Canal Pavablog no Youtube

Posts tagged Bom Dia

O livro “Bom Dia, Verônica” ganha adaptação em série pela Netflix

0

Victor Tadeu, no Desencaixados

Ontem (17) a DarkSide Books anunciou um banquete recheado de mistérios na hora do almoço, pois através das suas redes sociais revelou que o livro Bom Dia, Verônica, escrito pelo pseudônimo Andrea Killmore, vai ganhar adaptação em série pela Netflix, mais um título da editora sendo adaptado para o streaming.

Bom Dia, Verônica narra a história de Verônica, uma escrivã do Departamento do Homicídio e Proteção a Pessoa, porém sua vida começa tomar destinos imagináveis quando uma mulher tenta suicídio ao sair do escritório de Wilson Cavares e piora mais ainda quando uma mulher liga pedindo socorro.

Notando a falta de interesse das pessoas que ali trabalhavam para manter a proteção dessas vítimas, Verônica começa tomar atitude para solucionar o caso dessas mulheres, mas mal sabia ela da imensa e arriscada que seria essa.

Durante as semanas da XIX Bienal Internacional do Livro do Rio de Janeiro a editora aproveitou para revelar os verdadeiros escritores por trás dessa história, já que esse também era um dos mistérios deixavam os leitores incrédulos, pois em entrevista Andrea Killmore afirmava que seu verdadeiro nome ocultado era para manter sua segurança.

A Caveirinha conseguiu surpreender seu público ao revelar que Killmore, na verdade é Ilana Casoy e Raphael Montes, ambos escritores aclamados dentro do mercado editorial brasileiro, contendo obras de sucesso nas mais variadas livrarias do Brasil.

A Noiva Fantasma é outro livro também publicado pela DarkSide Books que ganhou adaptação pela Netflix, inclusive algumas informações sobre a produção foram reveladas.

Bom Dia, Verônica foi um dos primeiros livros de escritor nacional publicado na DarkSide Books, a história é extremamente instigante, misteriosa e inovada, durante a narrativa acompanhamos a introdução de assuntos assustadores, como necrófilo, golpe virtual, sequestro e entre vários outros que deixa o enredo único.

Essa será uma série protagonizada por Tainá Müller, mas que também apresenta Camila Morgado, e Eduardo Moscovis Elisa Volpatto, Silvio Guindane, César Melo, Adriano Garib e Antônio Grassi no elenco. A direção é sob responsabilidade de José Henrique Fonseca (Heleno) com produção da Zola Filmes.

Até o momento poucas informações sobre essa adaptação foram reveladas, mas conforme o andar da produção serão anunciados mais detalhes.

A previsão de lançamento é para 2020.

Para ler na escola

0

Jairo Marques, na Folha de S.Paulo

Fico imaginando o quanto deve doer o “Coração de Estudante” do Milton Nascimento ao ser bombardeado com imagens de professores com suas caras arroxeadas que não param de aparecer na televisão, nos jornais, nas “internets” e nos hospitais.

Professor pega gripe de menino catarrento que dá bom-dia com beijo, faz curativo no atentado que se rasgou na hora do recreio, é o psicólogo preferido do adolescente meio “revolts” e o defensor-mor da igualdade no reino das diferenças que imperam em uma escola.

Agora, porém, o respeito, a consideração e a admiração ao mestre, valores intocáveis e inquestionáveis, parecem que estão sucumbindo a qualquer mimo, a qualquer charme, a quaisquer garotões ou garotonas bobos que se acham, mas que, no fundo, estão bem perdidos.

Professor é o cara que entrega para a gente, em alguns casos, quase de graça, uma chave universal que destranca portas ao longo de toda a trajetória de vida. Mesmo assim, a tranca da ignorância de quem acha que ensinar é algo ultrapassado parece estar ganhando adeptos com velocidade.

Quero ver o Google inspirar a pensar que, talvez, o segundo resultado de uma pesquisa seja mais íntegro e válido do que o primeiro link apresentado. Duvido que haja jogos on-line mais interessantes do que um bom debate sobre a danada da Capitu.

De nada valem aplicativos geniais e vídeos engraçados no YouTube se alguém não ensina o que é a ironia, o que são os efeitos da trigonometria, a importância do porto de Alexandria, a razão por que tantos buscam isonomia e os relevos da geografia.

Passou da hora de a galera do fundão reagir criando uma marchinha de agrado ao professor. E também é momento de os nerds fazerem uma campanha no ciberespaço de valorização do conhecimento.

As bonitas poderiam ajudar a dar um up no make caído que fazem para o “prô”. A galera da timidez poderia preparar um grito bem gritado de “cheeeega”, de cale-se e preste atenção, que é meu futuro o que está no gramado. Aos puxa-sacos caberia fazer redondilhas cheias de xodó.

Quando a violência não é mais um tema da rua e de ambientes hostis, em que a gente tem sempre um político safado a quem impor a responsabilidade, e começa a ser fotografada dentro do palco maior de aprendizado, a escola, parece que o futuro está avisando, com calafrios, que ficará doente.

Este texto não é para ser lido na escola porque vai cair na Fuvest nem trata de um tema modernoso, que não para de ser discutido nos mundos acadêmicos. Ele também não tem palavrão caprichado e escracho sujão para se morrer de achar bom, compartilhar com os amigos.

Ele só serve para lembrar e reafirmar que escola e professor são fundamentos que instigam acordar para fazer melhor, para ganhar mais uma dose de estímulo para ir além. Não é a história de um fulano em uma caverna distante que é afetada quando um mestre apanha de um aluno. É a história que você está construindo para seus filhos e para si mesmo.

Que as caras manchadas dos prófis sejam de tanto rir de conquistas daqueles a quem se doaram ou pela maquilagem escorrida de tanto chorar de orgulho por aqueles a quem se dedicaram. E desculpe-me do tom professoral.

Pode comprar ‘revista porcaria’, diz Marta sobre uso do vale-cultura

0

Publicado no G1

Dilma sanciona lei que criou vale-cultura (Foto:Roberto Stuckert Filho / Presidência)

Dilma sanciona lei que criou vale-cultura (Foto:
Roberto Stuckert Filho / Presidência)

A ministra da Cultura afirmou nesta quinta-feira (17) que o usuário do vale-cultura tem liberdade para escolher o que vai comprar com o valor do benefício. Em dezembro, a presidente Dilma Rousseff sancionou a nova lei que concede R$ 50 por mês a trabalhadores contratados em regime CLT (Consolidação das Leis do Trabalho) que recebem até cinco salários mínimos (R$ 3,39 mil, considerando salário a partir de 2013) para gastar em eventos ou produtos culturais.

O dinheiro poderá ser gasto na compra de ingressos para shows, cinema, teatro e também na aquisição de produtos como livros, DVDs e revistas.

“Se ele quiser comprar revista de quinta categoria, assim ou assado, pode. Vai poder comprar o que quiser. O bom disso é a liberdade do trabalhador. Ele vai fazer o consumo como ele desejar”, disse Marta em entrevista ao programa “Bom Dia Ministro”, da empresa estatal EBC.

A ministra disse “não ser censora” e afirmou que o “trabalhador decide se quer comprar revista porcaria ou não”.

Somente receberão o benefício os empregados das empresas que aderirem ao projeto, e o trabalhador terá um desconto de até 10% (R$ 5) do valor do vale. O funcionário pode optar por não receber o valor. Cerca de 17 milhões de pessoas estão aptas a receber o vale, de acordo com a ministra.

Segundo Marta a lei será regulamentada até 26 de fevereiro de “forma genérica”.

“Temos que apresentar uma regulamentação até dia 26 de fevereiro, de uma forma bem genérica e depois fazer as portarias detalhadas aos poucos. O site do Ministério da Cultura está recebendo opiniões para aperfeiçoarmos o vale”, disse Marta.

De acordo com a ministra da Cultura, Marta Suplicy, a quantia passará a ser recebida a partir de julho de 2013. Até lá, disse a ministra, o governo negociará com empresas para favorecer a maior adesão ao projeto. O governo federal vai desembolsar cerca de R$ 500 milhões em 2013 em incentivos.

Segundo Marta, se o beneficiário não gastar R$ 50 em um mês, ele pode acumular a quantia. “No final de dezembro, ele pode gastar com presentes de Natal”, disse.

Apesar de ainda não haver uma definição, o beneficiário vai poder pagar o ingresso de um acompanhante com o dinheiro do vale, segundo a ministra.

Go to Top