Canal Pavablog no Youtube

Posts tagged Camargo

Escola atingida por veneno agrícola é depredada, em Rio Verde, GO

0

Unidade teve o portão arrancado e seis salas de aulas destruídas.
Vândalos deixaram recado no quadro: ‘Protesto veneno’.

Publicado por G1

1

Uma das salas de aula destruídas por vândalos, em Rio Verde (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)

A escola rural do Assentamento Pontal dos Buritis foi depredada na noite deste domingo (30). O local, a 115 quilômetros de Rio Verde, região sudoeste de Goiás, teve seis salas de aula destruídas. Os vândalos jogaram pedras em vidraças, quebraram prateleiras, bebedouro e ar-condicionado, arrancaram um portão e ainda deixaram um recado no quadro-negro de uma sala: “Protesto veneno”. Alunos da unidade foram atingidos por agrotóxico despejado de um avião agrícola no último dia 3 de maio.

O agricultor Eraldo Silva Santos, que mora perto da escola, afirma que não viu os suspeitos. “Eu até ouvi um barulho à noite, levantei e acendi a luz de casa, mas as pessoas devem ter corrido”, acredita.

Mãe de uma estudante, Maria Divina Faria conta que um filho já estudou na unidade e que foi para faculdade. “Eu batalho para minha outra filha ir também para a faculdade e aí você vê uma tristeza dessa. Dá vontade até de chorar”, desabafa.

O diretor da escola, Hugo Alves dos Santos, disse que a polícia já foi até o local e investiga o caso. Os prejuízos ainda não foram contabilizados, mas o colégio passará por uma reforma. Caso a obra não seja finalizada até o final das férias do mês de julho, 250 alunos terão de ser transferidos para outra unidade, também na zona rural.

O prédio não possui câmeras de segurança. A delegada titular do 1º Distrito Policial, Jaqueline Camargo Machado Queiroz, disse ao G1 que os suspeitos do crime ainda não foram identificados. “Acreditamos que sejam alunos. Parece que acontecia uma festa próxima e pode ser que estudantes foram até a escola para praticar vandalismo”. Ela acrescenta que não se sabe quantos eram, mas que a perícia coleta digitais para identificação.

A unidade foi atingida por agrotóxicos na manhã do dia 3 de maio, quando uma aeronave despejou o veneno em uma lavoura próximo à escola. No momento em que o agrotóxico foi despejado, 122 alunos estavam no estudando e dezenas foram intoxicadas. Na ocasião, foi constatado que o inseticida utilizado não poderia ser usado em aviões, mas apenas aplicado via terrestre.

Guilherme de Pádua mente ao pedir perdão, diz autor de ‘Não Minta Pra Mim!’

0

Publicado na Livraria da Folha

Em entrevista ao “Programa do Ratinho” (SBT), em abril de 2010, Guilherme de Pádua, assassino confesso da atriz Daniella Perez (1970-1992), filha da autora Gloria Perez, pediu desculpas à família pelo crime. Para Paulo Sergio de Camargo, o sentimento não era verdadeiro. “Por várias vezes passou os dedos nos olhos quando disse desejar o perdão da mãe da vítima”, afirma no livro “Não Minta Pra Mim!“.

Camargo estuda os gestos que podem desmascarar um mentiroso, por mais habilidade que o indivíduo tenha em ocultar a verdade. Algumas alterações fisiológicas, como batimento cardíaco alterado e pupilas dilatadas, podem passar despercebidas. Outras, como gaguejar e falta de sincronismo entre movimentos e palavras, podem ser facilmente notadas.

“Chamo de ‘gestos macaquinhos’ os sinais de ocultação”, escreve o autor. “Passar levemente os dedos nas sobrancelhas, esfregar os olhos como se estivesse limpando-os etc”. Além dos olhos, o especialista também defende que cobrir a boca, mexer nas orelhas ou garganta são demonstrações de possíveis embustes.

O conjunto de sinais apresentados por essa linguagem corporal é comum em quase todo o mundo. Em 2002, após uma ação desastrosa das forças especiais russas que provocou a morte de 130 reféns num cinema em Moscou, “Putin, instantes antes de dar declarações oficiais a respeito do ataque, colocou as mãos nos olhos, o que indicou que seu discurso não seria verdadeiro”, diz Camargo.

Autor trata do tema tanto do ponto de vista científico como do prático

Com o subtítulo “Psicologia da Mentira e Linguagem Corporal”, o livro procura ensinar alguns truques para que o leitor possa reconhecer falsidades, lidar com mentirosos e evitar armadilhas cotidianas.

“Não Minta Pra Mim!” reúne as principais situações nas quais o engodo se instala, como falsas informações no currículo e discursos políticos.

Fundamentado em pesquisas científicas e em experiências extraídas da polícia e do serviço secreto, o autor não assume postura moralista, mas não acredita que algo de bom possa ser construído a partir de uma mentira.

Paulo Sergio de Camargo, pós-graduado em gerência e desenvolvimento de recursos humanos, é um dos mais conceituados grafólogos do Brasil, foi instrutor de grafologia no Cepa (Centro de Psicologia Aplicada – Rio) e também assina “A Grafologia no Recrutamento e Seleção de Pessoal” e “O Que É Grafologia?“.

Reportagem sobre “Diário de Classe” vence concurso da CNN

0

Reportagem vence concurso da CNN

Publicado por AdNews

A 8ª edição do Concurso Universitário de Jornalismo da CNN International anuncia seu vencedor: Thales Trench de Camargo, da Universidade Federal de Santa Catarina, em Florianópolis, foi o escolhido pela equipe de jurados, Monica Waldvogel, Fabiana Scaranzi, Carlos Nascimento, Celso Freitas, a correspondente da CNN International no Brasil, Shasta Darlington, e âncoras do canal.

Nesta edição, os participantes deveriam realizar uma videorreportagem com o tema “Pessoas que fazem a diferença no Brasil”. Com a matéria “A Menina que fez a diferença”, Thales contou a história de Isadora Faber, uma estudante de 13 anos que criou uma página no Facebook para relatar o estado do colégio em que estudava. Agora, o universitário e seu professor orientador irão conhecer os estúdios da CNN International em Atlanta, nos Estados Unidos, e ainda ganharão um Ipad 2.

“Estamos felizes com o resultado do concurso deste ano, que teve um aumento de 72% no número de trabalhos recebidos”, afirma Eliane Munhoz, diretora de comunicação e marketing da Turner International do Brasil. “Gostaríamos de parabenizar também a Faculdade Assis Gurgacz, do Paraná, que teve o maior número de vídeos enviados”, completa.

O segundo colocado do concurso, premiado por um tablet Blackberry, foi Paulo Pacheco, de São Paulo, com a matéria “Construindo casas, reconstruindo vidas”, em que falou sobre a ONG TETO e a missão de construir moradias para pessoas que não tem onde viver. Fernando Humberto Raquel, do Rio de Janeiro, ficou com o terceiro lugar. O estudante contou a vida de Rogério, ex-usuário de drogas, que ajuda a mudar as vidas dos moradores do Complexo de Manguinhos.

Confira abaixo ostrês primeiros colocados do concurso deste ano:

1ª Colocação:
Thales Trench de Camargo
Matéria: A menina que fez a diferença
Cidade: Florianópolis
Faculdade: Universidade Federal de Santa Catarina
Curso: Jornalismo

2ª Colocação
Paulo Pacheco
Matéria: Construindo casas, reconstruindo vidas
Cidade: São Paulo
Faculdade: Cásper Líbero
Curso: Jornalismo

3ª Colocação
Fernando Humberto Raquel
Matéria: Um novo homem, uma nova manguinhos
Cidade: Rio de Janeiro
Faculdade: Universidade do Estado do Rio de Janeiro
Curso: Jornalismo

Go to Top