Canal Pavablog no Youtube

Posts tagged cachorros

Universidade promove passeios com cachorros para reduzir os índices de depressão dos alunos

0

Bianca Alves, na Casa e Jardim

Diante dos dados crescentes de depressão entre os jovens, a Universidade East Anglia, na Inglaterra, pretende ajudar seus alunos com passeios com pets

A depressão é uma doença cada vez mais comuns entre jovens. A Associação Brasileira de Psicanálise estima que 10% dos adolescentes brasileiros sofrem com o problema e, mundialmente, esse dado cresce para 20% de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS). O estado negativo permanece, muitas vezes, por várias fases da vida e, ao perceber o crescimento do fenômeno em sua região, a Universidade East Anglia, na Inglaterra, se dispôs a ajudar os alunos que sofrem com esse mal e também prevenir a enfermidade aqueles que não demonstram sintomas.


Longe de remédios e sessões terapêuticas, a instituição resolveu aproveitar a rotina dos estudantes para recomendar tarefas comuns que podem servir como tratamento. Dentre elas, passeios com cachorros são organizados pela própria universidade, nos intervalos das aulas. 


Os benefícios da prática são físicos e mentais, diminuindo a ansiedade e o risco de depressão. “Acreditamos que o contato com animais pode ser extremamente destressante para os nossos alunos e esperamos que, a longo prazo, essas caminhadas reduzam o risco de depressão”, afirmaram os iniciadores do projeto. Agora, é só esperar para ver os resultados e aplicar a medida aqui no Brasil, também.

Cachorro adotado por Meghan Markle ganha biografia ilustrada

0

© Reprodução

O beagle foi abandonado em uma floresta em Kentucky, nos Estados Unidos

Publicado no Notícias ao Minuto

Antes de ser duquesa, a atriz Meghan Markle, 37, sempre dividiu a sua paixão por cachorros nas redes sociais. Ao se casar com o príncipe Harry, ela conseguiu levar um de seus cachorros para a Inglaterra. Guy, um beagle que foi adotado pela duquesa, vai ganhar duas autobiografias ilustradas.

O beagle foi abandonado em uma floresta em Kentucky, nos Estados Unidos. De lá, ele foi encaminhado a um abrigo no Canadá, onde a duquesa o conheceu e decidiu adotá-lo. Essa história de abandono, será transformada em dois livros ilustrados infantis.

© Reprodução

Dona de dois cachorros quando morava no Canadá, ainda atriz Meghan teve que deixar os dois animais com um amigo, enquanto se preparava para seu casamento. Bogart, o cão mais velho, teve que ser deixado no Canadá, pois a viagem poderia fazer mal à saúde do cão que já está com a idade mais avançada.

Agora, como duquesa, Meghan não pode mais dividir momentos pessoais nas redes sociais. No entanto, a revista People divulgou que, por volta de julho, Meghan e Harry decidiram adotar um outro cãozinho para fazer companhia a Guy, que estava acostumado com a companhia de Bogart.

Com informações da Folhapress.

Autor de Quatro Vidas de um Cachorro prepara continuação e mais um filme de cachorros

0

Marcel Plasse, no Pipoca Moderna

O filme de espiritismo canino “Quatro Vidas de um Cachorro” vai ganhar continuação. Aparentemente, o propósito do Amigão sobre a Terra ainda não foi cumprido, porque o bicho vai voltar a morrer e fazer chorar multidões no cinema, ao renascer novamente em “Juntos Para Sempre”, adaptação do segundo livro de W. Bruce Cameron sobre o tema exotérico do propósito espiritual dos cachorros no mundo.

O próprio Cameron está escrevendo o roteiro da adaptação em parceria com sua esposa Cathryn Michon, assim como fez com o primeiro filme, além de produzir simultaneamente outra adaptação de um de seus diversos livros de cachorro para os cinemas.

Intitulado em inglês “A Dog’s Journey”, o segundo filme mostrará que Amigão tem um novo propósito: proteger Clarity, a neta de Ethan, o homem que ele acompanha da infância até a velhice no primeiro longa. Mais uma vez ele vai reencarnando como cão e cadelinha para poder reencontrar Clarity durante todas as fases de sua vida. Ou seja, é o mesmo filme, mudando o sexo do protagonista humano.

A direção está a cargo de Gail Mancuso, que vai estrear no cinema após assinar dezenas de sitcoms clássicas, de “Friends” à revivida – e abruptamente cancelada – “Roseanne”.

Além desse projeto, Cameron e sua esposa também assinam o roteiro de “A Dog’s Way Home”, baseado no livro homônimo que ainda não foi lançado no Brasil. Este filme é basicamente “A Força do Coração” (1943), o filme original da cadela Lassie, com outro título, já que acompanha um cachorro que viaja centenas de quilômetros para reencontrar seu dono. A direção está a cargo de Charles Martin Smith (de “Winter, o Golfinho”).

Com um custo de US$ 22 milhões, “Quatro Vidas de um Cachorro” arrecadou US$ 196 milhões globalmente, apesar de acusado de maus-tratos com um dos cachorros de sua produção.

As duas novas versões de cinema dos livros de Cameron serão lançadas no começo de 2019. Ainda sem título em português, “A Dog’s Way Home” estreia em 24 de janeiro no Brasil, enquanto “A Dog’s Journey”, adaptação de “Juntos para Sempre”, ficou para 16 de maio.

Além destes, Cameron escreveu vários outros livros de cachorros, inclusive spin-offs de “Quatro Vidas de um Cachorro”. Veja abaixo uma mostra da “coleção”.

Cachorro entra em Universidade e deixa aula muito mais animada

0

Não se sabe como o cãozinho entrou na sala, mas ele adorou a atenção que recebeu dos alunos e deixou o clima no local muito mais leve

Andrezza Oestreicher, no Portal do Dog

Nós já publicamos casos de cachorros que escolheram escolas para viver aqui no Brasil, como é o caso do cãozinho Amarelo, que escolheu a escola estadual Dom Hermeto, localizada em Uruguaiana, no Rio Grande do Sul, como lar e tem permissão para entrar em todas as salas de aula.

Mas, parece que não é só aqui no Brasil que os cães gostam de se abrigar dentro de escolas. Nos Estados Unidos, um cachorro ficou famoso após “invadir” uma sala de aula da Universidade de Auburn, no Alabama, e divertir os alunos, que publicaram vários vídeos do animal nas redes sociais.

De acordo com os alunos, o cachorro apareceu na sala durante uma aula não tão divertida que acontece logo cedo, pela manhã. O animal entrou pouco tempo depois que a aula começou e mudou o clima do local.

“Não é incomum ver um cão de serviço ocasionalmente, mas este não era um cão de serviço. Não pertencia a ninguém na classe ou mesmo no prédio e não tinha identificação de serviço”, disse Hunter Greenwell, um dos alunos que estava na classe da Universidade de Auburn, Alabama, à Press Association.

Ainda segundo os alunos, a professora só percebeu a presença do cão depois que viu a movimentação dos alunos. O cachorrinho perambulou muito feliz por toda a sala e deixou que os alunos lhe fizessem carinho, distraindo todos os estudantes.

O aluno Hunter Greenwell comentou que acredita que o cão estava na rua e entrou no prédio no momento em que alguém deixou a porta aberta. Ele disse ainda que, quando a professora pediu que os seguranças retirassem o cachorro da sala, o animal pareceu triste ao ter que sair, mas que ele adorou a atenção que recebeu nos minutos em que passou ali.

Hunter contou que os alunos têm um certo medo daquela aula, porém o aparecimento do cão ajudou a deixar o clima bem mais leve naquele dia. “Resumindo, eu acho que, se houvesse uma lição, é que: a) os cachorros são incríveis e podem sempre animar as pessoas, e b) a vida é surpreendente”, disse o aluno.

Fonte: Irish Examiner

Cachorro flagrado ‘furtando’ livro ganha nome, lar temporário e vai para adoção em Novo Hamburgo

0

Kustelinha tomou banho e ganhou gravata após ser levado para lar temporário, em Novo Hamburgo. Ele será posto para doação após tratamento e castração (Foto: Fátima Ferreira )

Kustelinha, batizado assim por estar muito magro, entrou em uma livraria e abocanhou um livro na última segunda-feira (19). Após estabelecimento divulgar o vídeo, ele virou sensação na internet.

Publicado no G1

O cachorro flagrado pelas câmeras de uma livraria tentando “furtar” um livro em Novo Hamburgo foi encaminhado para um lar temporário, onde ficará até ser adotado por uma família. Kustelinha, como foi batizado por estar muito magro, foi resgatado na segunda-feira (19), tomou banho, ganhou medicação e tem consulta marcada com veterinário nesta terça (20). “Pensa num amor de cachorro. É ele”, garante Fátima Ferreira, que resgatou o animal junto com duas amigas.

Elas colaboram com uma ONG de proteção animal, mas estão acolhendo Kustelinha por conta própria. Desde o ano passado, ele vem sendo visto pelo campus da Feevale, universidade onde a livraria fica. Fatima diz que já havia levado remédios para ele, e encaminhado Kustelinha para outro lar temporário, mas a pessoa acabou levando ele de volta para a universidade, como conta Fátima.

Dessa vez, ele ficará em uma casa de acolhimento, e será posto para adoção após cuidar da saúde e ser castrado. Como ainda não foi examinado pelo veterinário, não foi possível estimar a idade de Kustelinha.

Em nota enviada ao G1 na segunda, a universidade Feevale explicou que a presença de cachorros no campus é corriqueira. Leia a nota na íntegra:

Os cães têm sido uma realidade no Campus II já há algum tempo. Vítimas do abandono, eles encontram na Feevale a acolhida dos estudantes que muitas vezes os alimentam e dão carinho. Com isso, eles são muito tranquilos e já estão habituados a circular por todos os espaços do Campus, sem cerimônia. A Universidade Feevale acredita que o Campus não é o local adequado para os cães permanecerem, por isso vem incentivando a adoção de animais, por meio da promoção de eventos e parcerias com ONGs. Atualmente, está em tramitação no Ministério da Educação (MEC) o projeto de implantação do curso de Medicina Veterinária na Instituição. Tão logo seja dado o aval, será construído um Hospital Escola Veterinário, com um investimento de cerca de R$ 22,5 milhões, onde haverá atendimento de animais (castração, exames hematológicos e tratamento clínico e cirúrgico), incluindo os que transitam pelo Campus, evitando assim a superpopulação e a transmissão de doenças que, sem o cuidado adequado, podem vir a ocorrer.

Go to Top