Posts tagged casal

Casal transforma Fusca em sebo para vender discos e livros em Cuiabá

1
Casal já usava Fusca para atividades diárias (Foto: Arquivo pessoal/ Thiago Sinohara)

Casal já usava Fusca para atividades diárias (Foto: Arquivo pessoal/ Thiago Sinohara)

 

Jornalista e arquiteto vendem discos de vinil e livros, alguns de acervo próprio.
Com Fusca, ano 69, eles chamam a atenção por onde passam.

Publicado no G1

O fusca, ano 1969, parece pequeno para tanta arte. São dezenas de livros, vinis, fitas cassetes, e obras de arte. Quando as portas do veículo se abrem, o sentimento de estar no passado é inevitável. Não é à toa que o sebo itinerante do casal Thiago Sinohara e Marília Bonna se chama ‘Rua Antiga’. Na vitrola, sempre toca um disco antigo. Com o sonho de levar cultura e arte a todos os públicos, eles rodam as ruas de Cuiabá com o veículo.

O que move o casal é o gosto pela arte. Ele é arquiteto por formação e aquarelista por paixão e, ela, jornalista e escritora. Há dois meses, o casal percorre as ruas e bairros de Cuiabá vendendo a baixo custo vinis antigos, livros e artigos de arte. “A proposta é que a arte faça parte do cotidiano, cada vez mais acelerado da cidade”, explica Thiago.

A ideia surgiu há algum tempo, mas tomou forma agora. No começo, a intenção era abrir uma galeria de arte com um espaço físico que misturasse tudo relacionado à arte. Não deu certo, mas a vontade foi maior.

O carro pintado de vermelho – que chama atenção por onde passa – já era usado para as atividades diárias do casal. O primeiro acervo de livros e vinis também era do casal, que resolveu se desfazer das próprias coleções para incentivar a leitura e o gosto pela arte.

Casal retira as mercadorias e expõe ao público (Foto: Arquivo pessoal/ Thiago Sinohara)

Casal retira as mercadorias e expõe ao público (Foto: Arquivo pessoal/ Thiago Sinohara)

 

O intuito não é comercial. Os itens expostos são vendidos à baixo custo. O sebo é um lugar para reunir as pessoas em volta das coisas que ficaram esquecidas na pressa do dia a dia e na rotina de cada um. “A gente quer que as pessoas deem um tempo para ouvir uma boa música, ler um poema ou só para bater um papo”, disse Thiago.

Depois de passar uma temporada no Rio de Janeiro, Marília iria se desfazer dos livros e vinis que deixou no outro estado. Até que a ideia do sebo itinerante tomou forma. “Nós demos um jeito de trazer todos os itens para começarmos nosso projeto”, conta.

Fusca de Thiago Sinohara e Marília Bonn virou sebo itinerante (Foto: Arquivo pessoal/ Thiago Sinohara)

Fusca de Thiago Sinohara e Marília Bonn virou sebo itinerante (Foto: Arquivo pessoal/ Thiago Sinohara)

 

Não há um dia certo, nem um ponto fixo para esse pedaço do passado estacione. Os pontos mais frequentes são em museus, em pontos da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) e praças. Hoje, o casal participa mais de eventos de arte e feiras de cultura.

Já com dois meses na estrada o acervo cresceu e paixão pela arte também aumentou. E além de vender, o sebo faz troca dos itens e recebe doação para manter o projeto. O número de vinis, livros é rotativo. Porém, atualmente o casal possui em torno de 100 discos, 40 fitas cassetes e 100 livros.

Apesar de colocarem a própria coleção à venda, Thiago e Marília têm artigos dos quais não se desfazem. Um vinil do segundo álbum do cantor e compositor Cartola é um deles. “Esse não sai de casa”, afirmou.

Advogado que salvou casamento com bilhete aceita o convite e vai escrever livro com dicas

0

Rafael Gonçalves

Publicado no Amo Direito

O advogado Rafael Gonçalves, de 26 anos, até hesitou, mas acabou aceitando o convite de uma editora para escrever um livro com dicas e conselhos sobre relacionamentos. O jovem ficou conhecido após salvar o casamento de uma cliente com um bilhete.

— Pelo fato de eu ser solteiro achei que talvez soaria mal escrever um livro. Mas pensei melhor e, agora, enxergo com outro ponto de vista. As pessoas que estão fora de um relacionamento podem interferir positivamente — disse Rafael, que recebeu propostas de duas editoras.

Ele já está trabalhando no projeto, e não sabe em quanto tempo o livro sairá. A ideia, segundo o advogado, é aliar assuntos do dia a dia com tópicos de Direito. Desde que publicou sobre o caso de uma cliente no Facebook, Rafael recebeu milhares de mensagens e e-mails pedindo dicas. Além disso, não faltaram cantadas e até pedidos de casamento.

Mas Rafael afirmou que está em um relacionamento (ainda não oficializado), e a escolhida não gostou nada da repercussão do caso.

— Ela está muito brava com tudo isso, mas a gente leva na brincadeira — afirmou.

O advogado ficou “famoso” ao relatar o caso que aconteceu logo após o carnaval. Ele foi procurado por uma mulher de 27 anos que buscava o divórcio do marido, de 31 anos, que tinha mudado de comportamento nos últimos meses. Ao conversar com a futura cliente, ele percebeu que o casal ainda tinha uma conexão, não havia traição e o casamento não estava totalmente perdido. Rafael, então, questionou a jovem, recomendou que ela pensasse e, na folha com a lista de documentos necessários para a abertura do processo, listou questões que ela deveria responder antes de voltar.

bilhetefinal

Fonte: extra globo

Concurso Cultural Literário (108)

30

uc_gg

Pense no casamento como uma montanha, cujo topo é o alvo de todo casal: a consolidação de um lar equilibrado, marcado por plenitude e paz. Para esse lar funcionar perfeitamente, é preciso aceitar o desafio de escalar a montanha, enfrentando e vencendo cada etapa rumo ao objetivo final. As dificuldades vêm e todo casal enfrenta momentos de tensão.

O casamento não é simplesmente um ato a ser consumado, mas um percurso em que os cônjuges são trabalhados e aperfeiçoados, a fim de que, juntos, obtenham harmonia, entendimento, alegria e satisfação. Logo, os obstáculos devem ser vistos como etapas necessárias da caminhada. Afinal, todos sonham com a felicidade conjugal. Ninguém se casa para ser infeliz, e um casamento fracassado é uma das piores frustrações na vida.

Vamos sortear 3 exemplares de “Unidos pelo casamento“, lançamento da Mundo Cristão.

Para participar, basta mencionar na área de comentários o nome do seu cônjuge (ou futuro marido/esposa). A leitura deste livro certamente vai fortalecer o relacionamento de vocês.

Se usar o Facebook, por gentileza informe seu e-mail de contato.

Aproveite a oportunidade para curtir as páginas dos envolvidos nesta edição:

O resultado será divulgado dia 9/12 neste post.

Participe! :-)

***

Parabéns aos ganhadores: Vitor CidAntonio Igor Pereira SantosSonilde Duarte.

Por gentileza enviar seus dados completos para [email protected] em até 48 horas.

 

Casal dedica 30 anos de suas vidas a ensinar crianças em escola por falta de professores

0

Casal chinês dedicou 30 anos de suas vidas ao ensino de crianças em escola rural de vilarejo que não possuía professores.

casalchines

Mateus Pires Iasbik, no Techmestre

Um homem e sua esposa, em um vilarejo na província de Sichuan, na China, ganharam a admiração da comunidade depois de dedicarem mais de 30 anos para o ensino em uma escola primária local, devido à falta de professores.

Ao saber sobre a falta de professores em sua cidade natal, o marido, Chen Hongquan, começou a ensinar chinês na escola primária depois de se formar em outra instituição de ensino politécnica. Ele disse que já faz 32 anos desde que começou seu trabalho.

Sua esposa, Ming Hongyan, seguiu os passos do marido e começou a ensinar matemática na mesma escola.

Ming disse a jornalistas que, enquanto houver um aluno, eles vão sempre ensinar na vila rural.

Go to Top