Contando e Cantando (Volume 2)

Posts tagged capa

Livro “Textos cruéis demais para serem lidos rapidamente” ganha 2° volume

0

Victor Tadeu, no Desencaixados

Um dos destaques da Globo Alt ganhou segundo volume, estamos falando de Textos Cruéis Demais Para Serem Lidos Rapidamente, uma obra que reúne textos dos fundadores de um perfil bastante consumido nas redes sociais, o Textos Cruéis Demais.

Textos cruéis demais para serem lidos rapidamente – 2° Volume carrega o subtítulo Onde dorme o amor e permanece com a mesma essência do primeiro livro. Contando com as ilustrações incríveis de Júlio Almeida, a obra pretende confortar diversos leitores novamente.

Leia a sinopse e confira a capa:

O segundo livro do coletivo literário TCD mantém toda a poesia e sensibilidade que encantou milhares de leitores. Nesta coletânea de textos inéditos, os autores exploram o amor, o perdão e a cura em seus diversos aspectos, do modo poético e sensível que já lhes é característico. Prezando sempre pela pluralidade, Onde dorme o amor é um manifesto em prol do amor próprio e da aceitação, e esmiúça as nuances, delicadezas e vulnerabilidades que perpassam os relacionamentos humanos. Com as notáveis ilustrações de Júlio Almeida, este livro abraça todas as complexidades de ser, desconstruindo conceitos e lugares-comuns.

O primeiro volume foi publicado pela editora no final de 2017, porém teve bastante visibilidade durante o ano passado, chegando ser o título mais vendido de 2018 dentro da Globo Alt. Inclusive, durante a 25a Bienal Internacional do Livro São Paulo, ele permaneceu vários dias no primeiro lugar de mais vendidos do stand da Globo, ao lado de Um Milhão de Finais Felizes (Vitor Martins).

Os responsáveis pelo perfil das redes sociais e escritores dos livros, fizeram bastante sucesso por fugir da superficialidade encontrada em textos tocantes disponíveis na internet. Eles apostam em textos profundos, longos e muito motivacional.

Darkside Anuncia o Lançamento de Drácula de Bram Stoker

0

Raoni de Lucia, no Mundo Hype

Possivelmente a editora que mais merece fazer um relançamento de um clássico atemporal como o Drácula de Bram Stoker seja a Darkside, a casa de mestres do horror/terror já possui em seu rol de autores lançados pelo selo medo clássico, Stephen King, Edgar Allan Poe, H.P. Lovecraft, Clive Barker, Mary Shelley e agora o criador do mito do vampiro como conhecemos hoje (o que vira poeira com o sol, e não glitter) chega para fazer parte desse assustador grupo.

A obra atemporal de Bram Stoker narra, por meio de fragmentos de cartas, diários e notícias de jornal, a história de humanos lutando para sobreviver às investidas do vampiro Drácula. O grupo formado por Jonathan Harker, Mina Harker, dr. Van Helsing e dr. Seward tenta impedir que a vil criatura se alimente de sangue humano na Londres da época vitoriana, no final do século XIX.

E para engrandecer ainda mais esse lançamento, a Darkside irá fazê-lo com duas capas, uma delas é a Dark Edition, contando com uma bela capa preta e letras douradas e a segunda sob o nome de First Edition, recriando a primeira capa lançada por Bram Stoker em 1897, ambas com o mesmo conteúdo. Fica ao leitor, a difícil decisão de qual delas colocar na estante.

Como extras dessas edições especiais, ainda teremoso descendente direto do autor, Dacre Stoker escrevendo a apresentação e também textos de apoio para situar o leitor que contam as relações entre a verdadeira Transilvânia e a aquela eternizada no livro, bem como a influência dos vampiros na cultura pop mundial. Será apresentado também o conto “O Hóspede de Drácula”, que fazia parte do texto de Stoker, mas foi retirado da primeira publicação.

Não podemos nos esquecer também que o livro é ornamentado com as belas e poderosas imagens de Samuel Casal, premiado quadrinista e ilustrador brasileiro, que fez uma releitura do personagens desse conto imortal.

O livro será lançado em 25 de setembro, mas já está em pré-venda pelo site da editora.

Primeira edição de Harry Potter, estimado em US$ 55 mil, é roubada

2

Caso aconteceu na Inglaterra em 9 de janeiro

Thaís Stagni, no IGN

Se antes um valioso manuscrito de Harry Potter foi roubado, dessa vez um livro da primeira edição de capa dura da obra de J. K. Rowling também foi furtada na Inglaterra.

Na madrugada do dia 9 de janeiro, dois ladrões roubaram uma série de primeiras edições de um depósito da livraria SN Books, na Inglaterra. De acordo com o site Mashable, um exemplar da primeira edição de capa dura de Harry Potter e a Pedra Filosofal (avaliada em US$ 55 mil), a primeira edição do livro O Hobbit, de 1937 (avaliado em 7 mil libras) e de O Grande Gatsby, de 1925 (avaliado em 2 mil libras) foram alguns dos livros roubados.

“Eles tivaram 26 minutos dentro do prédio, mas levaram apenas alguns livros”, declarou o gerente Josh Laffar em um comunicado à imprensa. “Ou seja, eles sabiam exatamente o que levar, mas não sabiam onde estava.”

“Esses livros são muito raros e, em alguns casos, únicos e não é o tipo de coisa que você vê diariamente”, declarou a polícia de Norfolk, onde aconteceu o incidente. “Peço especialmente a quem coleciona livros que fiquem de olho caso encontrem alguma dessas obras à venda.”

Darkside lança livros de Lovecraft para todas as idades

0

collagelovecraft

Publicado no Literatura Policial

LANÇAMENTOS DA CAVEIRA – Para comemorar o aniversário de 5 anos da editora, a DarkSide® Books preparou edições especiais caprichadas com HP Lovecraft, um dos escritores que mais revolucionou o gênero de terror na história.

Em H.P. Lovecraft: Medo Clássico Vol. 1 – Miskatonic Edition e H.P. Lovecraft: Medo Clássico Vol. 1 – Cosmic Edition, o leitor encontrará uma seleção especial de contos e novelas do autor que revolucionou o terror e a ficção científica no século XX.

Os livros vêm com capa dura e nova tradução com notas comentadas de Ramon Mapa, grande estudioso da obra, dialogando com as ilustrações de Walter Pax. A obra também conta com uma seleção de cartas e documentos coletados pelo historiador Clemente Penna na Brown University especialmente para esta edição. A DarkSide Books preparou duas opções em capa dura para esta edição, a Miskatonic Edition e a Cosmic Edition. O texto das edições é o mesmo.

Segundo a editora, a “Miskatonic Edition” é uma obra-prima para sua biblioteca, inspirada na universidade que o escritor criou em seus contos. Já a “Cosmic Edition” é uma viagem ao recantos mais alucinados da mente de Lovecraft, mesclando loucura e realidade.

A Darkside aproveita para lançar também o primeiro livro da Caveirinha, a linha infantil da editora. O título é O fantástico alfabeto Lovecraft, livro idealizado pelo ilustrador Greg Murphy e pelo escritor Jason Ciaramella, que explora toda a mitologia de Lovecraft de A a Z para que os pequenos possam dar seus primeiros passos com o verdadeiro professor do fantástico.

Os títulos estão em pré-venda e serão lançados em dezembro. Garanta o seu exemplar na pré-venda pela Amazon clicando na capa escolhida!

The Walking Dead será publicado agora pela Panini Comics

0

the-walking-dead-hq-panini-comics-1068x601

Douglas Rodrigues, no Cosmo Nerd

Acaba de ser divulgado pela Editora Panini Comics do Brasil que The Walking Dead finalmente voltará as bancas e ainda este ano a sua estreia está prevista para a CCXP de dezembro. Há alguns anos a editora HQM estava com os direitos sobre as publicações da obra prima escrita por Robert Kirkman com os desenhos de Tony Moore e Charles Adlard.

The Walking Dead que se tornou muito popular e aclamadíssima pela crítica pelos quadrinhos que saem em vários formatos (mensal, encadernado e compendium ) e que também se estendem a livros, jogos de vídeo game com histórias exclusivas e a aclamada serie pelo canal AMC.

A HQM editora publicou em 18 encadernados de 2006 a 2015 e 48 mensais de 2012 a 2017 formato mensal com uma edição e no formato encadernado compilando 6 edições com alguns extras ( histórias solo de personagens ) no formato de 16,5 x 24 cm capa cartão.

A Panini Comics para a alegrar os fãs publicará em dois períodos aparentemente a partir do volume 1 para novos leitores e do volume 19 para os fãs que acompanhavam as publicações da HQM editora, no formato semelhante ao americano 17 x 26 cm pouco maior e com capa cartão mole custando e com páginas coloridas custando 36$ cada encadernado.

Go to Top