras atividades.

A secretária municipal de Educação, Ana Dayse Dorea, frisou que a Prefeitura de Maceió e a Semed vêm participando da Bienal de uma maneira muito efetiva. “Esse ano estamos levando seis mil e oitocentas crianças para visitação diária”, afirmou Ana Dayse.

Para garantir o sucesso de Bienal, a Semed tem feito um investimento significativo que é o grande marco da Bienal na gestão do prefeito Rui Palmeira, que é o Vale Livro. ” O Vale livro é uma marca das bienais de Alagoas. A Prefeitura e a Semed garantiram às crianças que vão à Bienal a aquisição de livros para a leitura, nenhuma criança deve crescer sem incentivo à leitura”, destacou a secretária.

Para a secretária, a Bienal é a maior festa literária do estado de Alagoas e a Semed vai se fazer presente. “Além do marco do Vale Livro, vamos ter nosso ônibus da Estação Saber e espaços para fazer debates, discussão, formação de professores e outras atividades”, afirma.

Vale Livro

As escolas que foram selecionadas e estão incluídas dentro da programação da visitação receberão o Vale-Livro na próxima sexta-feira (29), em reunião que acontece na Secretaria Municipal de Educação (Semed). As diretoras das unidades receberão o Vale-Livro de acordo com o número de alunos que vão à Bienal.

Durante a reunião, a comissão da Bienal na Semed vai passar todas as informações sobre a visita das escolas ao evento. Para recebimento do cartão que dará ao aluno um crédito de R$ 15,00, a diretora assinará um termo de recebimento.

As reuniões serão divididas por regiões administrativas:
Pela manhã se reúnem diretores da 1ª à 5ª região, e à tarde, da 6ª à 8ª região.
Fonte: Secom Maceió

Bienal do Livro | Jenny Han esbanja simpatia durante o Encontro com autores

0

WhatsApp-Image-2017-09-02-at-12.25.45

Bárbara Alen, no Cabana do Leitor

Um dos espaços mais disputados na Bienal do Livro é o auditório em que acontecem as atividades de Encontro com Autores; no último sábado (02/09), quem marcou presença no horário da manhã foi a fofíssima Jenny Han, autora da séria “Para todos os garotos que já amei”.

A autora já chegou muito animada e sorridente, respondeu todas as perguntas da maneira mais sincera. Na primeira parte, a mediadora fez algumas perguntas e logo passou a bola para os fãs que estavam desesperados para ter o seu momento com a autora e tirar aquela casquinha e dizer o quanto ela é fofa.

Uma das perguntas abordadas foi o fato de como ela vem encarando o governo Trump e a questão dos imigrantes, e ela foi muito bem na resposta ao dizer que para ela esse livro representa qualquer garota que entrar em uma livraria, ela com certeza vai ver a si mesma, principalmente se ela tiver outras descendências. Para ela, histórias assim são bem raras nos Estados Unidos. Outra coisa que ela destaca é o fato de tentar levar para a história experiências que todo mundo passa na vida.

Sobre o filme, ela diz: “As gravações já terminaram! E eu estive no set recentemente e foi uma experiência maravilhosa ver meus personagens nas telas e ganhando vida”. Mas nem tudo é maravilha. Ela falou sobre a dificuldade é achar atrizes asiáticas, e no caso dela precisava de 3! Mas deu tudo bem e no final as atrizes se deram muito bem e Janel Parrish, que fará a Margot, acabou se tornando uma verdadeira irmã mais velha.

Também foi perguntado como ela se sentia ao saber que os personagens não são reais, muito divertida ela disse: “Eu não fico triste, eu tenho muito da Lara Jean, mas também tenho muito da Margot e Kitty. Todos os meus personagens têm um pouco de mim neles. Então, para mim, eles são reais, porque eu sou real! (risos)”. Maravilhosa, não é? Um dos momentos mais tristes do encontro foi quando a Frini, mediadora, perguntou se realmente não existia chance de termos mais uma história das irmãs Song, e a resposta foi um claro “Não!”, mas ela explicou: “Na verdade eu ia fazer apenas 2 livros, o terceiro foi surpresa pra mim. Estou desenvolvendo um novo, mas é muito cedo,porém espero que gostem”. Ok, foi ruim e bom ao mesmo tempo, pois já sabemos que temos coisas novas vindo!

Se ela deu dicas para quem quer começar a escrever? Claro que deu, a fofíssima disse que todos os dias ela tem inspirações só de observar as coisas do cotidiano, porém o mais importante é encontrar a sua própria voz, não existe nenhuma história a ser completamente única, o que será original é o seu ponto de vista. E o que ela faz quando bate aquele desespero de acabar a inspiração? Ela também responde: “Quando estou perdendo a inspiração eu escuto música, assisto filme, ligo para um amigo e isso me faz voltar. ”

Para quem ainda não leu a trilogia Para todos os garotos que já amei, temos aqui no site a resenha de todos eles! E para você que ainda não foi a Bienal, corra, ela vai até o dia 10/09.

Não perca!

Venda de ingressos para a Bienal do Livro no Rio começa nessa sexta-feira

0
 17ª Bienal Internacional do Livro do Rio de Janeiro (Fernando Frazão/Agência Brasil)

17ª Bienal Internacional do Livro do Rio de Janeiro (Fernando Frazão/Agência Brasil)

Os bilhetes antecipados serão vendidos pela internet

Publicado em O Globo

RIO — A venda de ingressos para a 18ª edição da Bienal Internacional do Livro no Rio começa nessa sexta-feita, às 10h. As entradas serão vendidas pela internet no site www.bienaldolivro.com.br e custam R$ 24. Ao realizar a compra antecipada o visitante pode imprimir o bilhete em casa ou apresentar o QR Code direto no celular. Outra opção é retirar o ingresso durante a Bienal, em guichês especiais.

Crianças com menos de 1 metro de altura, autores (mediante apresentação do livro de autoria própria), professores de escolas ou universidades das redes pública e particular e profissionais de bibliotecas (devidamente identificados) têm direito a gratuidade.

Este ano, o maior evento literário do país, que acontece entre 31 de agosto e 10 de setembro no Riocentro, vai homenagear a literatura nacional e reunir o maior número de autores brasileiros de todos os tempos.

Publicidade

Nomes como Frei Betto, Mauricio de Sousa, Aarão Reis, Ana Maria Machado, Heloisa Seixas, Thalita Rebouças e Mario Sérgio Cortella, entre outros, encontrarão com o público em espaços como o Café Literário, o Espaço Jovem, Encontro com autores & Conexão Jovem e no Geek & Quadrinhos, grande novidade de 2017.

Entre os estrangeiros, já são 11 nomes entre best-sellers e autores premiados como Paula Hawkins (“A garota do trem”), Karin Slaughter (“Cega”), Victoria Schwab (“Um tom mais escuro de magia”), Sofia da Silva (“Quebrados”), Abbi Glines “(Rosemary Beach”), Gayle Forman (“Se eu ficar”), Leisa Rayven (“Coração perverso”), Carl Hart (“Um preço muito alto”), Nuccio Ordine (“A utilidade do inútil”), Pepetela (“A geração da utopia”) e Charles Duhigg (“O Poder do hábito”).

SERVIÇO

Onde: Riocentro — Av. Salvador Allende, 6555 – Barra da Tijuca. Quando: De 31 de agosto a 10 de setembro. Quanto: R$ 24. Classificação: livre.

 

Eliane Brum e Isabel Lustosa estão entre os convidados da Bienal do Livro desta segunda

0

Eliane-Brum

Publicado em O Povo

A programação da XII Bienal Internacional do Livro do Ceará segue nesta segunda-feira, 17. Entre os destaques da agenda do dia, está encontro dos escritores e jornalistas Eliane Brum (foto) e Lira Neto, que irão conversar sobre o tema “toda pessoa constrói uma versão da história a ser contada”. O diálogo será na sala Moreira Campos, localizada no mezanino dois do Centro de Eventos do Ceará, onde a Bienal ocorre desde a última sexta-feira, 14, e segue até domingo, 23.

Lira Neto é curador da Bienal e irá conduzir o bate-papo com Eliane Brum, que é colunista do El País Brasil e autora de livros, como “Meus desacontecimentos: a história da minha vida com palavras” e “A menina quebrada e outras colunas”.

Mais cedo, às 16 horas na mesma sala, Dimas Macedo, Isabel Lustosa e o presidente da Academia Cearense de Letras (ACL), José Augusto Bezerra, irão conversar sobre Rachel de Queiroz, Academia Brasileira de Letras e os acervos vivos das Academias.

Entre os destaques da programação voltada para o público infantil está a agenda da sala Contos, Papos e Encantos, no mezanino 1. No local, o dia começará com o espetáculo de teatro de bonecos chamado “Mãe d’água”, encenado pelo Grupo Ânima. Serão duas apresentações: às 9 horas e às 10 horas. Na mesma sala, às 17 horas, o ator, diretor e dramaturgo Ricardo Guilherme irá apresentar a aula-espetáculo voltada para agentes de leitura, chamada “Literatura em cena”.

Para ter acesso às programações da Bienal, não há necessidade de fazer inscrições prévias. Durante os 10 dias, serão 168 escritores participando da programação, 350 editoras e 110 estandes, incluindo a Casa Vida&Arte. Os encontros com os escritores começaram já no primeiro sábado do evento, com o projeto Diálogos, que é uma das janelas do evento.Serviço

Bienal Internacional do Livro do Ceará

Visitação: até dia 23 de abril, de 9h às 22h

Onde: Centro de Eventos do Ceará (Av. Washington Soares, 999 – Edson Queiroz)

Programação completa: http://bienaldolivro.cultura.ce.gov.br/

Go to Top