Canal Pavablog no Youtube

Posts tagged carta

Carta em que Mário de Andrade teria revelado ser homossexual será divulgada

0

n-MRIO-DE-ANDRADE-large570

Publicado no Brasil Post [via Estadão]

Uma carta do escritor Mário de Andrade (1983-1945) ao poeta Manuel Bandeira (1886-1968), mantida em sigilo desde 1978, quando foi doada pela família de Bandeira ao acervo da Fundação Casa de Rui Barbosa, em Botafogo, na zona sul do Rio, vai se tornar pública na próxima quinta-feira, 18. A ordem para divulgá-la foi tomada pela Controladoria-Geral da União (CGU) em 9 de junho, após processo com base na Lei de Acesso à Informação que se estendeu por quatro meses. Pesquisadores supõem que, no documento, Mário admita expressamente ser homossexual. A carta poderá ser vista pessoalmente, após agendamento pelo e-mail [email protected]

A orientação sexual do autor de Macunaíma e um dos ícones do Modernismo brasileiro é debatida há décadas. Embora o escritor tenha dado indícios em outras cartas e em sua obra, como no conto Frederico Paciência, nunca houve uma conclusão, já que em nenhum momento Mário admitiu publicamente a opção. O teor da carta – uma das 15 trocadas entre os literatos entre 1928 e 1935 – não foi divulgada até hoje supostamente por ser o único documento em que ele admitiria a homossexualidade.

A carta integra um conjunto de documentos e livros doados pela família de Bandeira à Casa de Rui Barbosa. Todos os demais objetos já estavam disponíveis para consulta pública.

Em fevereiro, um pesquisador cujo nome não foi divulgado fez um pedido à Casa de Rui Barbosa, negado. Ele recorreu ao Ministério da Cultura (MinC), ao qual a instituição é vinculada. O MinC também negou o pedido, mas o pesquisador recorreu à instância seguinte, a CGU, que considerou o documento público. Se a Controladoria mantivesse a resposta negativa, ainda restaria uma instância, a Comissão Mista de Reavaliação de Informações, composta por representantes de dez ministérios ou repartições públicas.

Pesquisadores temem que, a partir desse episódio, acervos importantes só sejam doados por colecionadores ou personalidades para entidades privadas, que não se submetem à Lei de Acesso à Informação.

O compositor, poeta e produtor cultural Hermínio Bello de Carvalho, estudioso da obra de Mário de Andrade, afirmou desconhecer a existência dessa carta, mas avalia que nada vai mudar a reputação do escritor. “Qualquer que seja o conteúdo dessa carta, não vai conspurcar a biografia do Mário, tudo o que ele produziu para a cultura brasileira. A obra dele vai muito além dessa questão.”

Biografia

Escritor, poeta, crítico literário, musicólogo, folclorista e ensaísta paulistano, Mário de Andrade escreveu seu primeiro livro, “Há uma gota de sangue em cada poema”, em 1917. Em 1922 participou da Semana de Arte Moderna e lançou “Paulicéia Desvairada”. Entre suas obras também estão “Amar, verbo intransitivo: idílio”, “Macunaíma” e “Belazarte”. Mário dirigiu o Departamento de Cultura do município de São Paulo de 1935 a 1938, período em que planejou a Biblioteca Municipal. Com Rodrigo Melo Franco de Andrade, criou em 1936 o Serviço do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional. Viveu no Rio de Janeiro de 1938 a 1941, quando foi professor de Filosofia e História da Arte na então Universidade do Distrito Federal, atual Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj).

Escola encontra carta escrita por Einstein para alunos há quase 65 anos

0

Colégio Anchieta contratou perita, que garantiu a veracidade do documento.
Texto e foto assinados estavam guardados em cofre, diz diretor da escola.

einstein_diretor

Publicado no G1

Uma carta escrita há quase 65 anos pelo físico alemão Albert Einstein foi encontrada dentro de um cofre no Colégio Anchieta, na Zona Norte de Porto Alegre. O documento datilografado, assinado à mão pelo cientista, contém uma mensagem aos alunos.

A direção da escola contratou a perita judicial e grafologista Liane Pereira, que garantiu a autenticidade do documento.

Junto com a carta havia uma foto do cientista, também assinada. Réplicas das relíquias estão expostas no museu da escola, dentro de uma redoma de vidro.

A tradução do texto escrito em alemão é a seguinte: “Quem conheceu a alegria da compreensão conquistou um amigo infalível para a vida. O pensar é para o homem, o que é voar para os pássaros. Não toma como exemplo a galinha quando podes ser uma cotovia [pássaro da família das aludídeas]”

O diretor-geral da escola, João Claudio Rhoden, explica que, desde quando começou a trabalhar na instituição, há cerca de 40 anos, ouvia falar sobre o documento. Sabia que ele estava guardado em um cofre e que a chave estava em seu próprio gabinete.

No entanto, a atribulada rotina de quem coordena um colégio com cerca de 3 mil alunos não permitia que ele se dedicasse à busca pela relíquia.

“A chave [do cofre] estava no gabinete da direção, mas não havia um momento para ir ver se estava lá, até que surgiu a oportunidade, em uma feira científica, de aproveitarmos essa mensagem. É importantíssima”, disse o diretor.

Rhoden destacou a “beleza” da mensagem e do gesto do físico. “O homem preocupado com Teoria da Relatividade e outras coisas pensou em escrever para jovens de uma cidade que ele talvez nem imaginava existir”, diz.

Pedido de padre
O professor Dário Schneider conta que a carta foi dedicada à escola a pedido do padre jesuíta Gaspar Dutra, que vivia nos Estados Unidos e, em 1951, encontrou-se com Einstein em Nova York. Dutra levou a carta a Porto Alegre e ela ficou guardada dentro de um cofre da escola.

“Esta realmente é a mensagem que ele deixa para os anchietanos, no sentido de motivá-los a buscar conhecimento, porque é uma pessoa marcante na área da ciência. E nós, como educadores, queremos promover isso”, diz o professor.

Perícia
A perícia para verificar se a carta é autêntica foi feita por meio da comparação da assinatura na carta e na foto com imagens oficialmente reconhecidas. “O Instituto Oswaldo Cruz nos disponibilizou uma assinatura de quando Einstein esteve no Brasil, em 1925”, conta Liane, a grafologista responsável pelo estudo.

“A assinatura partiu do punho de Einstein. O documento é legítimo tanto na fotografia quanto na carta. Todas as características analisadas apresentaram convergência”, afirma.

A descoberta teve um significado especial para Liane. Habituada a lidar com falsificações, desta vez ela participou de uma importante descoberta.

“Na minha profissão, quando se faz análise de falsificações, é por causas às vezes não muito nobres. E aqui nós estamos diante de um fato histórico”, festeja.

Ainda mais animado ficou o diretor da escola. “Este documento tem um valor muito grande, além de qualquer valor histórico ou comercial, na mensagem que está ali, esta lembrança que ele fez aos alunos”, diz Rhoden, que finalmente pode manusear a carta da qual ouvia falar há quase quatro décadas.

einstein_per_620x235

Escola prepara alunos para chamar professora transgênero de ‘senhor’

0

Professora passará a ser reconhecida como homem a partir de segunda.
Direção de colégio nos EUA enviou carta aos pais pedindo apoio.

Carta enviada aos pais dos alunos explica a mudança de gênero da professora para professor (Foto: Divulgação/Joseph C Wilson Magnet High School)

Carta enviada aos pais dos alunos explica a mudança de gênero da professora para professor (Foto: Divulgação/Joseph C Wilson Magnet High School)

Publicado no G1

Uma escola do ensino médio dos Estados Unidos vai promover nesta segunda-feira (4) uma reunião com os alunos para explicar a transformação de uma professora transgênero. A docente, que se apresentava como mulher até a última quinta-feira (30), quando os alunos saíram para o feriado, será a partir de agora reconhecida como homem.

Para que a transição seja livre de preconceitos e bem esclarecida com os alunos, a direção da Joseph C. Wilson High School, que fica em Rochester, estado de Nova York, enviou uma carta aos pais, na quinta-feira (30), pedindo “apoio ao nosso trabalho diante desta situação sensível”.

“A Joseph C. Wilson Magnet High School é uma comunidade onde estudantes e funcionários devem tratar a todos com respeito e compreensão. Não estamos pedindo para seus filhos se comportar de uma maneira diferente disso. A única mudança para eles é que terão de se reportar ao docente como Senhor, e não mais como Senhora”, diz a carta assinada pela diretora Uma Mehta e pela coordenadora pedagógica Amy Schiavi.

Em março, na Chino High School, na Califórnia, um professor de química anunciou aos alunos que a partir de então deveria ser chamado de professora. Amanda Swager nasceu com órgãos femininos, mas até então era identificada como menino. Depois de manter aparência masculina na sala de aula, ela fez a transição.

 

J.K. Rowling escreve carta emocionante para fã

0
Twitter

Twitter

Publicado no E! Online

Como não amar?

J.K. Rowling continua fofa como sempre! Após escrever uma carta para a sobrevivente de um massacre, Rowling mandou uma carta emocionante para um fã que disse sempre ser ignorado por ela no Twitter. Como não amar?

“Alguém se sente como um bruxo órfão quando J.K. Rowling tuita para outros fãs e não para você?“, publicou Johnny, o fã da escritora que disse sempre ser ignorado, em junho do ano passado. Coitadinho!

Porém, em julho, os dois não só se encontraram enquanto J.K. assinava as cópias do livro O Bicho-da-Seda, como Johnny também entregou um livro com as ilustrações de Jason Cockcroft (o mesmo que fez as capas dos livros de Harry Potter) e dentro dele se encontrava um texto do fã dizendo como a série de livros do bruxinho mudou a sua vida.

A escritora não deixou barato e mandou uma carta no mês seguinte, com o selo da Câmera Secreta, para a casa de Johnny, dizendo:

Querido Johnny,

Você escreve muito bem. Isso não é a coisa mais importante que eu tenho para falar para você, mas eu acho que devia comentar – Sou perita nisso.

Agora vamos para o que importa:

O que você disse sobre Harry te ajudar a passar pelo o que foi claramente um momento difícil em sua vida, significa mais para mim do que eu possa facilmente expressar. Eu confesso publicamente que detesto bullying e o jeito que as escolas “lidam” com ele.

A sua experiência é chocante e perturbadora e ver que você se tornou uma pessoa boa, com compaixão e altamente motivado, é uma grande prova de sua coragem. Você é da Grifinória, querido… Obrigada pelo lindo livro. Eu amei ele.

Essa carta parece ser tão impessoal, mas vamos quebrar o padrão: Eu tenho família em Ayshire – Arran, para ser mais precisa. E eu nunca fui para lá. Constrangedor, né? Não diga isso aos nacionalistas. Eu tenho certeza que vamos nos encontrar de novo. Enquanto isso, eu vou falando com você pelo Twitter.

Com amor,

Jo.

Vale dizer que, após a carta, Rowling manteve contato com o fã e responde a todas as perguntas e dúvidas que ele tem. Fofa!

Carta com plano original de autor para ‘Game of Thrones’ é revelada

0
O escritor George R.R. Martin, da série "Game of Thrones"(Foto: Matt Sayles/Associated Press)

O escritor George R.R. Martin, da série “Game of Thrones”(Foto: Matt Sayles/Associated Press)

Publicado na Folha de S.Paulo

Uma carta do escritor George R.R. Martin para seu agente, enviada em outubro de 1993, foi publicada na internet revelando seus planos para a saga “As Crônicas de Gelo e Fogo”, que inspiram a série “Game of Thrones”, da HBO. Muita coisa mudou.

(Atenção: essa reportagem contém spoilers tanto dos livros quanto da série televisiva.)

Em 1993, Martin planejava fazer uma trilogia. Por enquanto, foram lançados cinco volumes —o sexto não deve ser publicado neste ano segundo a editora HarperCollins, que publica seus livros em inglês.

Desde o início o plano era matar Ned Stark e sua mulher, Catelyn. Enquanto a morte de Ned se desenrolou como previsto, a de Catelyn seria bastante diferente. Após a morte do marido, ela fugiria para o norte, para além da Muralha, e seria capturada por Mance Rayder, morrendo pelas mãos de seu grupo.

Sansa Stark iria se casar com Joffrey e teria um filho com ele. Joffrey, por sua vez, encontraria Robb Stark em uma batalha, na qual este seria derrotado e morto por Jaime e Tyrion Lannister.

A trajetória de Arya Stark é a mais diferente do plano inicial. Ela e Jon Snow iriam se apaixonar e seriam atormentados pelo fato de que Jon fez votos de castidade e de que são meio-irmãos —pelo menos “até o segredo da verdadeira paternidade de Jon ser revelado no último livro”.

Tyrion também deveria se apaixonar por Arya. Seu irmão, Jaime, mataria todos os postulantes ao Trono de Ferro e culparia Tyrion pelos assassinatos. Exilado, ele se uniria aos Stark para derrubar Jamie, encantando-se por Arya.

Khal Drogo também já estava fadado a morrer, mas de um modo diferente: ressentida pelo fato de o marido ter matado seu irmão, Daenerys o assassinaria, chegando a Westeros no segundo volume da trilogia.

Go to Top