Canal Pavablog no Youtube

Posts tagged carreira

O que fazer após a universidade para ter uma carreira de sucesso?

0

amo-direito-post-ferias

Publicado no Amo Direito

Ser graduado deixou de ser diferencial e passou a ser pré-requisito para ter uma carreira de sucesso no mercado de trabalho. O primeiro passo a ser dado após a conclusão de um curso superior, na maioria das vezes, é a opção por um curso se especialização. Mas ao pesquisar sobre o assunto uma dúvida é muito comum: Pós-Graduação ou MBA? Qual a diferença entre os dois? Qual a melhor opção?

É preciso esclarecer que existem dois formatos para cursos de pós-graduação: o Lato Sensu e o Stricto Sensu. O Lato Sensu é um curso de especialização nos moldes tradicionais de como é conhecida uma pós-graduação. Sua conclusão rende ao aluno o título de especialista. Já a Stricto Sensu, é voltada para o meio acadêmico, tem uma duração superior a Lato Sensu e rende títulos como os de mestre e doutor.

A Pós-Graduação Lato Sensu, que compete com o MBA, tem duração mínima de 360 horas/aula que ocorrem ao longo de 1 ano e meio em média e é indicado para recém-formados ou jovens profissionais com pouca ou nenhuma experiência de mercado. O aluno que opta por este formato de curso, terá um número maior de disciplinas e uma abordagem mais teórica se comparada com um MBA.

Uma pós-graduação lhe dará a preparação teórica que o mercado espera. Mas é importante lembrar que não é uma garantia de emprego, nem de experiência para encarar um cargo que lhe exigirá mais. Este tipo de experiência é adquirido com dedicação e prática.

Em relação ao MBA ou Master Business Administration, o aluno geralmente possui no mínimo 2 anos de experiência de mercado, está empregado e é submetido a disciplinas mais específicas e voltadas para a área de gestão. Quem opta por um MBA está dando um foco mais corporativo a sua carreira. Assim como acontece com a pós-graduação, o MBA possui duas modalidades. Além do MBA tradicional, existe o MBA Executivo, que é voltado para profissionais mais experientes e que ocupam cargos importantes dentro de empresas. No que diz respeito ao título, o MBA Executivo está no mesmo patamar que um Mestrado. Através de um MBA o aluno pode se preparar melhor para lidar com a gestão de uma empresa e com negócios de forma geral.

A decisão sobre qual tipo de curso seguir cabe a cada um. O importante é levar em consideração os pontos levantados acima, como por exemplo, a opção por um curso mais abrangente, como a pós, ou um mais específico, como o MBA. Além disso, a experiência profissional e os planos para que você tem para futuro são fundamentais para que você acerte em sua escolha.

Por Marcello Nunes
Fonte: ricmais.com.br

5 livros para iniciar uma mudança positiva na carreira profissional

0
Fonte: Shutterstock

Fonte: Shutterstock

 

Confira os livros que podem inspirá-lo a encontrar o caminho certo na sua profissão

Publicado no Universia Brasil

Durante a trajetória profissional, pode haver muitos momentos de questionamento e dúvida em relação às próprias escolhas no ambiente de trabalho. Muitas vezes, é necessário parar por um momento e pensar se as tarefas realizadas no dia a dia são realmente satisfatórias. Caso não sejam, talvez seja o momento certo para iniciar uma mudança positiva na carreira, que podem trazer uma série de benefícios, inclusive para a vida pessoal.

Pensando nisso, separamos a seguir uma lista com 5 livros que podem inspirá-lo a iniciar uma transformação na vida profissional. Confira abaixo:

1 – Rejection Proof, de Jia Jiang

A partir do seu próprio experimento durante cem dias de rejeição, o autor mostra, por meio dos seus próprios registros, como vencer o medo e a insegurança, transformando-os em uma oportunidade para o próprio crescimento.

2 – Leap, de Tess Vigeland

O livro traz uma série de reflexões profissionais, principalmente para quem deseja arriscar uma mudança de área ou de emprego, procurando uma nova oportunidade para se sentir mais satisfeito com a carreira, visando à própria felicidade.

3 – The Achievement Habit, de Bernard Roth

O livro traz dicas para quem deseja conquistar as próprias metas, conduzindo o próprio caminho para alcançá-las. O autor mostra como enxergar as coisas a partir de umnovo ponto de vista, percebendo o que antes não era enxergado.

4 – Calming the Chaos, de Jackie Woodside

Funcionando como um tipo de guia, o livro de Jack Woodside mostra como conduzir o dia a dia a fim de manter a própria energia para combater o estresse e outras sensações prejudiciais que pode ocorrer no ambiente profissional.

5 – Are You Fully Charged?, de Tom Rath

O autor explica quais são os segredos para manter o bem-estar tanto na vida pessoal quanto na profissional, mostrando como as atitudes no dia a dia podem ser fundamentais para conquistar a felicidade.

5 livros para impulsionar a sua carreira em 2016

0
Fonte: Shutterstock

Fonte: Shutterstock

 

Quer começar o próximo ano com o pé direito? Recomendamos algumas leituras que podem te ajudar

Publicado no Universia Brasil

Conforme o final do ano se aproxima, chega o momento de refletir sobre as principais realizações na carreira profissional. Consegui atingir as principais metas? Fui um bom funcionário? Adquiri novas experiências? Essas são algumas perguntas que muitas pessoas costumam fazer nos últimos meses do ano. Certamente, muitas falhas podem ocorrer durante o ano, mas o importante é saber tirar a melhor lição possível a partir delas para que no futuro, os erros não se repitam.

Sabendo disso, separamos uma lista com 5 leituras para inspirá-lo a começar a carreira com o pé direito em 2016. Confira abaixo:

1 – Love Your Job: The New Rules for Career Happiness, de Kerry Hannon

O guia é para aqueles profissionais que desejam tirar o máximo proveito do seu trabalho, transformando-o em algo que traga um significado à própria vida. O livro traz dicas para mudar os hábitos na rotina e enxergar o próprio emprego de uma outra forma.

2 – Linchpin: Are You Indispensable? , de Seth Godin

A partir de uma nova categoria – os “linchpins”- o livro traz dicas para se tornar um profissional inovador e indispensável para a empresa.

3 – Think and Grow Rich, de Napoleon Hill

O autor explica como importantes personalidades, tais como Henry Ford, conduziram a própria vida para ficarem ricos e atingirem o sucesso, mostrando quais ideais acreditavam.

4 – Now What? 90 Days to a New Life Direction, de Laura Berman

A leitura é recomendada para quem deseja fazer uma mudança na carreira. No livro, a autora indica caminhos para que o leitor encontre qual rumo deseja seguir na vida profissional.

5 – #GIRLBOSS, de Sophia Amoruso

O livro pode ser muito útil para quem deseja começar a empreender no próximo ano. A autora, fundadora da empresa Nasty Gal, conta sobre a sua história, mostrando como se tornou uma CEO de sucesso.

Veja as dez características das empresas dos sonhos dos jovens

0

dez-empresas-dos-sonhos-dos-jovens

Camila de Lira, em Folha de S.Paulo

Escritórios descolados, com videogames e sofás coloridos, não são o bastante para atrair os jovens ao mercado de trabalho. Existem outras características como a cultura da empresa, a imagem que ela passa e como ela trata da carreira de seus profissionais que as tornam mais atrativas.

A Folha conversou com oito das dez empresas dos sonhos dos jovens, segundo o ranking da Cia Talentos, para entender quais as características que os jovens brasileiros procuram. Confira abaixo:

1. Desafio profissional

Nas “empresas dos sonhos” dos jovens, o desenvolvimento profissional vem por meio de desafios constantes. Nelas, os profissionais são encorajados a “colocar a mão na massa” e, até mesmo, a errar para, assim, aprender com seus erros. Para Daniel Borges, gerente de recrutamento do Google para a América Latina, o ambiente de trabalho desafiador estimula os profissionais .

“Hoje em dia, o jovem é aberto para a ideia de que a experiência faz mais sentido para a formação da carreira, e um ambiente desafiador é necessário para isso”, diz Carla Soutelinho, gerente de Educação Corporativa da Vale, empresa que ficou em 4º lugar no ranking e que possui o “ambiente desafiador” como característica principal.

E é isso que mais atrai os jovens. “O que a gente mais quer é trabalhar e alguém que nos dê um projeto desafiador para extrapolar o nosso limite. Não queremos um ambiente de trabalho ‘cool’, o que a gente busca mesmo é trabalhar”, diz Lia Gurjão, 24, trainee de RH da Nestlé.

2. Ser você mesmo

O fato da empresa ter um ambiente informal, onde é possível não só se vestir de maneira ligada ao seu estilo, como também se expressar do seu próprio jeito, é algo presente na maioria das empresas do ranking .

O maior exemplo desta cultura é mesmo na empresa que lidera a lista. “Busca constante por inovação, a estrutura pouco hierarquizada e a promoção de um ambiente inclusivo onde as pessoas podem ser elas mesmas são aspectos que caracterizam a cultura do Google”, afirma Daniel Borges. A Ambev (6º lugar) e o Itaú (8ºlugar) também seguem essa cultura, com ambientes mais informais de trabalho.

3. Conversas com os diretores

A comunicação aberta com os gestores vai além do feedback mensal ou semestral, pelo menos nas empresas valorizadas pelos jovens. “O jovem que está entrando no mercado de trabalho tem mais facilidade de comunicação, ele tem uma proximidade e uma informalidade para falar com o chefe e até com o CEO da empresa”, diz Clarice Dahis, coordenadora do departamento de carreiras e apoio educacional do Ibmec.

Mesmo em empresas de áreas mais formais, como a Odebrecht (3º) ou o Itaú (8º), as ideias dos jovens profissionais podem ser acatadas em reuniões. No Google (1º), o incentivo é para que os funcionários interajam entre si, independente de seus cargos.

A característica também está ligada à hierarquização horizontal, como a feita pelo Google e pela Ambev, onde não há sala para dividir diretores, gestores, assistentes e estagiários.

4. Saber onde estará

Estabilidade e clareza no plano de carreira podem até ser “caretas”, mas podem ajudar o jovem ao entrar na empresa.

Ao saber qual caminho ele terá que trilhar para chegar a uma posição mais alta na companhia, o jovem pode focar em desenvolver melhor a sua carreira.

Tanto a PwC (5º) quanto a Nestlé (7º) optam por deixar o plano de carreira claro para os jovens que entram. “Temos a carreira clara e estruturada, o jovem pode ter noção quanto tempo deve passar por cada categoria até atingir uma posição. Ele precisa ter essa clareza de que não vai chegar a ser sócio da empresa em poucos anos de trabalho, mas fica sabendo o que precisa fazer para chegar lá”, afirma Marcelo Sartori, diretor de recursos humanos da PwC.

5.Horários flexíveis

Poder fazer seu próprio horário é o sonho de qualquer profissional, seja ele jovem ou não. Algumas das empresas do ranking já o tornaram realidade, é o que acontece no Itaú, no Google, na PwC e na Nestlé. Em certas áreas destas companhias, há flexibilidade para se fazer home office, entrar mais tarde ou dar uma parada no meio do expediente.

6. Confiança nos funcionários

Jovens procuram por empresas que os valorizem e confiem em seus trabalhos. E as empresas dos sonhos tentam responder à altura. A autonomia do funcionário, bem como a confiança no seu trabalho é um dos motes da Ambev, 6º no ranking. “O funcionário tem autonomia para tocar o negócio dele sem ter alguém decidindo sempre por ele”, afirma Renato Biava, diretor de Desenvolvimento de Gente, da Ambev.

7. Marcas e nomes importam

“O nome forte atrai”, atesta Sérgio Fajerman, diretor-executivos de pessoas do Itaú. Para Clarice Dahis, a geração que está entrando no mercado de trabalho anseia em fazer parte de grandes projetos, assim, as empresas maiores aparecem como nome altamente sedutor para os jovens profissionais. Para Rigolon, da Nestlé, o fato da companhia ter produtos e serviços já conhecidos pelos jovens ajuda na sua decisão profissional.

A segunda principal motivação dos jovens ao escolher a empresa dos sonhos, segundo a pesquisa da Cia de Talentos, foi a boa imagem da empresa no mercado. Boa imagem esta que, nem sempre está ligada ao momento atual da empresa, muito mais com o trabalho . É o caso da Petrobras, que, mesmo passando por escândalos ligados à corrupção, segue em segundo lugar no ranking de empresas dos sonhos.

“Até hoje, os processos seletivos públicos da Petrobras têm atratividade entre os jovens. Há uma percepção por parte deles que a corrupção é uma escolha do profissional e não uma decisão corporativa”, diz Lairton Correa, gerente de gestão de efetivo da empresa.

8. Fora do ninho

Existe algo em comum entre nove das dez primeiras empresas do ranking: todas são multinacionais. Nelas, há uma abertura para que os profissionais possam trabalhar fora do Brasil, característica que faz sucesso entre os jovens.

Empresas como o Google e a Odebrecht abrem espaço para que os profissionais atuem nos seus escritórios em diversos continentes do mundo. “A carreira internacional é uma perspectiva real, os jovens podem receber oportunidades de trabalhar no exterior, em todos os países onde a empresa trabalha, depois de alguns anos de trabalho”, diz Daniel Villar , vice-presidente de pessoas e organização da Odebrecht.

A mobilidade interna também chama atenção dos jovens, como explica Lia. A trainee da Nestlé teve oportunidade de ir para Bahia nos seus primeiros meses de trainee e viu a experiência como positiva. “Foi bom poder conhecer culturas diferentes”, diz.

9. Várias empresas em uma

Quando a empresa tem várias áreas, há mais espaço para o jovem encontrar o caminho e o segmento onde poderá fazer o que gosta. Companhias como a Nestlé, a Odebrecht, o Google, o Itaú e a Vale abarcam diversos setores e apresentam diversas trilhas por onde o jovem profissional pode seguir. “A grandeza da empresa traz o benefício da pessoa poder trabalhar em várias empresas dentro de uma. Não precisa sair da companhia para tentar desafios diferentes”, afirma Gilberto Rigolon, gerente executivo de desenvolvimento, treinamento e recrutamento da Nestlé.

10. Vida pessoal em foco

Para Clarice Dahis, do Ibmec, a geração que está entrando no mercado valoriza bastante o tempo para a vida pessoal. “Ele quer ter a vida fora do trabalho também”, diz. Uma das características das empresas dos sonhos é de saber olhar o profissional como uma pessoa, e não apenas um funcionário. O Google dá o exemplo, ao dar subsídio de até 75% para cursos de formação profissional, além de licenças maternidade e paternidade estendidas e subsídio para gastos com a criança nos primeiros 3 meses de idade. “A ideia é que as pessoas sintam-se apoiadas em momentos significantes de suas vidas”, diz Borges.

5 livros que vão mudar sua carreira

0
Shutterstock

Shutterstock

Com mensagens sobre determinação e sucesso nos negócios, as obras vão te ajudar a ser bem-sucedido no mundo corporativo

Publicado no Universia Brasil

Sua vida profissional está precisando de inspiração? Os livros de negócios, com cases de sucesso e orientações de especialistas para ter uma carreira brilhante, podem ser uma boa forma de renovar o conhecimento e ganhar mais confiança no ambiente corporativo.

Pensando nisso, listamos 5 livros interessantes sobre negócios, com mensagens fortes de determinação e sucesso profissional, que vão te fazer pensar fora da caixa.

Screw, Let’s Do It

Se você se sente muito cauteloso quando precisa tomar decisões rápidas e difíceis, então, esse livro é para você. O autor da obra é Richard Branson, CEO do Virgin Group e popularmente conhecido como “Dr. Yes”, ou Senhor do Sim, em português.

A ideia geral do livro é impulsionar pessoas inseguras a fazer coisas que jamais pensaram que seriam possíveis.

Davi e Golias, A Arte de Enfrentar Gigantes

A obra utiliza como referência a famosa história bíblica de Davi e Golias, na qual um simples camponês conseguiu derrotar um guerreiro poderoso, usando uma única pedra. Com isso, o livro de Malcolm Gladwell mostra que, mesmo em desvantagem, somos capazes de derrubar gigantes e produzir grandes projetos.

The Science of Getting Rich

Atenção! Este livro poderá mudar drasticamente a sua vida e a forma como enxerga o mundo. Escrito há mais de 100 anos por Wallace D. Wattles, a obra é atemporal e continua fazendo muito sucesso, até os dias de hoje.

Com ele, você vai aprender que tudo que conquistamos (ou perdemos) começa com um pensamento e, depois, com uma ação. Ou seja, se você mudar de ideia sobre algum assunto e tomar uma decisão diferente do que a de costume, com certeza seu destino mudará.

Criatividade S/A

Quer saber o segredo do sucesso da Pixar, estúdio de animação responsável por produzir blockbusters como Toy Story e Monstros SA? Ed Catmull, um dos fundadores da empresa, conta em Criatividade SA um pouco da trajetória da Pixar, em uma narrativa inspiradora sobre como boas ideias podem construir um negócio de sucesso.

Líderes e discursos que inspiraram o mundo

Nas páginas deste livro você irá encontrar alguns dos discursos que mudaram o futuro da humanidade, para melhor ou pior. Simon Sebag reuniu falas de grandes líderes políticos e religiosos para provar que a palavra pode ter um poder imenso.

Go to Top