tatoo1

Frederico Portela, em O Globo

A biblioteca pública do condado de Multnomah, no estado norte-americano de Oregon, resolveu indicar livros de uma forma curiosa. Na terça-feira, através do perfil da instituição no Twitter, uma equipe de bibliotecários pediu para que os tuiteiros enviassem fotos de sua tatuagens. A cada mensagem recebida, uma publicação era sugerida de acordo com o tema do desenho da tattoo. A ação foi marcada pela tag #Book4Tat.

O usuário John Lussier, por exemplo, publicou sua caveira…

tatoo2

E obteve ‘When You Are Engulfed in Flames’, de David Sedaris, como indicação:

tatoo3

Já arte na pele de Delphina Kopacki…

tatoo4

Recebeu a dica de ‘2312’, livra de Kim Stanley Robinson.

tatoo5

A biblioteca respondeu mais de 150 pedidos, sempre com informações a mais e bom humor. Ao site ‘Wweek’, o porta-voz da instituição, Shawn Cunningham, comentou a ação inusitada:

— É um pouco diferente da forma com a qual nós indicamos livros, mas é um ótimo de jeito de estabelecer diálogo. Sem saber aquela história, nós podemos conduzi-la na direção que o bibliotecário desejar, baseado na visão dele ou dela sobre determinada imagem.

Para ver mais dicas e tatuagens, clique na tag #Book4Tat.