Coleção. Ruan Victor exibe as produções que tem do seu super-herói Bombeiro Mascarado – Fábio Guimarães / Agência O Globo

Personagem, batizado de Bombeiro Mascarado, será destaque na primeira publicação do Universo RZE Comics

Daniela Kalicheski, em O Globo

NITERÓI — Na ficção, o grupo formado por um bombeiro, um ex-combatente da Segunda Guerra Mundial, uma estudante, um soldado e um ninja realiza o sonho do povo brasileiro: juntos, combatem os problemas do Brasil causados por vilões cheios de poder (nem sempre sobrenaturais). A “Liga da Justiça” brasileira foi batizada de Universo RZE Comics, e é liderada pelo Bombeiro Mascarado, personagem criado pelo designer gráfico Ruan Victor. Entusiasta do mundo dos quadrinhos desde o tempo de criança, em São Gonçalo, ele começou a produzir ficção no formato de gibis independentes, há três anos, e já desenvolve projetos para expandir seu trabalho ao lado dos artistas gráficos que integram o grupo.

A criação do Bombeiro Mascarado foi inspirada num momento dramático. Victor presenciou a atuação de bombeiros num incêndio. Admirado, imaginou como seria o trabalho deles se tivessem poderes sobrenaturais. Nasceu então a ideia de uma história em formato de gibi. Ele fez tudo por conta própria, do roteiro aos desenhos e à impressão. O feedback positivo veio como incentivo para que o designer profissionalizasse a criação.

— É difícil viver disso no Brasil, as editoras preferem investir em produções que já são sinônimo de sucesso, que apresentam tramas americanas de heróis com milhões de fãs pelo mundo. É justificável, mas também é importante ter uma representação nacional. Quero fazer algo no nosso país, que é rico em problemas a serem resolvidos. Por que não podemos ter heróis salvando nossas cidades? Só vemos Nova York nas tramas — questiona Victor.

Imagem do Bombeiro Mascarado – Divulgação

A participação em feiras geeks e a divulgação on-line do seu trabalho permitiram que ele entrasse em contato com pessoas de outros estados, com interesse e personagens semelhantes. Juntos, criaram o Universo RZE Comics, um projeto paralelo aos quadrinhos que narram as aventuras do Bombeiro Mascarado e que reúne todos os personagens numa liga de heróis. A primeira HQ deve ser lançada em breve e está em desenvolvimento um audiovisual para o YouTube.

Sozinho, ele se aproxima da marca dos 700 exemplares vendidos. Sempre focando em narrativas que apresentam críticas sociais, com abordagens a respeito da cena política atual e falando da violência urbana.

— O tema principal é o Brasil, com seus fatos históricos somados a elementos sobrenaturais. O Bombeiro Mascarado precisa salvar as pessoas, ele combate o crime, mas não é um especialista em usar os superpoderes que tem. É bem atrapalhado. Uso isso para fugir do clichê. Ele acaba apanhando muito, mais do que bate — conta Victor, que, porém, sempre garante a vitória do seu super-herói.

Tornar a história interessante e passar uma mensagem que faça o leitor repensar suas atitudes são os pontos cruciais, segundo Victor:

— A edição de maior sucesso aborda um inimigo que tinha o poder de controlar o Aedes aegypti, e assim dengue, chicungunha e zika. Nosso herói precisa derrotá-lo. Tem conscientização na trama. A violência em São Gonçalo e Niterói também está presente constantemente — explica.

Os gibis do Bombeiro Mascarado podem ser adquiridos por meio da página facebook.com/bombeiromascarado ou, presencialmente, em feiras geeks. A próxima será a Gonçageek, dia 15 de abril, a partir das 11h, no Clube Mauá (Avenida Presidente Kennedy 635, no Centro de São Gonçalo).